Seja bem-vindo. Hoje é

quinta-feira, 5 de outubro de 2017

Tradicional Feira de Trocas de Brinquedos realiza 10ª Edição no próximo sábado

Afinal, o que é essencial para a criança: um brinquedo ou a brincadeira? Quem já participou de uma das nove edições anteriores da Feira de Troca de Brinquedos tem a resposta na ponta da língua: brincar! Brincar muito! E é isso que move todas as crianças para arrumar seus brinquedos, separar aqueles que já estão esquecidos no fundo do baú e ir à Feira para brincar, exercitar o desapego e aprender que brincar é melhor que comprar!

O Dia das Crianças está se aproximando repleto de apelos comerciais e a Feira de Troca de Brinquedos, se contrapondo à ideia consumista, tira o foco do “comprar” e apresenta esta vivência brincante, livre, criativa e lúdica como uma alternativa para materializar aquilo que já sabemos: que as crianças precisam de mais presença e menos presentes.

O ato de trocar brinquedos traz para o nosso cotidiano pilares importantes da sustentabilidade com ênfase em reduzir (consumo) e reaproveitar (bens). A proposta da Feira de Troca de Brinquedos é comprar menos, brincar mais: percebendo que se precisa de pouco brinquedo para brincar muito.

Salvador abraçou a ideia do Instituto Alana e desde 2012 organiza a Feira de Troca de Brinquedos, chegando a sua 10ª edição a ser realizada no sábado, 07, das 9 às 11 horas, na Praça Flora (Pituba), evento sem fins lucrativos e promovido por mães, pais, brincantes, artistas e educadores voluntários, com apoio do Movimento Infância Livre de Consumismo. A vida longa e a adesão à ideia das feiras de troca podem servir como lembrete de que não se encontra tudo o que se precisa para viver e ser feliz nas prateleiras das lojas e supermercados.

Vamos brincar de quê?

Juntando retalhos de todas as cores, parceiros chegam junto à feira para colorir ainda mais o evento. Nesta edição comemorativa de cinco anos, parceiros de longas datas e novatos se misturam para costurar mais poesia à manhã de trocas: teremos brincadeiras criativas com os brincantes da “Eureka”, palhaçaria com a trupe “Um mimo por um sorriso”, cirandas com “Bacuri”, oficina de “Dança Materna” para mães, pais e famílias com bebês, oficina de ilustração com “Iris Pirajá”, experiências lúdicas e alimentação saudável com “Nutrilla Refeições”, roda de música com "Los Papas", oficina de compostagem transformando os resíduos gerados na Feira em alimentos com “Terra Vida” e degustação de cafés especiais de Piatã para os adultos com o barista Lucas Campos da "CaféTur".

A casinha dos “Livres Livros” estará presente sussurrando e recebendo doação de livros infantis e adultos em bom estado. A equipe da Organização do Auxílio Fraterno (OAF) também estará na feira, recebendo doação de brinquedos para o seu orfanato-escola que atende aproximadamente 80 crianças entre 0 e 11 anos, no bairro da Liberdade.

Vamos fazer um dia das crianças realmente diferente e viver na prática uma infância livre de consumismo?

Dicas para realizar as trocas:
- Para começar, junto com a criança, escolha brinquedos em bom estado e aproveite este momento para conversar sobre a quantidade de brinquedos, especialmente atentando para aqueles muito desejados e pouco usados pelas crianças.
- Na Feira, criança troca com criança, sejam brinquedos, livros ou afetos. Adultos observam e facilitam caso haja a necessidade. Vamos priorizar a autonomia à criança dentro das suas capacidades e limites.
- Os brinquedos e livros são expostos em cangas ou esteiras para serem vistos por todos.
- As crianças visitam as “barracas” para escolher e começar as trocas com os colegas.
- As próprias crianças perguntam o que desejam trocar e negociam.
- Os adultos podem ajudar, sempre para facilitar ou dar ideias que viabilizem as trocas, mas nunca impedir a troca que é desejada pela criança.
- Os adultos devem evitar fazer julgamentos sobre o valor monetário dos brinquedos negociados: na Feira o que vale é o potencial lúdico que apenas a criança sabe qual é.
- Se a criança não quer trocar, não insista. Ela não deve ser obrigada só porque está ali.
- Às vezes acontece o arrependimento diante uma troca considerada desvantajosa ou a criança fica aborrecida porque a troca não é efetivada. Cabe aos adultos conversar com as crianças e extrair lições para ambos: lidar com a frustração é mais das mais ricas oportunidades que a Feira de Troca de Brinquedos e Livros traz para todos os envolvidos, adultos e crianças: aproveitem!

erviço:
10ª edição da Feira de Troca de Brinquedos
Quando: 7/10/2017, sábado, das 9 às 11 horas
Onde: Praça Flora, na Rua Guillard Muniz na Pituba
Quanto: gratuito
Como participar: levar brinquedos e livros em bom estado de conservação para troca, toalha ou esteira para exposição dos brinquedos, lanche e água, proteção solar, amigos e disposição para trocar e brincar muito
Dica: é importante levar as crianças ao banheiro antes de e sair de casa: na feira não há estrutura

0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑