Seja bem-vindo. Hoje é

quarta-feira, 4 de maio de 2016

As disputas pelo cargo de vice-prefeito de Salvador estão acirradas


A política de Salvador vem sendo palco de disputas internas nos bastidores dos partidos que compõe a base aliada da prefeitura de Salvador, isto tudo por causa das especulações em torno da possível saída do prefeito ACM Neto do cargo em 2018 para disputar a candidatura ao governo do estado.

O democrata desconversa quando é questionado, mas informações trazidas pela imprensa nesta semana falam como este assunto é motivo de preocupação do prefeito. O problema estaria sobre quem iria ocupar o cargo de vice-prefeito de Salvador já que é muito provável a candidatura de Neto ao governo, e, a confirmação de sua licença do cargo, faria do atual vice o futuro prefeito de Salvador.

Esta dúvida permeia a base governista de Neto quando analisa a conjuntura política envolvendo o partido da vice-prefeita Célia Sacramento, o PPL. A projeção política lançada recentemente pelo PMDB, fizeram a base questionar a continuidade do partido de Célia. O PMDB reúne como trunfo para entrar na disputa o fato de ser o maior entre os partidos aliados, além de possuir no horário eleitoral o maior tempo de exibição, o que agregaria à possível candidatura de Neto uma condição incomparável ao que o PPL pode proporcionar contra o atual governador Rui Costa.  Sem falar que o PMDB tem a garantia no interior do estado fortalecida com 43 prefeitos.

Neto sabe que as decisões envolvendo o lançamento de sua candidatura ao governo do estado em 2018, passarão sobre as escolhas que irá definir a chapa do seu vice-prefeito em 2016. Porém o democrata continua mantendo uma postura inflexível para responder estas questões diante dos jornalistas, resume a expectativa dizendo que a sua escolha será baseada em critérios “técnicos e objetivos”.


Do lado da oposição, o partido dos trabalhadores se manifestou dizendo que não baseará a escolha de seu candidato de acordo com os rumos lançados pelo prefeito de Salvador, afirmou que há problemas internos sérios que impõe sobre as candidaturas um peso significativo para este ano, devido ao processo de impeachment da presidente Dilma, mas garantiu que lançará um candidato pensando em disputar a prefeitura contra ACM Neto.

“A nossa bússola não se regula pela dele [ACM Neto]. Agora, tivemos uma agenda nacional com o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff que empurrou a decisão da candidatura para frente. Além disso, aqui no partido a gente faz consulta coletiva, não impõe. Alguns podem chamar de fragilidade, nós chamamos de democracia”.  Disse o presidente do partido Everaldo Anunciação em entrevista à Tribuna da Bahia.

As especulações sobre o cargo de vice-prefeito continuam e alguns nomes são citados como  os secretários Luiz Carreira (PV), da Casa Civil; Guilherme Bellintani (PPS), da Educação; Silvio Pinheiro (SD), de Urbanismo; Fabio Mota (PMDB) da Mobilidade Urbana. E a saída do secretário de Promoção Social e Combate à Pobreza de Salvador, Bruno Reis (PMDB) em junho e a ida da vice-prefeita ao cargo na secretaria são tidos como uma certeza. 

O prefeito negou estas informações na noite desta terça-feira (03) e também voltou a dizer que não confirmou sua candidatura a reeleição à prefeitura de Salvador. Que a sua pauta agora gravita em torno dos problemas e da administração envolvidos na cidade. 

Foto-capa: Fábio Rodrigues-Agência Brasil. 
Foto: Reprodução. 

0 comentários :

 

Paparazzo

Paparazzo
É DO SALVADOR NOTÍCIAS!

Carnaval

Carnaval
Blog do Carnaval

Eventos

Eventos
Revista (Let's Go)

São João

São João
Arraiá do Salvador Notícias é aqui!
SALVADOR NOTÍCIAS
Todos os direitos reservados desde 2000-2023 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com Instagram: @salvador_noticias_oficial
- Topo ↑