Seja bem-vindo. Hoje é

segunda-feira, 20 de novembro de 2017

Polícia já localizou 97,5% dos desaparecidos na Bahia este ano

Baseados nos dados registrados pela Delegacia de Proteção à Pessoa (DPP), no período de janeiro a outubro, a polícia já auxiliou na localização de 97,5% dos desaparecidos no estado este ano. Isso significa que de 319, já acharam 311 pessoas. Em 2016 não foi diferente, 97,62% das vítimas foram encontradas. A DPP trabalha exclusivamente com ocorrências não delituosas.


A novidade é que o prazo de 24 horas para iniciar a busca foi alterado. “Assim que a família perceber o desaparecimento, checar direitinho os lugares prováveis e não encontrar, já pode acionar a polícia e a procura é estabelecida imediatamente”, explicou a delegada titular, Heloísa Simões. 

Segundo o detalhamento da pesquisa, tanto em 2016 quanto 2017, a principal motivação do desaparecimento são os conflitos familiares. A delegada sinalizou sobre a importância do acompanhamento da família já que a maioria dos desaparecidos têm idade entre 12 a 17 anos. “Mais atenção aos jovens! A dica é a liberdade vigiada, não podemos proibir sempre mas devemos fiscalizar as ações dessa garotada”, salientou. 

Ainda segundo Heloísa, as mídias sociais têm sido ferramentas de auxílio neste trabalho. “A fanpage da DDP tem mais de 12 mil seguidores que ajudam nas buscas mandando informações. É interessante porque as pessoas gostam de fazer parte desse processo”, destacou entusiasmada. 

Existe, também, o aplicativo 'Sipp' (Sistema de Informação para Proteção à Pessoa) que está disponível para download em celulares com sistema operacional Android. Nele, o usuário pode ter acesso a informações de desaparecidos de Salvador. Outra forma de entrar em contato é pelo Disque Denúncia da SSP, ligando 3335-0000, e também pelo WhatsApp da DPP, (71)99631-6538.



Fonte: Ascom/Mariana Andrade

0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑