Seja bem-vindo. Hoje é

terça-feira, 11 de julho de 2017

Protesto suspende votação de reforma trabalhista

Votação no plenário é a última etapa no Congresso antes de o texto seguir para sanção do presidente Michel Temer; alterações passam a valer em quatro meses.

Um protesto das senadoras de oposição interrompeu a votação da sessão que votaria a reforma trabalhista no plenário do Senado nesta terça-feira. Como elas ocuparam todos os lugares da Mesa Diretora, não havia lugar para o presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE) se sentar.

Sem conseguir assumir seu lugar, Eunício suspendeu a votação por volta das 12h e mandou apagar as luzes do plenário. Ele disse que a votação será retomada “quando a ditadura permitir”.

Para acelerar a tramitação da reforma, o projeto aprovado na Câmara não sofreu alterações no Senado. As senadoras criticam a proposta do governo de editar uma medida provisória (MP) para alterar pontos polêmicos, como o trabalho de grávidas e lactantes em local insalubre. Elas defendem que o texto seja alterado no Senado e retorne para a Câmara.

Fonte Veja

0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑