Seja bem-vindo. Hoje é

sexta-feira, 27 de outubro de 2017

Produtos da agricultura familiar baiana serão destaques no maior evento gastronômico da América Latina


Produtos da agricultura familiar baiana marcam presença no maior evento gastronômico da América Latina, a Semana Mesa São Paulo, que começa nesta quinta-feira (26) e vai até domingo (29), na capital paulista. O evento contará com participação de oito cooperativas da agricultura familiar que apresentarão seus produtos, a exemplo do azeite de licuri, cortes nobres de ovinos e caprinos, tapioca, palmito, chocolates finos, café, cerveja de umbu e cachaça.

Chefs de cozinha que atuam no cenário baiano farão palestras e apresentaram pratos inéditos elaborados com produtos da agricultura familiar. O objetivo do Governo do Estado é divulgar a força produtiva do rural baiano, para o setor gastronômico nacional e internacional.

Quem visitar a Semana Mesa São Paulo, instalada no Memorial da América Latina, Barra Funda, poderá conferir e degustar os produtos da agricultura familiar, na área da Feira Cultural e Gastronômica Farofa do Brasil, onde será montado o estande do Governo do Estado, organizado pelas secretarias de Desenvolvimento Rural (SDR), por meio da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), e de Turismo (Setur).

No espaço, com 36 metros quadrados, que leva o nome de Bahia Rural Contemporânea, também terá a participação das tradicionais baianas, como a quituteira Ganesha de Melo, que levará seu tabuleiro de acarajé e comercializará abará, acarajé, bolinho de estudante e cocada. Já Aldaci dos Santos, conhecida popularmente como Dadá, vai ofertar maniçoba e o sarapatel de cordeiro, com os cortes produzidos pela Cooperativa Agroindustrial de Pintadas (Cooap), do Território de Identidade Bacia do Jacuípe.

A expectativa dos organizadores é que 100 mil pessoas visitem o evento, que contará com uma programação diversificada, com produtos de várias regiões brasileiras, aulas práticas, palestras, degustações, espaço dedicado ao vinho e queijo, tendências da gastronomia e outros.

Wilson Dias, diretor-presidente da CAR, destaca que o objetivo do Governo do Estado é de valorizar ao máximo o trabalho dos agricultores familiares, das suas cooperativas e organizações produtivas: “O mundo da gastronomia é um nincho de mercado direto para os restaurantes e indireto para os milhares de frequentadores diários, de modo que as cooperativas da agricultura familiar podem desenvolver importantes parcerias comerciais para um público que tem compromisso com o desenvolvimento sustentável, e a Semana Mesa São Paulo funciona como uma grande demonstração disto: um ambiente onde a gente vai apresentar produtos, participar de rodadas de negócio e mostrar a diversidade e a qualidade dos produtos da agricultura familiar baiana".





Chefs divulgam agricultura familiar
Compõem a comitiva de chefes de Cozinha da Bahia, que participarão da Semana Mesa São Paulo na edição deste ano:  Marinho, Fabrício Lemos, Lisiane Arouca, Rafael Zacarias e Eli Batista.


Convidado pelos organizadores para ser embaixador da Bahia, Caco Marinho juntamente com o chefe Fabrício Lemos, estarão no principal espaço do evento, o Palco Tendências, na sexta-feira (27), com a palestra A Bahia que poucos conhecem e de que pouco se fala, um diálogo que divulga o quanto a agricultura familiar da Bahia é rica em produção de alimentos saudáveis para a culinária.


“Vamos falar sobre a formação da tradicional cozinha baiana a partir das matrizes indígenas, portuguesas e africanas. Alertar para a perda progressiva de importantes tradições, além de dialogar sobre a ‘Nova Cozinha Baiana’ feita de dendê e de ingredientes baianos bem menos conhecidos como licuri, maracujá da caatinga, mel e samburá das nossas abelhas nativas, ostras nativas do Iguape, do bode de Pintadas, do fumeiro de Maragogipe, do mel de cacau cabruca, da mandioca e de tantas outras riquezas”, destacou Caco.

Empreendimentos
Participam da Semana  Mesa São Paulo os seguintes empreendimentos:   Cooperativa de Produção da Região do Piemonte da Diamantina (Coopes),  Produtores de Aguardente de Qualidade da Microrregião de Abaíra (Coopama),  Agropecuária Familiar de Canudos, Uauá e Curaçá (Coopercuc),  Produtores Orgânicos e Biodinâmicos da Chapada Diamantina (Cooperbio),  Produtores de Palmito do Baixo Sul da Bahia (Coopalm), Produtores Rurais de Presidente Tancredo Neves (Coopatan), Desenvolvimento Sustentável da Agricultura Familiar do Sul da Bahia (Coofasulba) e Agroindustrial de Pintadas (Cooap).

--

0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑