Seja bem-vindo. Hoje é

terça-feira, 12 de dezembro de 2017

Salvador ganha mais 90 banheiros químicos para o verão

Para atender a demanda de visitantes e turistas que chegam à capital baiana durante o verão, a Empresa de Limpeza Urbana de Salvador (Limpurb) instalou mais 90 banheiros químicos em diversas localidades. Os equipamentos se juntam a outros 253 sanitários fixos presentes na cidade, principalmente em locais turísticos, praças, acesso a terminais de transporte, orla e Centro.

A maior parte dos banheiros está localizada no litoral, pois as praias estão entre os principais atrativos nesta época do ano. “Observamos o fluxo de turistas aumentar com a chegada do verão. Com isso, implantamos mais sanitários desde o início deste mês”, frisa o presidente da Limpurb, Kaio Moraes. Todos os sanitários químicos extras estarão disponíveis até o término do Carnaval.

Os banheiros passam por higienização diária. Para o procedimento, são designados veículos que fazem sucção dos resíduos depositados, além de agentes de limpeza que aplicam uma substância que desodoriza e evita a proliferação de bactérias nos dispositivos. Na orla do município, onde há 120 sanitários fixos, a higienização é feita duas vezes por dia, nos períodos da manhã e tarde.

A Limpurb ainda atua em parceria com a comunidade, disponibilizando sanitários nos diversos eventos que acontecem no verão. Para os grandes eventos da cidade, como Carnaval, Lavagem do Bonfim e outras festas, a empresa trabalha com operação especial.

Vandalismo – Leves, portáteis e funcionais, os banheiros químicos têm na fácil mobilidade e destinação dos resíduos seus principais ganhos. Os equipamentos são essenciais para a cidade, mas são alvos constantes de ações de vândalos.

Segundo balanço da Limpurb, de janeiro até outubro deste ano foram contabilizados 197 sanitários químicos destruídos e 57 furtados em Salvador. Os principais problemas encontrados são pichação, quebra de acessórios e queima total ou de parte da estrutura. Entre os locais onde mais ocorrem as depredações estão Piatã, Itapuã, Pelourinho, Comércio e na região do Terminal da França.

Toda vez que as ações de vandalismo nos banheiros são identificadas após fiscalização, a empresa responsável pelo equipamento tem um prazo de até 48 horas para troca. Cerca de R$ 30 mil são gastos mensalmente para manutenção dos sanitários.

Verão – A capital baiana deverá receber, até fevereiro próximo, 2,4 milhões de turistas - um crescimento de 4,3% em relação ao verão passado, que movimentará R$3,9 bilhões na economia. A expectativa de ocupação hoteleira média até o primeiro bimestre de 2018 é de 70%, sendo 100% no Réveillon e na festa de Momo. De acordo com a Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Secult), do total de visitantes esperados para o Verão 2017/2018, 85% corresponde à demanda interna e os 15% restantes serão preenchidos pela chegada de estrangeiros.

0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑