Seja bem-vindo. Hoje é

terça-feira, 9 de julho de 2024

Reflexões sobre a vida após os 70

 


Sonhos, desafios e a busca por leveza: Reflexões sobre a vida após os 70


Suely Tonarque*


O que significa aproveitar a vida? Esta é uma pergunta que muitos de nós já nos fizemos em algum momento. Aos 72 anos, comecei a olhar para as várias possibilidades da vida com olhos amorosos, perguntando-me: O que ainda é possível? O que desejo fazer ou desfazer verdadeiramente? Até onde posso ir, considerando minhas limitações de idade?


Mesmo na terceira idade, meus sonhos e projetos ainda são vastos, mas as escolhas se tornam necessárias, começando pelas mais simples, como tornar a vida “leve”. Entre as minhas aspirações estão: Estudar inglês; Cantar no coral ou em bares; Estudar cinema ou me tornar uma estrela do teatro do bairro; Ler livros que nunca li, como “Em Busca do Tempo Perdido” de Marcel Proust; Mostrar ao mundo outras formas de se vestir, para si mesma e com arte; Escrever alguns poucos livros sobre a minha alma.


Mas o que é a alma? Existe alma? Não sei se você entende de alma, mas eu sou movida pela emoção de viver os plurais e os singulares da existência. Claro que a alma sou eu. 


Quero escrever para o mundo, para que as crianças aprendam a ler e escrever de maneira lúdica e os idosos possam compartilhar suas histórias e experiências, guardadas na caixa secreta das memórias.


Aproveitar a vida é torná-la leve, recordar, contar e relembrar os momentos. Risos que vivenciei com meus pais, quando tive a oportunidade de desenvolver a minha sensibilidade e, com ela, tentar viver meu cotidiano.


A verdadeira riqueza de aproveitar a vida e torná-la mais significativa é ter a companhia de irmãos e irmãs vivos, amigos, vizinhos, conhecidos e desconhecidos, enfrentando desafios e problemas. É compreender com sabedoria a música “Tocando em Frente” de Almir Sater, que nos lembra:



“Ando devagar porque já tive pressa e levo esse sorriso porque já chorei demais.” 


A canção fala sobre a serenidade que vem com o tempo, a importância do amor, da paz e da aceitação das coisas como são. “É preciso amor para poder pulsar, é preciso paz para poder sorrir, é preciso a chuva para florir.” 


Aproveitar a vida com sabedoria é valorizar o tempo que nos resta, o “presente de viver o presente”. Cada um de nós compõe a sua história, e cada ser carrega o dom de ser capaz e ser feliz.


Levo comigo a certeza de que sei muito pouco, ou nada sei. E, assim, vou seguindo em frente, parafraseando novamente a canção, apreciando cada momento, “conhecendo as manhas e manhãs, o sabor das massas e das maçãs”, com amor, paz e sabedoria. 



*Suely Tonarque é psicóloga, gerontóloga e especialista em moda no envelhecer

0 comentários :

 

Paparazzo

Paparazzo
É DO SALVADOR NOTÍCIAS!

Carnaval

Carnaval
Blog do Carnaval

Eventos

Eventos
Revista (Let's Go)

São João

São João
Arraiá do Salvador Notícias é aqui!
SALVADOR NOTÍCIAS
Todos os direitos reservados desde 2000-2024 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑