F F | SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.

<;h2>

Seja bem-vindo. Hoje é

Denúncia

Cidade

Brasil

Mundo

Municípios

Segurança

Esporte

Política

Economia

Turismo

Saúde

Gastronomia

Utilidade Pública

Cultura


Nós apoiamos!

terça-feira, 20 de abril de 2021

Produção audiovisual narra história de jovens do subúrbio de Salvador

 


A produção audiovisual “O Artista Suburbano – o Filme”, elaborada pelo artista e diretor Vagner Jesus, de 21 anos, estreia nesta terça-feira (20), no canal do Artista Suburbano no YouTube. A obra foi uma das contempladas pelo Prêmio Conceição Senna de Audiovisual, da Fundação Gregório de Mattos (FGM), por meio da Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc.

 

Com classificação livre, o filme narra as aventuras cômicas do personagem no cotidiano da comunidade em Alto do Cabrito. De acordo com Vagner, o audiovisual utiliza linguagem de vlog, diário feito por vídeo, e mescla cenas do dia a dia entre as mais belas paisagens da região com as telas verticais das redes sociais. Além disso, também alia o humor com um forte traço documental e flagra peculiar dos moradores em lidar com a pandemia.

 

“Essa é primeira vez que fui contemplado em um edital. Tive a oportunidade de expandir a produção, gerar trabalhos para os moradores da comunidade e, também, aquecer o cenário econômico utilizando insumos locais para a produção do filme. O objetivo é mostrar que o local onde vivemos é lindo e que temos sim uma perspectiva de vida”, conta.

 

História – O roteiro do filme foi criado em 2015, quando Vagner Jesus fazia aula de teatro em um espaço cultural em Alto do Cabrito. Segundo o jovem, na época ele tinha 15 anos e começou a produzir vídeos de humor para a internet.

 

“Quando fazia teatro, éramos sempre incentivados a conhecer nosso bairro. Com isso, passei a enxergar uma oportunidade possível de crescer enquanto artista e ampliar minha arte. Alguns anos se passaram e hoje tenho a oportunidade de apresentar esse trabalho”, diz.


Leia Mais >>

Nave mãe - Peça on-line para adultos e crianças



 O trabalho escravo no Brasil de hoje é o mote do novo solo do baiano Alan Pellegrino. O ator dá voz a personagens como Guará, um típico brasileiro invisível cuja história é contada através de múltiplas narrativas num híbrido de teatro e audiovisual


“Quando uma mulher indígena é assassinada, eu sempre penso: poderia ser minha mãe.


Quando um homem indígena é assassinado, eu sempre penso: poderia ser eu” (fala da peça) 


O Brasil fez uso da mão de obra escrava ao longo de três séculos. Foram, portanto, 30 décadas ou 300 anos de escravidão. A escravidão foi oficialmente abolida no país em 1888, mas algumas células desse sistema ainda eram vistas nos anos seguintes. Um século após esse fim, entre os anos 1980 e 2000, na cidade de São Paulo, a mais rica do país, o trabalho análogo à escravidão perpetuava-se nos fundos de quintais, em empresas clandestinas. Essas empresas ganharam os nomes de facções – o mesmo dado a grupos criminosos. É numa dessas facções que vamos encontrar Guará, jovem que troca sua cidade natal pela ilusão de um trabalho bem remunerado e de uma vida mais digna. Guará trabalha numa confecção de calças jeans na Cidade das Formigas, onde é ambientada boa parte da trama de “Nave mãe”, segundo solo do ator baiano Alan Pellegrino, também autor do texto, fruto de sua segunda incursão pela dramaturgia. Depois de dar vida no teatro ao lendário Volta Seca, remanescente do bando de Lampião, ele mira agora em temas sociais como o do trabalho escravo. O ator e dramaturgo é novamente dirigido por Joelson Gusson, com quem criou a companhia Dragão Voador, repetindo, assim, a parceria de espetáculos como “Hotel Brasil” (2017) e o supracitado “Volta Seca” (2018). A encenação de “Nave mãe” foi contemplada com o edital “Retomada Cultural, promovido pela Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa do Rio de Janeiro, através da Lei Aldir Blanc, e poderá ser assistida de forma remota, de 17 a 29 de abril, através das transmissões gratuitas pelo canal da Dragão Voador no YouTube.


 



A trama é ambientada nos dias de hoje, com referências ao novo coronavírus e à pandemia, o que não impede a narrativa de ir e voltar no tempo. Em uma dessas voltas, somos levados ao ano de 1996, quando um grupo de mães passa a marcar presença na Praça da Sé, Centro de São Paulo. Em comum, a busca pelos filhos desaparecidos. Esse grupo ficou conhecido como Mães da Sé numa referência às Mães de Maio (Madres de la Plaza de Mayo), unidas por encontrar os corpos dos filhos, vítimas do regime militar na Argentina. Em paralelo à trajetória de Guará, acompanhamos a busca de sua mãe por seu paradeiro. 


E Alan personifica todos esses personagens, sendo ele próprio um deles. Ele usa de seu corpo e sua voz para colorir cada um com tinta própria. E o Guará se difere do truculento Gato, que, por sua vez, difere do Tamanduá, que, por fim, difere do sobrevivente ao levante (olha o spoiler!). Da mesma forma que o narrador se desdobra em outros, o mesmo pode ser dito sobre a narrativa, que abre-se dando lugar a outros lugares de fala. À linha do tempo de Guará são costuradas falas como a do rapper Criolo ou a de um pequeno trabalhador rural, assombrado por um sonho recorrente. Tais recursos narrativos juntam-se num caleidoscópio em nada colorido. As tintas são, no caso, ocres em razão dos temas levantados pelo enredo. 


“Nave mãe” é também uma canção de Vital Farias, lançada no LP “Taperoá”, de 1980. A canção também mistura-se à narrativa do espetáculo. E traduz o vínculo do ator com sua mãe, de quem foi afastado na mesma década em razão de ela ir trabalhar no exterior. “Essa origem da qual faço parte e da qual fui em busca me revelou um passado não tão distante, que me fez refletir sobre quem sou”, reflete o ator fazendo em seguida um alerta: “Eu não me deixei ser escravizado no passado e, se hoje escrevo sobre isso, é para fazer com que essa mensagem ganhe um novo significado para o futuro”.  


Nesses tempos em que a vida virou moeda num jogo macabro onde o negacionismo dá as cartas, com indivíduos reduzidos a meras estatísticas, o futuro é agora.


 


Sinopse: 


Guará deixa sua cidade natal atraído pela oferta de trabalho na fictícia Cidade das Formigas. Na nova cidade, ele ingressa numa facção – como são chamadas certas empresas clandestinas – voltada à confecção de roupas. O ambiente mostra-se hostil, num trabalho análogo à escravidão, pautado pela exploração e pela opressão da classe trabalhadora. 


Ficha técnica: 


Idealização, dramaturgia e performance: Alan Pellegrino


Direção: Joelson Gusson e Alan Pellegrino


Diálogo Artístico: Maria Luisa Friese


Coordenação de Projeto: Sarah Alonso


Cenário e figurino: Joelson Gusson


Iluminação: Guiga Ensá


Preparação vocal: Jorge Maia


Produtor associado: Osvan Costa


Produção executiva: Máximo Cutrim


Assessoria de imprensa: Christovam Chevalier


Mídias sociais: Marianne Lorole


Programação Visual: Joelson Gusson


Fotos: Carol Nunes


Filmagem: Ubuntú Produtora


Produção: Riquixá Invenções Artísticas


Realização: Dragão Voador


 


Serviço:


 


Nave Mãe


 


Estreia: dia 17 de abril (sábado)


 


Após a apresentação, haverá debate com a participação do padre Ricardo Rezende, defensor dos Direitos Humanos, em especial das vítimas de conflitos fundiários no Pará


 


Temporada: 17 a 29 de abril


 


Dias e horários:


 


Transmissões: Sessões pelo canal da Dragão Voador no YouTube


 


Duração: 35 minutos


 


Classificação: 12 anos




Link: https://www.youtube.com/channel/UCu1XsaR5z_4WBNePDcn2fjw

Leia Mais >>

Prefeitura libera funcionamento de piscinas e espaços de dança

 


Com a estabilização dos números da pandemia em Salvador, a Prefeitura liberou a retomada de mais atividades que estavam suspensas por conta das medidas de enfrentamento à Covid-19.  Conforme o decreto nº 33.793, publicado em edição extra no Diário Oficial do Município de domingo (18), está autorizada a utilização das piscinas das academias e dos clubes sociais, recreativos e esportivos exclusivamente para práticas esportivas, bem como espaços de dança e escolinhas.

 

Esses locais podem funcionar de segunda a domingo, inclusive feriados, com horário livre, observando os limites impostos pelo toque de recolher decretado pelo governo do Estado, assim como os protocolos geral e setorial de cada atividade. As regras podem ser consultadas no site www. informe. salvador. ba. gov. br/coronavirus.

 

No caso das piscinas de academias e clubes, os protocolos estabelecem que as aulas devem ter duração máxima de 50 minutos, com intervalo mínimo de 10 minutos entre elas para higienização de escadas, suportes e dos ambientes. É obrigatório afixar, em locais visíveis ao público e próximo aos acessos às piscinas, a capacidade máxima de pessoas que podem utilizar estes espaços simultaneamente.

 

Deve ser mantido um distanciamento mínimo de dois metros entre os alunos dentro das piscinas e em todos os momentos em que estiverem sem máscara. Além disso, cada raia poderá ser utilizada por, no máximo, dois alunos simultaneamente.


 

Segue proibida a disponibilização, empréstimo ou compartilhamento de equipamentos utilizados durante as aulas, como pranchas, macarrão, pullbuoy, dentre outros. Estes equipamentos só poderão ser utilizados se os próprios alunos os levarem para a academia. Também continua proibido o uso de calçados utilizados no ambiente externo ao da academia, após passar pelo lava pés e/ou ducha externa.

 

Dança – Escolas e estúdios de dança, balé, jazz, sapateado, danças urbanas e semelhantes também estão autorizados a receber o público mediante os critérios sanitários para impedir a disseminação da Covid-19. Desse modo, segue proibida a realização de ensaios, coreografias e apresentações que gerem contato físico ou redução do distanciamento mínimo de 1,5 metro entre as pessoas, inclusive professores e instrutores.

 

As turmas deverão ter composição fixa de alunos de maneira a permitir a rastreabilidade caso necessário. Além disso, os usuários não poderão usar nos estabelecimentos os mesmos calçados que utilizaram nos ambientes externos para chegar às escolas. As mochilas, bolsas e sacolas deverão ser armazenadas em locais específicos para este fim, devendo-se evitar o contato entre esses utensílios.

 

Escolinhas – Já as escolinhas de atividades esportivas, inclusive nos clubes sociais, recreativos e esportivos, estão liberadas para o máximo de dez alunos. As aulas devem ser realizadas em áreas com pelo menos 6 m² por aluno, com grupos fixos, cabendo ao professor manter o distanciamento de pelo menos 1,5 m entre os alunos e os materiais utilizados durante as aulas deverão ser individuais.

 

Estão proibidas aulas de artes marciais e lutas como jiu-jitsu, boxe, boxe tailandês, muay thai, judô e capoeira. Os grupos de alunos de cada aula deverão permanecer constantes e registrados para permitir, caso necessário, o acompanhamento das pessoas que mantiveram contato.

 

As aulas devem ter duração máxima de 50 minutos, com intervalo mínimo de dez minutos entre elas para higienização completa dos ambientes, utilizando os produtos sanitizantes adequados.


 Fotos: Jefferson Peixoto/Secom


Leia Mais >>

Hemoba da Vasco da Gama funciona em horário especial neste feriado (21)


 No feriado de Tiradentes, na próxima quarta-feira (21), a sede da Hemoba, localizada na Vasco da Gama, funciona em horário especial. Os atendimentos acontecerão das 7h às 12h30. As demais unidades, instaladas nos shoppings Salvador Shopping e Salvador Norte Shopping, no Hospital do Subúrbio e no Hospital Irmã Dulce, estarão fechados.  


Na quinta-feira (22) os atendimentos voltam aos horários habituais. Na sede, na Vasco da Gama, de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 17h e aos sábados das 7h às 12h30; nos shoppings de terça-feira a sábado, das 10h às 17h; no Hospital do Subúrbio, de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 12h e das 13h às 16h30; e no Hospital Irmã Dulce, de segunda a sexta-feira, das 7h10 às 11h30 e das 13h às 16h.   


No interior


todas as unidades da Hemoba estarão fechadas. Na quinta-feira (22), os pontos de coleta retomam o serviço nos horários normais de funcionamento, que podem ser consultados no site da Hemoba.  


As doações de sangue podem ser agendadas em todo o estado, através do e-mail horamarcada@hemoba.ba.gov.br, no site da instituição ou através do telefone de cada ponto de coleta disponível no mesmo link.


Fonte: Ascom/ Hemoba

Leia Mais >>

BBB 21: É pau! Juliette aparece com 75% de chances de vitória; Gil aparece em 2º e Camilla em 3º


 Na reta final do BBB, Betfair.net elaborou ranking com chances de vitória dos participantes


O Big Brother Brasil já entrou na reta final e os brothers estão disputando a preferência do público! Na competição pelo grande prêmio de R$1,5 milhão, os brothers estão vivendo momentos divertidos e conturbados no confinamento, batalhando por uma vaga na grande final. 


Com o top 9 do BBB 21 definido, a Betfair.net, especialista em cálculo de probabilidades, analisou os participantes restantes e apontou as chances de vitória dos confinados. 


Maior alvo dos participantes, Juliette virou a queridinha do público e tem as maiores chances de vitória, 75%, ocupando o primeiro lugar no ranking elaborado pela Betfair.net. Na sequência está Gilberto, o Gil do Vigor, com 8% de chances. 


Camilla de Lucas aparece na sequência com 6% de chances de vitória. Continuando o ranking está Viih Tube, com 4% de chances na análise da Betfair.net.


Já com as menores chances de vitória estão Pocah e Caio, ambos com 0,5% de chances de vitória. 


Confira o ranking com as chances de vitória dos participantes do BBB 21, elaborado pela Betfair.net: 


Juliette – 75%

Gilberto – 8% 

Camilla de Lucas - 6%

Viih Tube – 4%

João Luiz – 3%

Fiuk – 2%

Arthur – 1%

Pocah – 0.5%

Caio – 0.5%

A Betfair.net analisou também algumas possibilidades que podem acontecer durante o jogo e após o término do BBB 21.


Caso esteja no paredão, qual o brother que não escaparia da eliminação do público? Segundo o time de especialistas de Betfair.net, Viih Tube teria maiores chances de deixar a competição. 


Viih Tube - 40%

Fiuk - 20%

Pocah - 10%

Caio - 10%

Arthur - 10%

João Luiz - 5%

Camilla de Lucas - 2%

Gilberto - 2%

Juliette - 1%

A favorita ao prêmio de R$1,5 milhão é também a com as maiores chances de conseguir um contrato com a TV Globo após o final da competição. Juliette já é sucesso entre o público e entre os patrocinadores, por isso, a paraibana tem as maiores chances de virar global. 


Juliette - 70%

Camilla de Lucas - 15%

Viih Tube - 8%

João Luiz  - 2%

Gilberto - 2%

Fiuk - 0.5

Pocah - 0.5

Arthur - 0.5

Caio - 0.5


Fonte Sobre a Betfair.net:


A Betfair.net é parceira oficial da CONMEBOL Libertadores e CONMEBOL Sul-Americana

Leia Mais >>

Festival de Solos Online traz artistas renomados para falar sobre diversidade

 


Com curadoria do ator Lázaro Ramos, o evento busca diversidade étnica, racial, social e de gênero nas diversas linguagens artísticas


MINISTÉRIO DO TURISMO, SECRETARIA ESPECIAL DE CULTURA, GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO, POR MEIO DA SECRETARIA DE CULTURA E ECONOMIA CRIATIVA E, BR PRODUTORA APRESENTAM: FESTIVAL DE SOLOS ONLINE


Com o propósito de reunir artistas e pensadores de áreas e gêneros diversos, para todos os públicos, que habitualmente não tem oportunidade de ver o tema diversidade, o Festival de Solos Online traz programação variada nos dias 23, 24 e 25 de abril, tudo transmitido online pelo link: www.youtube/brprodutora e também via www.facebook.com/brprodutora


O projeto foi contemplado pelo Edital Proac Expresso Lei Aldir Blanc nº 40/2020 e, conta com apoio do Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa, junto do Ministério do Turismo e da Secretaria Especial de Cultura, Governo Federal. O projeto tem como curadores o ator, escritor, diretor e produtor Lázaro Ramos e a bailarina, coreografa, professora, consultora de imagem, produtora cultural e ex-diretora do Teatro de Dança do Governo do Estado de São Paulo, Viviane Procópio, com colaboração do ator, diretor e produtor Kiko Mascarenhas.


O festival conta com personalidades do cenário nacional nas áreas de teatro, dança, música, contação de histórias, diálogos e reflexão, abrangendo várias linguagens e diversidades étnicas, raciais, sociais e de gênero.


Considerando as medidas de distanciamento social, provindas de políticas de combate ao COVID-19, as apresentações estão sendo feitas pelos artistas e influenciadores no formato online, visando à segurança de todos os envolvidos e a realização do projeto em meio ao isolamento e as restrições impostas pela pandemia.


O formato online é também uma forma da arte se expressar em tempos tão difíceis e do artista continuar trabalhando com o uso de novas plataformas para realizar apresentações via internet em tempos de teatros e espaços fechados, sendo que a arte se demonstrou tão necessária para acolher e enfrentar o momento.


“Este festival de solos é um respiro neste momento tão difícil, mas que comprova que a arte resiste, se transforma e se adapta para permanecer na vida das pessoas”, define Lázaro Ramos.



O ProAC (Programa de Ação Cultural do Estado de São Paulo) é um programa de incentivo cultural que visa apoiar e patrocinar a divulgação artística e cultural do Estado de São Paulo. Atualmente, junto da Lei Aldir Blanc, o ProAC se mostra de suma importância, na forma do Festival de Solos Online, para a preservação de eventos e grupos artísticos, que se vêem em momentos de dificuldades provindas da necessidade de cuidados contra o atual cenário de pandemia. Por compreender o momento de crise, o curador Lázaro Ramos, optou por doar seu cachê. A Casa de Cultura Tainã, na cidade de Campinas, no interior de São Paulo, que engloba diferentes projetos com crianças e adolescentes fortalecendo a cidadania e inclusão social, será a entidade beneficiada.




Confira a programação completa:


1ºdia – Sexta-feira: 23/04


19h - Marcella Gozzi em “O que me habita” (Dança)

20h - Gero Camilo em “A Casa Amarela” (Teatro)

21h30 - Virgínia Rosa em “Faz escuro mas eu canto” (Música)

23h – Majur (Música)


 



2º dia – Sábado: 24/04


11h - Wellington Nogueira em “Como tudo começou” (Contação de história)

17h - José Carlos Arandiba – Zebrinha em “O corpo negro da dança brasileira” (palestra)

19h - Rui Moreira em “Co ês” (Dança e Contação de história)

21h - Silvero Pereira em “BR Trans” (Teatro)

23h – Coral em AoCoral (Música)


 



3º dia – Domingo: 25/04

10h - Ailton Krenak (Palestra)

17h - Valdo Matos em “A árvore e a aranha” (Contação de histórias)

18h – Veri Weinlich em “Navegar é Saber” (Música)

20h - Rosa Marya Colin (Música)


 



Ficha Técnica do Festival

Curadoria – Lázaro Ramos e Viviane Procópio

Colaboração – Kiko Mascarenhas

Diretora de Produção – Viviane Procópio

Assistente de produção – Igor Dib

Arte – Ivana Cubas Estúdio

Assessoria de Imprensa – Luciana de Almeida/Confraria da Informação

Assessoria Contábil e Jurídica – Datecon

Concepção e Produção – BR Produtora

Realização – BR Produtora, Secretaria de Cultura e Economia Criativa, Governo do Estado de São Paulo, Secretaria Especial de Cultura, Ministério do Turismo 



Serviço:

Festival de Solos Online

Datas: 23, 24 e 25 de abril em diversos horários, conforme a programação

Transmissão online: www.youtube.com/brprodutora e www.facebook.com/brprodutora

Redes sociais: facebook e instagram @brprodutora e youtube/brprodutora

Leia Mais >>

Dia do Churrasco: saiba quais os melhores cortes Bassi para fazer um churrasco gourmet em casa


 
Os cortes sofisticados e de alta qualidade são os destaques da refeição


São Paulo, 19 de abril de 2021 – O churrasco é uma verdadeira paixão nacional. Seja para o almoço durante a semana ou ocasiões especiais com família e amigos, a carne assada no fogo ou na grelha é sempre uma boa opção. Por isso, em 24 de abril é comemorado o Dia do Churrasco, a refeição mais amada dos brasileiros. 


Para comemorar a data, a Marfrig, líder global em produção de hambúrgueres e uma das maiores empresas de carne bovina do mundo, aposta nos produtos da linha Bassi, uma marca que é referência em carnes premium há mais de 45 anos e convida seus consumidores a fazer um churrasco gourmet em casa. Além das tradicionais picanha, fraldinha e maminha, outros cortes premium trazem ainda mais sabor quando assados em altas temperaturas.  São eles: 


- Bife de chorizo: muito conhecido como contrafilé, ainda mais macio e saboroso, com alto acabamento de gordura e marmoreio, que é a acumulação de gordura intramuscular na carne;



- Bife ancho: filé de costela, que garante maciez e sabor indescritível para o churrasco gourmet;


- Assado de tiras: costela do dianteiro, basta colocar na grelha para ter altos níveis de suculência;


- Short rib: acém com osso, um corte especial que vem surpreendendo os amantes de carne. Retirado da parte dianteira da costela do boi junto com o miolo de acém, possui alto grau de marmoreiro, o que oferece um sabor diferenciado ao corte,


- Prime rib: lombo com osso, vem da parte mais premium e macia da costela. Iniciar o processo na brasa pelo lado do osso garante ainda mais peculiaridade ao paladar.


Todas as carnes podem ser feitas da maneira tradicional, no fogo a lenha ou carvão, nas churrasqueiras elétricas e a gás, até mesmo na air fryer -- boa opção para quem não tem tanto espaço em casa ou possui restrições para instalar outros modelos. 


“Queremos lembrar nossos consumidores que todo dia é dia de fazer churrasco. E contar com uma linha de cortes premium pode fazer esse momento ainda mais especial, com sabor, qualidade e maciez que só uma marca especialista como a Bassi pode trazer”, diz Leonardo Pereira, Diretor de Marketing e Trade Marketing da Mafrig.


Os consumidores podem encontrar a linha Bassi em supermercados físicos e e-commerces das regiões Sul e Sudeste do país. No site da Marfrig também é possível localizar os parceiros revendedores: 


https://www.marfrig.com.br/marcas/brasil/onde-encontrar.


 



Fonte MARFRIG 


Leia Mais >>

Biofábrica da Bahia e SDR entregaram mais de 50 mil mudas na primeira quinzena de abril


 Somente na primeira quinzena de abril, a Biofábrica da Bahia entregou mais 50.750 mudas variadas para a agricultura familiar baiana. A distribuição de mudas é realizada em parceria com o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR).


Em Una, no Litoral Sul, foram entregues 10.500 mudas de cacau e abacaxi. Agricultores familiares do Quilombo do Danda, em Simões Filho, na região Metropolitana de Salvador, receberam 8.550 mudas de abacaxi imperial, mandioca, cajazeira, ipê amarelo, mogno africano e olho-de-pavão. Para os agricultores do Instituto Ecobahia, em Pau Brasil, no Litoral Sul, foram distribuídas 20 mil mudas de mandioca. E os cooperados da Cooperativa de Serviços Sustentáveis da Bahia (Coopessba), em Ilhéus, também no Litoral Sul, receberam 11.700 mudas de cacau seminal.


“A Biofábrica e a SDR estão unidas nesse esforço de promover o desenvolvimento rural na Bahia. Não entregamos apenas mudas, entregamos alta tecnologia, alta produtividade e, assim, promovemos segurança alimentar e qualidade de vida para as famílias agricultoras. Com o apoio da SDR estamos conseguindo cumprir nossas metas mesmo diante da pandemia, com todos os cuidados necessários”, informou o diretor-presidente da Biofábrica da Bahia, Jackson Moreira.


Para Carine Assunção, diretora-presidente da Coopessba, as mudas são de grande importância. “Trabalhamos com a renovação da lavoura, inserindo a quantidade de mudas adequadas por hectare, e essas mudas seminais serão usadas para os cursos de clonagem do cacau. É muito importante esse apoio do governo para nós. Hoje estamos no projeto Bahia Produtiva, da SDR/CAR, que tem a contratação de um técnico para melhoramento da produção e da qualidade do cacau”, destacou Carine.


Fonte: Ascom/SDR/CAR

Leia Mais >>

Patrimônio É...aborda em live Patrimônio Náutico da Cidade de Salvador

A Prefeitura, por meio da Fundação Gregório de Mattos (FGM), promove a edição do programa Patrimônio É... deste mês de abril com o tema "Patrimônio Náutico da Cidade de Salvador". A live será transmitida nesta terça-feira (20), às 18h30, no canal da FGM no YouTube, tendo como convidados Marcelo Filgueiras, do Projeto Içar, e Edna França, secretária municipal de Sustentabilidade e Resiliência (Secis). A mediação será feita por Gabriella Melo, gerente de Patrimônio Cultural da FGM.


A mesa de abertura será uma prévia para o lançamento da próxima Jornada do Patrimônio Cultural de Salvador, que vai acontecer em agosto. Para Gabriella, a roda de conversa tem o objetivo de despertar o olhar para o que já temos sobre esse patrimônio e a possibilidade de diálogo com outras ações como cultura e turismo na cidade. 


Convidada desta edição, a secretária da Secis ressaltou a importância do tema. “É fundamental tornar o patrimônio público popular e a importância de lidar com ele. Também é importante a pauta para estabelecer parceria entre poder público e comunidade para preservar esse patrimônio que é de todos. Quanto mais as pessoas estiverem informadas, mais sucesso a gente vai obter”, diz a gestora. 


A secretária vai abordar a criação e situação atual do Parque Marinho da Barra. A delimitação do local, entre o Forte de Santa Maria e o Farol da Barra, não altera o lazer e as práticas esportivas no mar. O que se está estabelecendo, de acordo com Edna, são regras para o controle da pesca e embarcações motorizadas, pois essas trariam impactos negativos para a fauna, flora e para as embarcações naufragadas que se encontram preservadas neste ambiente. 


Projeto Içar – A iniciativa comandada por Marcelo Filgueiras é responsável por elaborar a documentação técnica dos saveiros (em processo de extinção) remanescentes na Baía de Todos-os-Santos. Esse projeto terá como resultado a documentação geométrica detalhada dos saveiros, que são representantes importantíssimos no desenvolvimento econômico brasileiro e da manifestação cultural, principalmente até meados de 1920. 


 “Quando os mestres (que constroem os saveiros) desaparecerem e os barcos afundarem, não teremos mais esse patrimônio e quem leve a profissão adiante. Não é uma construção como um forte ou uma igreja que ficam abandonados por anos e depois você consegue restaurar”, alerta Filgueiras. 


Iniciativa – O Patrimônio É... faz parte do projeto Salvador Memória Viva, programa de atividades de proteção e estímulo à preservação dos bens materiais e imateriais do município. A iniciativa aborda a questão do patrimônio cultural em diálogo com a história, memória, arquitetura, espaço público, educação, gestão e economia da cultura. 


Além de manter uma pauta fixa mensal para o tema, promove a educação patrimonial e colabora no direcionamento das ações dos institutos de tombamento e registro, bem como das instâncias de salvaguarda. A ação, ainda, instrumentaliza a política municipal para atuar na valorização da memória histórica da cidade.


 Foto: Valter Pontes/Secom


Leia Mais >>

Prefeitura prorroga chamamento público para contratação de médicos

A Prefeitura, através da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), prorrogou o prazo de inscrições para o chamamento público de médicos por Pessoa Jurídica (PJ) nas áreas de clínica médica, pediatria e ginecologia até o próximo dia 28 de maio. Os profissionais que ainda não se inscreveram devem acessar o site da SMS para realização do cadastro. 


A medida é mais uma estratégia deflagrada pela gestão para garantir a recomposição do quadro de profissionais nos postos de saúde da capital baiana. Os novos médicos serão contratados em regime de 20h nas especialidades e 40h para generalista, com remuneração que pode chegar a R$15 mil. 


O titular da pasta, Leo Prates, salienta que os profissionais atuarão na atenção básica, porta de entrada para os pacientes para tratar e controlar doenças de forma preventiva. As estruturas desafogam outros níveis de atenção à saúde, como emergências e hospitais. 


“Estamos empenhando esforços para o credenciamento e contratação desses profissionais, a fim de oportunizar a habilitação de um quantitativo maior de médicos através do chamamento e dar uma resposta rápida à população a respeito da recomposição de profissionais na rede”, disse Prates. 


Os interessados podem ter acesso ao edital com todas as informações no site:


www. saude. salvador. ba. gov. br /credenciamento-de-pessoas-juridicas-para-prestacao-de-servicos-medicos/ .

 Foto: Max Haack/Secom


Leia Mais >>
 

Solenidades

Cinema

Cinema
"Soul"

Artigos

Festas Populares

Gastronomia

Teatro

Acontece Aqui

Show

SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003-2019 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑