Seja bem-vindo. Hoje é

sexta-feira, 15 de setembro de 2017

Como saber se o entregador de gás que entra na sua casa é confiável?

Em muitos casos o vendedor usa roupas parecidas com a de distribuidores regularizados, o que leva o consumidor a ser facilmente lesado

Os riscos de ter dentro de casa um botijão de gás clandestino vão além dos eminentes perigos de explosão e vazamento, que provocam acidentes. As revendas não autorizadas também complementam o leque de danos que essa ação pode causar.

Em muitos casos de irregularidade, o caminhão e o vendedor são parecidos com o dos distribuidores regularizados, o que leva o consumidor a ser facilmente lesado. É preciso ficar atento na hora da compra, buscando uma revenda oficial, onde o entregador está devidamente capacitado para instalar o botijão e registrado na empresa, diminuindo o risco de expor a residência das famílias ao acesso de desconhecidos.

A Brasilgás líder em venda de botijões, já conhecida pela comunidade baiana por preencher todos os requisitos de segurança, faz com que muitos procurem pelo botijão azul na hora de “trocar o gás”, desta forma é muito importante que o local escolhido pelo consumidor para pedir o botijão não seja em comércios informais, já que além da possibilidade de terem menos gás que o indicado, os vasilhames necessitam de manutenção constante e as empresas clandestinas não tem capacitação nem respeitam as normas estabelecidas pela ABNT.

A comercialização do GLP no Brasil deve seguir o que estabelece a Resolução ANP nº 18/2004. A revenda ilegal de gás de cozinha é considerada crime contra a ordem econômica,
previsto na Lei 8.166/91 do Código Penal.

Confira algumas dicas de segurança na hora de comprar o gás:
O botijão deve ter o peso certo

O botijão deve ter o lacre e o rótulo de segurança

Os revendedores devem estar sempre uniformizados e com crachá.



0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑