Seja bem-vindo. Hoje é

terça-feira, 20 de junho de 2017

Parte do Mercado de Cajazeiras deverá ser aberta nesta quarta (21)

Assim que o Departamento de Polícia Técnica (DPT) liberou o imóvel, na tarde desta terça-feira (20), a Prefeitura iniciou de imediato as ações para reativação do Mercado Municipal de Cajazeiras, em Cajazeiras 10, e assistência aos permissionários. O local sofreu incêndio na noite do domingo (18), que atingiu o segundo pavimento da estrutura.

Agentes da Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop), órgão que administra a estrutura, já estão atendendo a cerca de 40 comerciantes que foram diretamente prejudicados com o incêndio. O atendimento deve continuar nesta quarta-feira (21), para levantamento dos prejuízos e retirada dos produtos que não foram consumidos pelo fogo. Após o levantamento, os trabalhadores também deverão ser orientados a dar entrada no auxílio-emergência e, a depender da atividade, atuar provisoriamente na área da feira do mercado. 

De acordo com o secretário da Semop, Marcos Passos, a Secretaria Municipal de Infraestrutura e Obras Públicas (Seinfra) foi acionada para fazer o telhado provisório do segundo pavimento. No entanto, esse pavimento ficará interditado com tapume até ser reformado. A intenção é de que o primeiro andar do mercado seja aberto já na manhã desta quarta-feira (21), assim como a feira livre no estacionamento.

Demais órgãos – Além da Semop, outros órgãos da Prefeitura também dão apoio às ações de reativação do Mercado Municipal de Cajazeiras. Desde o período da manhã, a Empresa de Limpeza Urbana de Salvador (Limpurb) realiza a limpeza e lavagem da área externa da estrutura. Para o trabalho, foram mobilizados 40 agentes – sendo 20 no turno matutino e os outros 20 no turno vespertino – e realizada a retirada de 1,3 toneladas de resíduos no local. Já a limpeza na parte interna será feita após o levantamento do que foi perdido pelos permissionários. 

A Defesa Civil de Salvador (Codesal) vai fazer nova vistoria no local para confirmar a situação do imóvel, que não sofreu abalo estrutural. Já a Guarda Civil Municipal (GCM) e a Ouvidoria Geral do Município (OGM) estão prestando apoio às ações da Semop na assistência aos permissionários.

Investigação – O laudo do DPT que apontará as causas do acidente deverá sair em até 45 dias. Em vistoria realizada na segunda-feira (19), o prefeito ACM Neto salientou que foram encontrados isqueiros e uma vasilha com álcool no segundo pavimento, o que pode indicar que o incêndio tenha sido criminoso. Na ocasião, o gestor pediu empenho às polícias civil e militar na investigação para identificar as causas e os possíveis suspeitos.   

0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑