Seja bem-vindo. Hoje é

segunda-feira, 3 de julho de 2017

Fanfarras de escolas estaduais fizeram bonito no desfile do 2 de Julho

Mais de mil estudantes de 18 fanfarras escolares da rede estadual de ensino contagiaram as pessoas que foram às ruas do Centro de Salvador, neste domingo, 2 de Julho, para assistir aos desfiles em comemoração à Independência da Bahia. A data histórica simboliza a luta e separação do Brasil do domínio português.

Do bairro da Lapinha à Praça da Sé e, em seguida, até o Campo Grande, os estudantes integrantes das fanfarras se destacaram através de coreografias realizadas em sintonia com os diferentes sons tocados por instrumentos de sopro e percussão. Depois de meses de ensaio e dedicação, com muito ritmo, sincronia e uniformes diferenciados, as bandas de fanfarras foram colorindo as ruas da cidade ao receberem a atenção e aplausos de todos que acompanhavam com atenção.

O secretário da Educação do Estado, Walter Pinheiro, fez questão de prestigiar os desfiles, ao lado do governador da Bahia, Rui Costa, e ressaltou sobre a importância que a data tem para a história do Brasil. “Esta é uma data histórica, símbolo de luta dos baianos pela liberdade, que antecede o 7 de Setembro, porém com muita luta e resistência. Hoje o povo baiano pode caminhar livremente, como faz todos os anos, fazendo essa verdadeira saudação ao nosso 2 de Julho”, destaca. Para ele, as fanfarras representam um importante eixo pedagógico das escolas, a partir da valorização da arte e da cultura, incentivando o protagonismo estudantil e contribuindo para a vocação dos jovens para a música e a dança.

Apesar da pouca idade, David Mendes, 13, 8º ano, da Fanfarra do Colégio Estadual Raphael Serravalle, já é um veterano nos desfiles cívicos. “Participo da fanfarra há três anos e, apesar da experiência, não deixo de ficar com aquele frio na barriga porque é uma grande responsabilidade representar a escola e homenagear a nossa pátria”, diz o estudante.

A técnica de enfermagem, Rita Lopes Lima, 55 anos, acompanhava atentamente os desfiles nas ruas do centro de Salvador. Para ela, as fanfarras representam a mais importante tradição do desfile do 2 de Julho. “Todos os anos eu faço questão de vir e acompanho com muito orgulho as apresentações dos alunos. É bom perceber que esta tradição vem se mantendo nas escolas”, disse.
  
Para a presidente da fanfarra do Serravalle, Isa Maria Cordeiro, a fanfarra é muito importante para a formação dos estudantes. “Eles estudam música, aprendem passos coreográficos e a tocar diferentes instrumentos. A nossa fanfarra já tem uma tradição no 2 de Julho, pois participa há 23 anos e, por isso, procuramos inovar a cada edição”, explica.
A estudante Carolaine Leão, 18, 2º ano, do coreográfico da Fanfarra do Colégio Estadual Ruben Dario (FANCERD), fez sua estreia no 2 de Julho. “Meu lugar sempre foi na plateia assistindo as fanfarras e, hoje, estou como integrante realizando um sonho de fazer parte desse desfile especial”, diz emocionada.

Segundo o regente da FANCERD, Washington Dantas, este é o quinto ano que a fanfarra participa do evento. “É muito gratificante ver nas ruas o resultado do empenho dos nossos estudantes que ensaiam durante todo o ano”, afirma satisfeito.
As demais fanfarras que participaram dos desfiles foram das seguintes unidades escolares: Colégio Estadual Carneiro Ribeiro Filho, CEEP Luiz Navarro de Brito, Colégio Estadual Duque de Caxias, Colégio Estadual Márcia Meccia, Escola Estadual Raul Sá, Escola Professor Roberto Santos, Colégio Estadual Professor Rômulo Almeida, Colégio Estadual João Caribé, Colégio Estadual Kleber Pacheco, Colégio Estadual Américo Simas, Colégio Estadual Visconde De Mauá, Colégio Estadual Helena Matheus, Colégio Estadual Reitor Miguel Calmon, Colégio Estadual Ypiranga, Colégio Estadual Polivalente San Diego e Colégio Estadual Deputado Manoel Novaes. 

Fotos: Gabriel Carvalho

0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑