Seja bem-vindo. Hoje é

segunda-feira, 20 de novembro de 2017

Cerimônia premia vencedores da regata transatlântica Jacques Vabre

Os primeiros velejadores da regata Jacques Vabre a chegarem à Baía de Todos-os-Santos participaram da cerimônia de premiação, reconhecendo os esforços dos competidores que partiram do porto de Le Havre, na França, no último dia 5. A maior competição transatlântica, com trajeto de oito mil quilômetros, tem apoio do Governo da Bahia, por meio da Secretaria do Turismo (Setur).

Durante a cerimônia, na noite de domingo (19),o secretário estadual do Turismo, José Alves, destacou a visibilidade que a Baía de Todos-os-Santos ganhou na mídia com o retorno da Jacques Vabre para a Bahia, depois de 10 anos. “Sabendo que os resultados seriam bons, o Governo não mediu esforços para que voltássemos a sediar a regata e para que o evento náutico fosse realizado com sucesso”.

Eleito embaixador da regata no Brasil, Lars Grael exaltou a vocação da Baía para os esportes náuticos. “Salvador tem todo potencial náutico, tradição e essa baía maravilhosa”. O velejador medalhista olímpico e campeão de torneios brasileiros, sul-americanos e mundiais também disse desejar que a Bahia, com seu potencial para sediar grandes eventos, seja destino permanente da Jacques Vabre.

Regata
Foto: Ascom/Setur

A história da regata foi tema do pronunciamento de Gildas Gautier, organizador da Jacques Vabre. “A regata refaz a rota do café, saindo de Le Havre, na França, para chegar a um destino produtor do grão”. Por isso, a competição também é conhecida pelo nome Rota do Café.
Ao todo são quatro as categorias da competição - Ultime, Multi50, Imoca e Class40. O barco Sodebo Ultim’, da dupla Tomas Covelle e Jean-Luc Nélios, foi o primeiro a chegar a Salvador, nas imediações do Terminal Náutico. 

Os franceses competiram pela categoria Ultime. Já as duplas Lalou Roucayol e Alex Pella e Jean-Pierre Dick e Yann Eliès foram as vencedoras dos gêneros Multi50 e Imoca. Categoria mais lenta, a Class40 ainda não tem vencedor. Os líderes da prova são Aymeric Chappellier e Arthur Le Vaillant, que estão a cerca de 1,2 mil quilômetros de distância da linha de chegada. O brasileiro Leandro Chicourel e o angolano radicado em São Paulo, José Guilherme Caldas, são os penúltimos colocados, tendo completado até agora 66% da prova. A distância deles até a Baía de Todos-os-Santos é de 2.750 quilômetros.

Entre as autoridades presentes na cerimônia de premiação estavam o secretário estadual da Saúde, Fábio Vilas-Boas, o subsecretário estadual do Turismo, Benedito Braga, o comodoro do Yacht Clube da Bahia, Marcelo Sacramento, o presidente do Conselho Baiano de Turismo, Roberto Duran, e a diretora do Sindicato dos Guias de Turismo do Estado da Bahia (Singtur), Silvana Ross.

Fonte: Ascom/Secretaria do Turismo do Estado (Setur)

0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑