Seja bem-vindo. Hoje é

segunda-feira, 12 de junho de 2017

Estudantes embelezam colégio no Engenho Velho de Brotas com a arte em grafite

O Colégio Estadual Leda Jesuíno, localizado no bairro Engenho Velho de Brotas, em Salvador, nunca mais será o mesmo após as intervenções artísticas realizadas pelos estudantes nesta sexta-feira (9). Com a técnica da grafitagem e muita criatividade, eles deixaram suas marcas através do projeto #GrafitaÊ, da Secretaria da Educação do Estado, grafitando os muros da escola e customizando carteiras antigas.

Por meio dessa ação artística-cultural, os alunos contaram suas histórias e traduziram suas inspirações através dos desenhos e cores. Este é o caso do estudante Caíco Santos, 17, que estudada a modalidade Tempo Juvenil IV. “É muito gratificante poder deixar nossa marca na escola com imagens que a gente gosta e se identifica. Agora, a escola está mais atrativa e estimulante”, garante o estudante.

A líder de classe, Joseane Vitória Santos, 16, 8º, também não ficou de fora do movimento. “Estou tendo a minha primeira experiência com o grafite aqui na escola e gostei tanto que quero me aperfeiçoar. Além disso, reformar as carteiras antigas foi muito divertido porque estamos preservando o que é nosso através da arte”, diz animada.

A grafitagem foi orientada pelos grafiteiros Gringo, Bigu e Maninho, sendo o último um ex-alunos da unidade escolar e morador da comunidade do Engenho Velho de Brotas. Já a reciclagem das carteiras recebeu a instrução do design Kim Vasconcelos. Para a diretora da unidade escolar, Maria Inês Silva, a iniciativa está fortalecendo, ainda mais, o sentimento de pertencimento nos estudantes. “Através da arte, eles se apropriam dos espaços que são deles e de toda a comunidade escolar para tornar os ambientes ainda mais estimulantes para o aprendizado. Outra questão é o empoderamento que eles têm ao saber que podem ser agentes de transformação dentro e fora do espaço escolar”, destaca a gestora.

#GrafitaÊ – Abrangendo 270 unidades neste ano, a proposta do projeto é colorir as paredes das escolas, utilizando a linguagem da arte urbana, grafite e suas diferentes dimensões, com foco em temas abordados no cotidiano escolar dos estudantes da rede estadual, como racismo, gênero, sexualidade, empreendedorismo, tecnologias, redes sociais e empoderamento estudantil.

Fotos: Emerson Santos

0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑