Seja bem-vindo. Hoje é

sexta-feira, 27 de outubro de 2017

Estudantes participam de seminário sobre o contrabaixo

Imponente, o contrabaixo confere acordes graves e especiais a qualquer arranjo musical. Os estudantes do Centro Estadual de Educação Profissional em Música (Ceep), localizado no bairro de Nazaré, em Salvador, estão descobrindo todas as possibilidades deste instrumento durante o I Seminário de Contrabaixo, promovido pela unidade de ensino da rede estadual de Educação Profissional e Tecnológica, que oferece os cursos técnicos de nível médio em Instrumento Musical e Canto. 

A atividade, teve um primeiro momento na terça-feira (24) e prossegue, nesta quinta (26), com o objetivo de estimular o aprendizado dos estudantes, por meio de rodas de conversas, apresentações musicais, pesquisas e troca de experiências. Além dos estudantes de todas as turmas dos cursos do Ceep, também participam do seminário, professores e convidados.

“Como este é um seminário que fala de música, com o contrabaixo como o instrumento central, convidamos os alunos de todas as turmas para tocar e conversar um pouco sobre as pesquisas que eles fizeram em relação ao contrabaixo, sua história e como surgiu. A proposta é que cada um traga um pouco da sua vivência para este momento. A nossa intenção, com isso, é tornar cada vez mais estimulante aprender e fazer música e que eles sejam multiplicadores do aprendizado”, afirma o organizador do seminário e professor de música, Ângelo Santiago. 

Ícaro Freitas, 18, aluno do1º ano, escolheu aprender a tocar contrabaixo. Ele aproveitou o seminário para mostrar o resultado das aulas e sua afinidade com o instrumento. “Estou achando o seminário brilhante. Acrescenta muito na minha formação esta troca de experiências sobre formas de estudar, aprender e pesquisar. Há um mundo em torno do contrabaixo. Sempre tive vontade de ser músico e pensei que seria bem simples, mas a partir das aulas percebi que teria que estudar muito e estou gostando”. 

A aluna Júlia Heloísa Oliveira, 17, 3º ano, apresentou para os colegas sua evolução no contrabaixo acústico e conta que o seminário contribui para aperfeiçoar o aprendizado. “É uma ótima oportunidade de mostrar nossos talentos e a importância do nosso instrumento na música, porque ainda há muito preconceito. Mas, eu acho que vamos expandir nossa música para todos, fazendo a nossa parte, estudando, tocando e participando de seminários como este”.

O instrumentista Alexandre Vieira participou da roda de conversa e contou sua trajetória, o início da carreira e a importância do contrabaixo em sua vida. Também deu orientações sobre a busca da identidade musical e falou sobre suas influências. “Foi muito bom conversar com os estudantes, falar sobre as possibilidades de estudos de práticas e aplicações, de intervenções artísticas com o contrabaixo acústico e elétrico e sobre as minhas influências musicais. Isto é um grande ganho para os estudantes. Espero que eles aproveitem o momento e se agarrem nessas oportunidades para trilharem suas estradas”. 

A integrante da Orquestra de Reggae de Cachoeira e estudante do curso de Música na Universidade Federal da Bahia (Ufba), Riane Celi Mascarenhas, participa da oficina de contrabaixo no Ceep e apresentou as diversas possibilidades do instrumento no reggae. Também falou sobre o surgimento, personalidades e história. “Foi gratificante conversar sobre a importância do contrabaixo no reggae, porque é um instrumento muito marcante, além de ter me estimulado a estudar mais e a sair em busca de mais informações sobre o estilo que eu toco”. 

Fonte: Ascom/Secretaria da Educação do Estado 

0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑