Seja bem-vindo. Hoje é

quarta-feira, 28 de junho de 2017

Encontro de Filarmônicas no 2 de Julho

Seis filarmônicas e um coral realizam o  260  Encontro de Filarmônicas no 2 de Julho,  em frente ao Monumento ao Dois de Julho,  no Campo Grande, das 18h às 21h

No dia seguinte, 3 de julho, a partir das 19h, também no Campo Grande, o Baile da Independência celebra com o povo a data máxima da Bahia 

Os dois eventos são promovidos pela Fundação Gregório de Mattos, da Prefeitura Municipal de Salvador, e realizados pela Oficina de Frevos e Dobrados



Há 26 anos atrás o maestro Fred Dantas, o cantor e compositor Moraes Moreira e o mestre de bandas Zinho de Aramari decidiram que era preciso chamar a atenção para o estado de esquecimento em que se encontravam as filarmônicas na Bahia, com uma grande apresentação na capital. Assim nasceu o Encontro de Filarmônicas no 2 de Julho, que em sua vigésima sexta edição reúne, dia 2 de Julho, a partir das 18h, em pleno Campo Grande, um coral e seis filarmônicas e bandas - Coral e Filarmônica da Casa Pia e Colégio de Órfãos de São Joaquim e Banda de Música da Guarda Municipal, com regência do maestro Fred Dantas, Banda de Música da Guarda Municipal de Salvador, sob regência do maestro Hamilton Fernando, Filarmônica 19 de Setembro de Ibipeba, com regência do mestre Gerry Andrade, Filarmônica União dos Artistas, da Ilha de Bom Jesus dos Passos, com regência do mestre Josias Monteiro, Filarmônica Terpsícore Popular de Maragogipe, com  regência do mestre Roque Adson e Oficina de Frevos e Dobrados, com regência do maestro Fred Dantas, seguido de participação especial da soprano Irma Ferreira.  A promoção é da Fundação Gregório de Mattos e a realização do maestro Fred Dantas.



No dia seguinte, ao pé do caboclo, tendo como salão o próprio Campo Grande, a Orquestra Fred Dantas realiza, a partir das 19h, o Baile da Independência. O grande homenageado deste ano é o músico Cacau do Pandeiro (Carlos Lázaro da Cruz) que fará participação especial com a Orquestra. Ele é um patrimônio da música baiana, desde que se iniciou em música numa filarmônica, atuou como músico de jazz tocando bateria no Night Club Tabaris e outras casas de música da Salvador dos anos 1940. Fundou, com o lendário Edson 7 Cordas, o grupo de choro Os Ingênuos. Cacau vai tocar bateria no início do baile, num momento de Jazz junto aos cantores Mário Bezerra e Irma Ferreira, e demonstrará sua destreza com o pandeiro no momento de chorinho. Haverá também  dueto de Fred Dantas ao trombone com o trompete de Joatan Nascimento, músico alagoano-baiano conhecido internacionalmente como solista de choro e jazz.



A parte central do Baile da Independência será dedicada à dança de salão, onde academias e grupos convidados, além do público fraterno que costuma ser fiel a esse evento anual, vão desfrutar dos boleros e sambas-canções ao ar livre, ao som de uma orquestra à altura do seu bom gosto. A parte conclusiva do evento será o compartilhamento da noção de Axé Orquestrado que as orquestras de Salvador  acrescentaram ao acervo da musicalidade afro-baiana tão preciosa para a nossa identidade. As músicas lindas que conquistaram o mundo, não sem antes fazer um carnaval especial na Bahia do final dos anos 80 e anos 1990, são revividas com arranjos orquestrais que as tornam na prática o nosso Axé Clássico.



Programação do Encontro das Filarmônicas:



18:00 - Abertura com execução do Hino ao 2 de Julho (Santos Títara-Santos Barreto) com o Coral e Filarmônica da Casa Pia e Colégio de Órfãos de São Joaquim e Banda de Música da Guarda Municipal, com regência do maestro Fred Dantas.



18:30 - Banda de Música da Guarda Municipal de Salvador, sob regência do maestro Hamilton Fernando.



19:00 - Filarmônica 19 de Setembro de Ibipeba, com regência do mestre Gerry Andrade



19:30 - Filarmônica União dos Artistas, da Ilha de Bom Jesus dos Passos, com regência do mestre Josias Monteiro



20:00 - Filarmônica Terpsícore Popular de Maragogipe, com  regência do mestre Roque Adson



20:30 - Oficina de Frevos e Dobrados, com regência do maestro Fred Dantas, seguido de participação especial da soprano Irma Ferreira.



Histórico – O Encontro de Filarmônicas completa 26 anos graças à obstinação do maestro Fred Dantas, que conseguiu, junto à Fundação Gregório de Mattos, que o Encontro passasse a fazer parte do Calendário Oficial das Comemorações da Independência na Bahia. Sem que houvesse nenhuma interrupção, o Encontro de Filarmônicas ofereceu ao público ao longo dos últimos 26 anos anos a oportunidade de ouvir corporações tradicionais, centenárias, se apresentando na capital; bandas militares oferecendo um repertório de concerto; bandas renovadas apresentando crianças e adolescentes lendo partituras e executando instrumentos profissionais e ainda, nos dois últimos anos, a participação de artistas envolvidos com a causa, como Margareth Menezes (condecorada “a Rainha das Filarmônicas”) e o artista Armandinho, que executou peças do repertório fundamental de Dodô e Osmar, acompanhado tão somente com sopros e percussão, com arranjos exclusivos do maestro Fred Dantas.



No processo de reconhecimento e valorização das filarmônicas da Bahia, o Encontro de Filarmônicas tem sido uma vanguarda, na capital, da grande vitrine que é o Festival de Filarmônicas do Recôncavo, na cidade de São Félix. Os dois eventos têm sido fundamentais não só para a valorização das sociedades musicais, mas também para revelar e preservar o repertório precioso dos mestres-compositores, adormecidos nos arquivos de partituras manuscritas.



Baile da Independência - Um antigo Baile da Independência, criado pela classe média soteropolitana no século XIX originou a Festa da Mocidade, que se deslocou para o Campo da Pólvora, e durou até início dos anos 1950. No final do século passado, por iniciativa da Fundação Gregório de Mattos, o maestro Fred Dantas foi convidado a idealizar um novo “Baile da Independência” em um palco próximo ao Monumento aos Heróis do 2 de julho e dos carros alegóricos dos Caboclos.



Serviço :



260 Encontro de Filarmônicas no 2 de Julho

2 de julho de 2016, no Campo Grande, a partir da 18h

Promoção: Fundação Gregório de Mattos

Realização: Oficina de Frevos e Dobrados, com coordenação do Maestro Fred Dantas.



Baile da Independência

3 de julho de 2016, no Campo Grande, a partir das 19h

Promoção: Fundação Gregório de Mattos

Realização: Maestro Fred Dantas




0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑