Seja bem-vindo. Hoje é

sexta-feira, 22 de setembro de 2017

#Transformaê: Estudantes participam de Virada Educacional e destacam a importância do projeto

Os estudantes da rede estadual deram uma verdadeira aula do protagonismo juvenil nesta quinta-feira (21/9), na 2ª edição do #Transformaê, projeto desenvolvido pela Secretaria da Educação do Estado. Com intervenções artísticas que envolveram dança, pintura, música e poesia, além de jogos e projetos de ciência e empreendedorismo, eles mostraram talento nas apresentações e desenvoltura nas oficinas promovidas como parte do ensino e aprendizagem nas escolas.

O estudante do 1º ano do Ensino Médio, Luis Carlos Soares, 15 anos, do Colégio Estadual Ypiranga, do bairro Dois de Julho, falou como a escola se torna mais atrativa com o projeto. “Esse dia se torna um momento que podemos apresentar aos colegas e comunidades os projetos que estamos realizando durante o ano. Isso nos incentiva bastante pois dá orgulho podermos ver nossa família vindo até a escola para assistir nosso trabalho. No meu caso, uma coreografia de dança”, contou.

Representante do Grêmio Estudantil do Ypiranga, a estudante do 2º ano, Letícia Cristina, 17, contou que o #Transformaê estimula o aluno a querer participar das atividades da unidade. “Todas essas ações provocam na gente a vontade de aprender ainda mais, o que resulta na construção de um cidadão consciente. Temos a chance de estudar em um colégio que tem essa preocupação de trabalhar atividades de todos os seguimentos durante todo o ano, o que ajuda bastante”, destacou.

Também presente estava Edna Virgínia Santos, mãe da estudante Emanuele Santos, 15. Ela ressaltou que “estes tipos de projetos aproximam o aluno da escola. É o segundo ano que minha filha está participando e com certeza contribui muito para o seu desempenho na escola”, disse.

No Centro Estadual de Educação Profissional (CEEP) Navarro de Brito, na Lapinha, os estudantes estavam animados com a virada educacional. “Todo esse movimento nos faz pensar e agir com o objetivo de melhorar o ambiente escolar. O Navarro se torna uma opção para os jovens da comunidade para exercitarmos a arte, cultura e esporte. É um momento de transformarmos as nossas boas atividades em vida, formando os jovens em grandes homens e mulheres”, afirmou o estudante Leonardo Bonfim, 18.

Já a sua colega Ellen Cruz, 18, uma das finalistas do Festival Anual da Canção Estudantil (Face), em 2014, contou que o #Trasnformaê “veio coroar as atividades realizadas pelos os estudantes. Foi por meio da escola que descobri a música e isso foi muito importante para mim. Tenho certeza que as ações que promovem toda essa movimentação no colégio acabam servindo de alicerce na nossa formação, pois não tem como negar que grande parte do nosso tempo é na escola, e poder adquirir e colocar em prática todo esse conhecimento promove uma transformação em nossa aprendizagem”.

Com uma exposição própria de quadros na área interna da escola, a estudante Ludmila Jambeiro, 17, explicou que os professores foram fundamentais para o desenvolvimento do seu talento. “Eu gostava de desenhar, então a minha professora Denise começou a me incentivar, ensinando técnicas de pintura. Foi aqui na escola que ganhei minhas primeiras telas para produzir meu trabalho e também onde realizei minhas primeiras exposições. Por isso apoio muito o #Transformaê como forma de incentivo à cultura, arte e todo tipo de motivação para o ensino e a aprendizagem”, disse.

Fotos: Luiz Carrera

0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑