Seja bem-vindo. Hoje é

quarta-feira, 8 de março de 2017

Mulheres são maioria no comando das Bases Comunitárias de Segurança

Ao longo dos anos, o público feminino tem lutado para superar os obstáculos do machismo e alcançar conquistas expressivas no Brasil e no mundo. Na Polícia Militar da Bahia, uma instituição tradicional formada na maioria por homens, a situação se afirma, com o empoderamento latente e a presença feminina confirmada em cargos de gestão. Das 12 Bases Comunitárias de Segurança (BCS) de Salvador e região metropolitana (RMS), sete são comandadas por mulheres. 

Aos 31 anos, a capitã Camila Soledade é uma das profissionais que dedica a vida à PMBA. Com um equilíbrio de ternura e pulso firme, comanda um efetivo de 65 homens e quatro mulheres em atividades de prevenção e combate à violência. A militar afirma que nunca permitiu que o machismo afetasse sua vida pessoal e nem profissional. 

“O machismo tenta travar a mulher onde ela não quer ficar. Tive uma educação que me permitiu quebrar as amarras do machismo muito cedo. Sei que posso ir onde eu desejar. Hoje sou mãe e também capitã de polícia. Sempre quis as duas coisas e aqui estou”, destaca a comandante da BCS Rio Sena. 

O estilo de gestão da capitã inspira outros militares da BCS. O tenente Felipe Gomes é um dos subordinados que destaca a admiração pelo trabalho da comandante. “Ela sabe dosar. É sutil da forma de agir, mas sabe ser dura quando precisa. Sempre aprendo muito com ela no dia-a-dia”, afirma Gomes. 

No Dia Internacional da Mulher, o trabalho da capitã Sheila Barbosa também é celebrado. A militar tem feito história à frente da BCS Santa Cruz, em Salvador. Com efetivo de 60 policiais, Sheila lidera ações de policiamento comunitário no bairro. “Consegui impor respeito com muito diálogo. Tem muita gente carente morando aqui no bairro e que precisa de assistência. Além da garantia da segurança, tentamos dar à comunidade o que ela carece: teatro, cinema, idas ao estádio, entre outras atividades de inclusão social e cultural”, explica.

Por onde passa, a capitã é cumprimentada. Moradores acenam e, alguns, chegam a se aproximar para abraçá-la. A sensibilidade e a assistência fazem parte da gestão da comandante Sheila e conquistam a comunidade. “Ela é maravilhosa. Todos gostam dela aqui. Desde quando passou a trabalhar aqui no bairro, a situação melhorou tanto em relação à violência quanto ao acesso a serviços importantes para o cidadão”, revela Vera Lúcia Machado, coordenadora da Associação Nova República e moradora do bairro. 

As tenentes Carla Sousa, Carla Elis, Naila Menezes, Heidelane Nascimento e as capitãs Eva Cachoeira, Aline Muniz e Lorena Vitória comandam as BCS de Fazenda Coutos, Uruguai, Itinga, Itabuna, Chapada do Rio Vermelho, Calabar e Vitória da Conquista, respectivamente. Elas se destacam no exercício da atividade policial, contribuindo para a redução da criminalidade nos locais em que trabalham. 

“O lugar da mulher é onde ela deseja estar. Não existe diferença de desempenho por gênero. Não existe nenhum obstáculo quando se tem coragem para enfrentar as dificuldades em busca do sonho”, destaca a tenente Carla Souza, comandante da BCS Fazenda Coutos.

Fonte Secom/GOVBA

0 comentários :

 

Paparazzo

Paparazzo
É DO SALVADOR NOTÍCIAS!

Carnaval

Carnaval
Blog do Carnaval

Eventos

Eventos
Revista (Let's Go)

São João

São João
Arraiá do Salvador Notícias é aqui!
SALVADOR NOTÍCIAS
Todos os direitos reservados desde 2000-2023 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com Instagram: @salvador_noticias_oficial
- Topo ↑