Seja bem-vindo. Hoje é

sexta-feira, 9 de junho de 2017

Trump: 100% disposto a testemunhar contra Comey

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, negou nesta sexta-feira que tenha pedido ao então diretor do FBI, James Comey, que encerrasse uma investigação sobre seu ex-assessor de segurança nacional Michael Flynn. “Eu não disse isso”, afirmou Trump durante entrevista coletiva ao lado do presidente da Romênia, Klaus Iohannis. Questionado por um repórter, o presidente americano afirmou que estaria “100%” disposto testemunhar sob juramento, caso fosse necessário. “Eu mal conheço o sujeito, eu não diria a ele ‘Você tem que jurar lealdade’. Quem faria isso?”, questionou Trump, contradizendo a versão de Comey sobre as conversas.

Comey falou ao Comitê de Inteligência do Senado americano na quinta-feira, quando deu sua versão de que Trump teria pedido lealdade e também que ele “deixasse para lá” uma investigação sobre Flynn. O então diretor do FBI teria se sentido coagido pelo presidente a arquivar o caso. Comey acabou demitido pelo republicano no início de maio e o caso veio à tona após o vazamento de um memorando do FBI. Ontem, Comey admitiu que atuou para vazar o documento e disse que Trump mentiu sobre os motivos da demissão.

Outro ex-diretor do FBI, Robert Mueller, foi nomeado pelo Departamento de Justiça para investigar a suposta interferência da Rússia na corrida presidencial do ano passado. Perguntado, Trump disse hoje que estaria totalmente confortável em confirmar a Mueller sua versão. “Não há nenhum conluio [com a Rússia], nenhuma obstrução de Justiça e Comey vazou as informações”, afirmou o presidente americano. “Parte do depoimento de Comey não foi verdadeira, mas ele mostrou que não há conluio.”

Fonte Veja

0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑