Seja bem-vindo. Hoje é

sexta-feira, 25 de agosto de 2017

Últimos dias para visitar a exposição Tríptico – A Arte em 3 Gerações

Obras de Jenner Augusto, Guel Silveira e Zeca Fernandes ficarão expostas até o dia 3 de setembro no Palacete das Artes


Desde o início de julho, a mostra Tríptico – A Arte em Três Gerações está em cartaz no Salão de Arte Contemporânea do Palacete das Artes. Sucesso em público e crítica, a mostra ficará em cartaz até o dia 3 de setembro e apresenta dezenas de trabalhos de três nomes da mesma geração: Jenner Augusto, Guel Silveira e Zeca Fernandes.

Com curadoria de Mario Brito e propõe um diálogo com o universo cultural de Salvador – seus movimentos, cotidiano e formas a partir das pinturas e desenhos de Jenner e Guel e as fotografias e esboços das paisagens urbanas pelo olhar de Zeca Fernandes.


Família e arte

Mais do que mostrar peças que refletem as nuances da capital baiana, a exposição reafirma a tradição artística da família. Nascido em 1924 em Sergipe, Jenner Augusto teve uma carreira marcada pela pintura em estilo modernista. Transitando entre Aracaju, Salvador e Rio de Janeiro, o seu traço foi destacado em diversas mostras no Brasil e no exterior, tendo ilustrado também o livro Tenda dos Milagres, de Jorge Amado.

Guel Silveira aprendeu e herdou do pai a sensibilidade estética. Nome forte na arte contemporânea e abstracionista. Em um recorte abstrato, mostra uma paleta de cores inovadora, com marcas naturalistas e que também transitam entre o obscuro e o luminoso, apresentando nas obras elementos que transmitem movimento, com volume e profundidade.

Em Tríptico, Guel apresenta pinturas e dobras que se destacam justamente pelo gestual, com uma variação de cores, harmonia, uniformização e a presença de grandes formatos. “Trabalhei em muitos ateliês, fiz coisas com figuração, gravura e trabalhei com spray, mas a minha vontade sempre foi desfazer o desenho abstrato, desconfigurar, dar a possibilidade de o espectador criar em cima da obra”, afirma Guel, evidenciando a importância da participação do público para o sentido das suas obras.

Da terceira geração da família, o marchand Zeca, como é conhecido, sempre foi influenciado e estimulado principalmente pelo avô.

Cercado por tintas, pincéis e telas, ele desde cedo desenvolveu o gosto pelo desenho e também descobriu na fotografia uma nova paixão. Acostumado desde pequeno com o universo das artes, Zeca voltou seu olhar para o registro de paisagens urbanas, onde o lirismo e o senso estético nunca se afasta do seu propósito, retratando toda sua sensibilidade e redescobrindo novos horizontes.

Para o diretor do Palacete das Artes, Murilo Ribeiro, é um grande privilégio receber a exposição Tríptico. “São gerações que já nasceram artistas, a começar pelo mestre Jenner. São pessoas sensíveis e talentosas, cuja mostra, até setembro, vai enriquecer a agenda artística e cultural da capital baiana”, diz Ribeiro.

O Palacete das Artes é um equipamento vinculado ao Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (IPAC)/Secretaria de Cultura do Estado (Secult-BA). Funciona de terça a sexta, das 13h às 19h; sábado, domingo e feriados, das 14h às 18h.



Sobre a exposição
Com obras de Jenner Augusto, Guel Silveira e Zeca Fernandes, a mostra apresenta o traço artístico de três gerações da família. Com 81 peças, são pinturas, desenhos e fotografias dos artistas em um diálogo e reflexão sobre o universo cultural e o cotidiano de Salvador.



Serviço

Exposição “Tríptico – A Arte em 3 Gerações” – com obras de Jenner Augusto, Guel Silveira e Zeca Fernandes
Local: Palacete das Artes
Rua da Graça, 284, Graça (3117-6987).
Data: de 11 de julho a 03 de setembro.
Horário de visitação: de terça a sexta-feira, das 13 às 18 horas; sábado, domingos e feriados, das 14 às 18 horas.
Entrada franca.



0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑