Seja bem-vindo. Hoje é

quinta-feira, 19 de outubro de 2017

Em Audiência Pública, profissionais discutem sobre doenças infectocontagiosas transmitidas por animais

Doenças infectocontagiosas transmitidas por animais foi tema de discussão de uma Audiência Pública, realizada nesta quarta-feira (18), na Câmara Municipal de Camaçari. Profissionais da área da saúde, vereadores e população debateram sobre o assunto, que abordou sobre a transmissão, prevenção e o combate às doenças.

“Por falta de zelo, muitos animais são abandonados nas ruas pelos próprios donos, um problema sem fim. Isso faz com que, facilmente, eles se tornem portadores de enfermidades aos seres humanos”, justificou o proponente da audiência, vereador Pr. Neilton (PSB).

Dr. Edgar Lessa, médico especialista em medicina tropical, profissional lotado na coordenação da Vigilância Epidemiológica de Camaçari, explanou sobre cinco tipos de doenças: Leishmaniose Visceral, Leishmaniose  Tegumentar – LTA, Esporotricose, Leptospirose e Raiva, presentes nas áreas urbanas e rurais. Na oportunidade, ele falou sobre a transmissão das enfermidades, maiores áreas de risco e dados estatísticos. Drª Adriana Oliveira Almeida, mestra em medicina veterinária preventiva, lotada no Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), também esmiuçou sobre as doenças infectocontagiosas.

A audiência contou também com a apresentação da diretora de Vigilância em Saúde de Camaçari, Maria de Fátima Sá Guirra, enfermeira mestra em epidemiologia, que apresentou um panorama geral da vigilância em saúde no município. A sanitarista Shirley Rocha, coordenadora do CCZ de Camaçari, representou a Vigilância Sanitária e comentou como é o funcionamento do órgão. Já a médica veterinária Drª Joyce dos Santos Gomes comentou sobre a relação dos animais com os seres humanos.

A audiência contou também com a participação da ativista do Movimento Pró-Animal, também presidente da Frente Parlamentar de Defesa dos Animais na Câmara Municipal de Salvador, a vereadora Ana Rita Tavares, do Partido da Mulher Brasileira (PMB). Na ocasião, a parlamentar explicou sobre políticas públicas, ordenamento jurídico brasileiro, assistência e atenção aos animais.  

Para o vereador Jackson (PT), faltam políticas públicas relacionadas ao trato dos animais no município. “Na semana passada, presenciei dois animais soltos em uma UPA. Percebemos não somente a falta de responsabilidade dos proprietários desses animais, como de políticas públicas para tratar o problema. Essa é uma questão preocupante, sem contar os acidentes que vêm ocorrendo na cidade por causa desses animais soltos”, comentou.

O vereador Gilvan (PR) parabenizou ao vereador Pr. Neilton pela solicitação da audiência e lembrou das indicações que estão tramitando na Casa pertinentes aos cuidados com os animais do município. Entre elas, a construção de um hospital municipal veterinário, proposta pelo presidente da Casa, vereador Oziel (PSDB); e a implantação de uma unidade móvel de esterilização de animais domésticos, denominada como “Castramóvel”, de autoria do vereador Flávio Matos (DEM).
-- 

0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑