Seja bem-vindo. Hoje é

terça-feira, 30 de janeiro de 2018

Chico Buarque denuncia ACM Neto nas redes sociais


Chico reclama da falta de pagamento de direitos autorais no Carnaval e Réveillon 

Nesta terça-feira (30), o cantor e compositor Chico Buarque de Hollanda fez uma postagem em seu Facebook acompanhada de um vídeo, onde consta uma acusação contra a administração do atual prefeito de Salvador, ACM Neto. 

Na publicação, o artista alega que os direitos autorais dos eventos públicos como o Carnaval e o Réveillon promovidos na cidade não são pagos devidamente pela prefeitura. A publicação teve quase 500 curtidas e o vídeo obteve até então um alcance de 8,8 mil visualizações. Entre os comentários, há internautas aprovando e criticando a atitude do cantor. “É o trabalho dele. 

O compositor denuncia que, apesar de Salvador ter sido eleita a “cidade da música” pela Unesco, não paga devidamente os direitos autorais

O cantor e compositor Chico Buarque fez uma postagem nas redes sociais, nesta terça-feira (30), onde acusa a administração do prefeito de Salvador, ACM Neto, de não pagar devidamente os direitos autorais dos eventos públicos que acontecem na cidade.

Em atitude não muito comum, o compositor diz na postagem que “Salvador foi eleita a “cidade da música” pela Unesco e é a capital brasileira que mais promove festas e eventos ao longo do ano”. No entanto, continua Chico, “a Prefeitura da cidade é prejudicial e desrespeitosa com os autores, pois os direitos autorais de eventos públicos, como o Carnaval e o Réveillon, não são pagos devidamente”.

Veja abaixo a postagem do Chico:

Salvador foi eleita a “cidade da música” pela Unesco e é a capital brasileira que mais promove festas e eventos ao longo do ano. A Prefeitura da cidade, porém, é prejudicial e desrespeitosa com os autores, pois os direitos autorais de eventos públicos, como o Carnaval e o Réveillon, não são pagos devidamente. 

Há dois anos, o débito era de cerca de R$ 30 milhões; em 2014, tentou-se que a Prefeitura pagasse R$ 8 milhões, mas a proposta foi recusada pelo prefeito ACM Neto.

O Ecad já moveu inúmeras ações e continua acionando a Cidade e tentando um diálogo. Entretanto, a Prefeitura não se dispõe a negociar.
É preciso enfrentar esse abuso.


O prefeito ACM Neto também respondeu sobre a acusação do Escritório Central de Arrecadação e Distribuição (Ecad) de falta de pagamento dos direitos autorais pela Prefeitura, durante o lançamento do eixo Cidade Criativa do programa Salvador 360, ocorrido nesta terça-feira (30), no Terminal Náutico, no Comércio. De acordo com o gestor, a reclamação do Ecad, diverge com as informações que a administração municipal possui.

“Tenho todo o respeito à manifestação de todos os artistas que assim o fizeram porque, apesar de serem críticas, foram feitas de tom de educação e absoluta legitimidade. Infelizmente, isso não corresponde com o conjunto de informações que nós temos na Prefeitura. Existe de fato uma divergência antiga entre a Prefeitura e o Ecad, que é anterior à minha gestão. É um litígio que está na Justiça e que aguarda deliberação do Poder Judiciário, ou seja, não está no poder do prefeito pagar ou não pagar”, pontuou ACM Neto.

O prefeito salientou ainda que existem pontos que impedem a resolução do impasse.  “Existem muitas dúvidas sobre como foi feita a cobrança, se o montante cobrado é devido, a natureza jurídica que dá ensejo ou não ao direito cobrado. A Procuradoria (Geral do Município) e a Saltur (Empresa Salvador Turismo) tratam desse assunto há algum tempo. O município só pode agir e proceder depois que não houver dúvidas judiciais quanto à cobrança”, finalizou.


0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑