Seja bem-vindo. Hoje é

segunda-feira, 4 de dezembro de 2017

Verão demanda cuidados extras com o coração

Oficialmente, o verão só começa no próximo dia 21. Mas não só as altas temperaturas já estão aí como também os hábitos das pessoas começaram a mudar nos últimos dias. Alterações alimentares e relacionadas às atividades físicas são comuns nesta época. Muitos sedentários neste período buscam se movimentar e fazer dietas para perder o excesso de peso acumulado ao lonfgo do ano. Contudo, especialistas alertam que certas mudanças podem causar alterações cardíacas diversas.

De acordo com o Cardiologista da Clínica ADS, Cláudio Bacelar, pessoas com maior risco cardiovascular, tais como idosos, hipertensos, obesos, tabagistas e diabéticos, se arriscam ao alterar sua rotina por conta própria. “É muito importante consultar um médico antes de iniciar qualquer atividade física e um nutricionista para orientar sobre emagrecimento saudável. Em cidades litorâneas, como a nossa capital, os frutos do mar são muito apreciados, mas é importante lembrar que muitos colaboram para a elevação do colesterol, principal fator desencadeante da aterosclerose”, explica.
            O médico diz, ainda, que as pessoas que tomam medicamentos para hipertensão arterial devem ficar atentas às temperaturas elevadas. “No verão, o calor extremo e a umidade aumentam a perda de água e sais minerais através da transpiração e da respiração”, destaca. A solução é aumentar a ingestão de líquidos, principalmente em pacientes de maior faixa etária e que fazem uso de diuréticos.
Como a tendência natural do corpo é reduzir a pressão no calor, o uso de vasodilatadores pode acentuar essa queda, causando hipotensão. Uma reavaliação médica antes de sair de férias é importante: pode haver necessidade de uma alteração na dosagem dos medicamentos. Medir a pressão arterial com maior frequência também pode evitar surpresas desagradáveis.

Dicas – Para garantir a saúde do coração na estação mais quente do ano, seguir algumas dicas pode fazer toda a diferença. A primeira delas é evitar os raios solares mais fortes. É melhor escolher o período da manhã ou o fim da tarde para as sessões de exercício físico ao ar livre. Para um dia inteiro fora de casa, é importante limitar o tempo de exposição ao sol e aproveitar as sombras disponíveis. Passar filtro solar de boa qualidade diariamente também é recomendável, assim como o uso de roupas largas, com cores claras, que desviam os raios solares.

Segundo a Nutricionista da Clínica ADS, Carla Reis, tanto cardiopatas quanto pessoas que não sofrem de problemas no coração devem beber muita água, no mínimo 2 litros por dia. Além disso, é fundamental reduzir o consumo excessivo de sal e gorduras neste período. “Ao contrário do inverno, no verão nosso corpo precisa de menor quantidade de energia. Usar alimentos muito calóricos pode sobrecarregar o organismo e dificultar inclusive o seu funcionamento”, destaca.

Neste sentido, o melhor é priorizar o consumo de verduras, legumes e frutas, alimentos ricos em vitaminas e minerais. Cereais integrais e carnes magras devem completar nossa alimentação. “Alimentos fontes de ômega 3, como salmão, sardinha e linhaça melhoram a inflamação e consequentemente as manchas da pele por exposição solar”, explica Carla Reis.  “Água de coco e sucos naturais com pouco ou nenhum açúcar também são bem vindos na estação verão”, conclui a nutricionista.

0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑