Seja bem-vindo. Hoje é

quarta-feira, 18 de outubro de 2017

Mostra: L'espace indicible - O espaço inefável / Isabelle Borges

Isabelle Borges explora o espaço e entrelaça segmentos artísticos em grande mostra em Salvador

A mostra L'espace indicible - O espaço inefável, será aberta nesta quarta-feira, 18 de outubro, às 20 horas, na Roberto Alban Galeria, em Ondina. Trata-se da primeira exposição da artista baiana Isabelle Borges em sua terra natal, apesar de seu trabalho já ser bastante reconhecido em esfera internacional, sendo constantemente requisitada para exposições na Europa, especialmente na Alemanha, onde radicou-se há 20 anos. A mostra poderá ser visitada pelo público até 20 de novembro. A entrada é franca.

Na mostra, Isabelle Borges reflete sobre o espaço e entrelaça segmentos artísticos em sua primeira grande exposição em Salvador depois de mais de 20 anos morando na Alemanha. Em sua trajetória, Isabelle já realizou inúmeras exposições individuais e coletivas na China, Estados Unidos, Itália e Austrália, além da Alemanha. Entre suas mostras mais recentes, destacam-se Standart International,Geistberg- Loop Raum Berlim, Alemanha – 2015 / Interaktion , 27 Artistas brasileiros , Castelo de Sacrow, Posdam, Alemanha – 2015 / Kunsthalle PLU 41 – 2015 /  individual , SMAC- Art Space , Berlim ,  Alemanha, 2014 / Kunstverein Uelzen , Uelzen , Alemanha 2014 / Eigen + Art Leipzig, Alemanha , 2014/ Kunstverien Melle, Melle, Alemanha 2004 / Individual, Museu Brasileiro da Escultura , São Paulo, Brasil, 2013/ Kunstverien Ulm, Ulm, Alemanha , 2013.

Carreira internacional

Nascida em Salvador, Bahia, Isabelle Borges estudou artes plásticas no Parque Lage, no Rio de Janeiro, de 1989 a 1992, fazendo um primeiro aprofundamento com os professores Beatriz Milhazes, Daniel Senise e Charles Watson. No ano de 1994, decidiu mudar para a Europa, precisamente para Colônia, Alemanha, onde passou a atuar como assistente no ateliê dos artistas Antônio Dias e Jack Ox, esta americana. Do ano seguinte até 1997, dedicou-se aos estudos na Academia de Artes de Düsseldorf, tendo como um de seus mentores o artista Christian Merget, um dos fundadores do Grupo Zero.

O conceito de "espaço inefável", que ocupa um lugar central na teoria arquitetônica de Le Corbusier tem exercido uma influência considerável na produção de Isabelle Borges. O seu trabalho vem se desdobrando de forma a dialogar com o espaço. São trabalhos projetados para o meio onde habitam e onde não há mais os limites das disciplinas de arquitetura, desenho, pintura, escultura. A obra de Borges finalmente aboliu as bordas.

Além das telas, a artista explora também as paredes como parte da sua arte. Ela explica que vê a obra como o fragmento de um todo. “Ao ter o espaço como foco de pesquisa, é quase como um desenvolvimento lógico o trabalho ‘vazar’ para o plano real da parede”, diz. “Como realizo muitos desenhos usando linhas, planos e recortes de papel, vejo a parede como uma extensão da pintura ou mesmo como um suporte em si”, finaliza.

Outras peças vão igualmente refletir reflexões artísticas quanto às linhas espaciais, seus limites e ressignificações, e suas conexões com os diversos segmentos da arte contemporânea: da pintura à escultura, do desenho à colagem, do objeto à instalação.

Para a critica de arte Paula Terra-Neale, que apresenta a mostra, a obra de Isabelle Borges tem uma linguagem muito pessoal, ainda que em sua universalidade geométrica e abstrata. “Ela está encontrando esse equilíbrio do espaço inefável através do desenho que extrapola as bordas e sai para as paredes, através da poesia luminosa que se constrói no jogo das cores que despontam mansamente aqui e ali contra as faixas pretas ou dos espaços brancos e vazios”, afirma Paula, que é Doutora em História e Teoria da Arte pela Universidade de Essex, Reino Unido, e consultora e curadora independente radicada na Inglaterra.

No final de 1997, Isabelle Borges estabeleceu-se em Berlim, na Alemanha, onde reside e trabalha até hoje, sendo constantemente requisitada para exposições por todo o país. A forte convivência com a cena artística berlinense, no entanto, não impediu que sua obra continuasse a incorporar características marcantes de uma arte enraizada também no Brasil. Ela própria admite a forte influência em seu trabalho do Concretismo representado por nomes como Hélio Oiticica e Ligia Clark, entre vários outros.


Serviço

Mostra: L'espace indicible - O espaço inefável / Isabelle Borges

Abertura: 18/10/2017, às 20 horas

Visitação: 19/10/ 2017 a 20/11/2017 (segunda a sexta, 10h às 19h; sáb, 10h às 13h)

Local: Roberto Alban Galeria

Endereço: Rua Senta Pua, 53, Ondina

Tel. 3243-3982/ 3326-5633


0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑