Seja bem-vindo. Hoje é

sábado, 22 de julho de 2017

Letieres Leite inicia série Conexão Cultural CFA - Música

Laureado no Prêmio da Música Brasileira2017 o músico  realiza workshop sábado, dia 22 de julho, na Senzala do Barro Preto

O maestro Letieres Leite ainda está celebrando a conquista de três troféus no Prêmio da Música Brasileira 2017, com sua Orkestra Rumpilezz, de álbum, grupo e arranjador instrumental, na noite desta quarta-feira, 19 de julho, mas já retoma a agenda de educador. No sábado, dia 22, de volta a Salvador, ele ministra o workshop As Matrizes Africanas na Música Popular Brasileira, na Senzala do Barro Preto, para jovens músicos do bloco afro Ilê Aiyê, às 15h. Esta será o primeiro de uma série de sete workshops que o maestro realiza dentro do projeto Conexão Cultural CFA - Música. 

Letieres é coordenador artístico pedagógico do Projeto do Curso de Qualificação em Música do  Centro de Formação em Artes (CFA) da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb), onde ensina seu método UPB para alunos do Núcleo de Música.

Com os jovens do Ilê o maestro inicia uma série de sete workshops para jovens músicos de blocos afros, afoxés, coletivos de Hip Hop e coletivos de pagode, até novembro, quando um grande encontro promoverá interação desses jovens com os alunos do Curso de Música do CFA, para uma construção musical coletiva.  “O Maestro Letieres Leite é hoje um referencial na educação musical na Bahia, seu trabalho artístico é de muita qualidade e inovadora visão, e é um orgulho muito grande tê-lo conosco no CFA, para tão importantes ações”, disse Fernanda Tourinho, diretora da Funceb. 

https://ssl.gstatic.com/ui/v1/icons/mail/images/cleardot.gifMétodo UPB - O workshop tem como proposta promover uma compreensão crítica a respeito da formação da música brasileira, a partir de uma análise histórica e estudos com vivência de claves e desenhos rítmicos desse universo musical, para torná-las compreensíveis a nível racional e corporal. Neste curso, Letieres Leite utiliza a tradição oral e a tradição da escrita musical européia em proporções aproximadas, buscando  nas transmissões dos desenhos rítmicos e claves da “UPB” uma fidelidade, problematizando a transcrição gráfica musical. 

“A escrita tradicional europeia não traduz as nuances dos micro ritmos encontrados na música de matriz africana”, considera Letieres. A estrutura dinâmica do curso é dividida em momentos específicos: Contextualização histórica, Audição comentada de vídeos e áudios, vivência oral no aprendizado das claves e entornos.

Marle Macedo, diretora do CFA, narra que Letieres, “com a competência que tem e com a generosidade que lhe é peculiar”, reagiu com entusiasmo diante da proposta do Conexão Cultural CFA – Música. “Então, agora, já super premiado, nossos jovens músicos vão ter a oportunidade de trocar experiências e informações com um dos maiores músicos brasileiros”, avalia, salientando a importância de a Funceb ir onde está a grande  usina de inspiração de nossa arte: seu povo. 

Sobre Letieres - Pintura, instrumentos, música. A arte sempre foi o principal motor expressivo de Letieres Leite. À frente da Orkestra Rumpilezz, o idealizador e compositor da Orkestra de percussão e sopros tem suas raízes fincadas em solo soteropolitano e seus galhos flutuando pela contemporaneidade das criações universais.

No início de suas atividades acadêmicas, participou da orquestra afro-brasileira do colégio Severino Vieira, dirigido pela etno-musicóloga Emilia Biancardi, com 13 anos. Depois, ingressou na Escola de Belas Artes da Universidade Federal da Bahia e em paralelo dedicou-se ao estudo de música. Autodidata, aprendeu a ler e a tocar flauta e sax. Aperfeiçoando sua construção musical, Letieres ingressa em 1986 no Konservatorium Franz Schubert em Viena, Áustria.

Na Europa (onde viveu por quase 10 anos), trilhou o início da sua história como instrumentista, apresentando-se com inúmeros músicos em festivais pelo continente – dentre os artistas encontram-se, Gil Goldstein em 1990, Paulo Moura no Festival de Montreux e Jazz Zurich ano 1992, Algredo de la Fé (Turnê Europeia em 93), e com os grupos Hip-Noses (Herbie Kopf) e Tamanduá, ambos formados por músicos brasileiros e europeus.

Idealizada e concebida por Letieres Leite em 2006, a Orkestra Rumpilezz é um orquestra de percussão e sopros na qual é atribuído à ancestral música baiana uma roupagem harmônica moderna. É também o cartão de visitar das ideias do maestro, que visa ampliar e difundir a música e conceitos concebidos pela Orkestra através da sua metodologia de ensino.



Serviço:

Conexão Cultural CFA - Música - As Matrizes Africanas na Música Popular Brasileira

Com Maestro Letieres Leite para jovens músicos do bloco afro Ilê Aiyê
22 de Julho, sábado, 15h
Senzala do Barro Preto
Ingresso: Gratuito


0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑