Seja bem-vindo. Hoje é

terça-feira, 30 de julho de 2019

Escritor alemão participa da Flipelô

 Residente do Programa de Residência Artística Vila Sul do Goethe-Institut Salvador, Max Annas é atração da 3ª Festa Literária Internacional do Pelourinho



Premiado autor de romances que se desenrolam na Alemanha e na África do Sul, onde morou por muitos anos, o escritor alemão Max Annas está em Salvador como residente do Programa de Residência Artística Vila Sul do Goethe-Institut Salvador-Bahia e será atração da 3ª Festa Literária Internacional do Pelourinho (Flipelô). O evento, que acontece entre 7 e 11 de agosto, convida o romancista para o “Com a palavra, o escritor”, um bate-papo em que ele falará de sua trajetória artística e pesquisa para desenvolvimento de tramas fictícias sempre atreladas a contextos históricos reais. A conversa será mediada pelo também escritor baiano Moises Alves e acontecerá no dia 8 de agosto (quinta-feira), às 18h, no Museu Eugênio Teixeira Leal, com entrada gratuita.

Max Annas, que cresceu na Alemanha Ocidental, recebeu o “Prêmio Alemão de Romances Policiais” (Deutscher Krimipreis) pelos seus livros “A Fazenda” (Die Farm, 2014), “O Muro” (Die Mauer, 2016) e “Mata Escura” (Finsterwalde, 2019). “Comissão da Investigação de Assassinatos” (Morduntersuchungskomission, 2019), lançado neste mês de julho na Alemanha, terá trechos lidos em leitura cênica, em alemão e em português, durante o bate-papo.

“Comissão da Investigação de Assassinatos” é o primeiro grande romance policial que se desenrola na República Democrática Alemã (RDA). Em 1983, numa linha férrea perto da cidade Jena, é encontrado um cadáver de um jovem moçambicano. Tenente Otto Castorp, da Comissão de Investigação de Assassinatos, procura testemunhas e encontra o silêncio. Mas as evidências apontam para um crime racista. Quando isso não mais pode ser ignorado, as investigações são interrompidas por ordem superior. Só que Otto Castorp continua investigando por conta própria, e está sendo vigiado. Um livro eminentemente político baseado num caso histórico.

Sobre o Goethe-Institut Salvador-Bahia – Instituto cultural da República Federal da Alemanha, o Goethe-Institut, fundado em 1951, se dedica a fomentar o diálogo entre culturas e é a maior instituição de ensino de alemão no mundo. Atualmente, dispõe de uma rede de 159 unidades em 98 países de todos os continentes. A unidade do Goethe-Institut Salvador-Bahia foi criada em 1962 e, desde então, promove a aprendizagem da língua alemã, divulga uma imagem abrangente da Alemanha e realiza colaborações locais, nacionais e internacionais na área da cultura, com numerosos parceiros públicos e privados. É um espaço disposto ao exercício artístico-cultural, realizando ações próprias e oferecendo suporte a iniciativas de variadas espécies. Dispõe de teatro, foyer, galerias, biblioteca, ateliês, estúdios, salas de aulas, praças, pátio e café. Após mais de meio século de atividades contínuas na cidade, iniciou, em 2016, o Programa de Residência Artística Vila Sul, com a proposta de fortalecer interlocuções entre o Brasil e demais países do hemisfério Sul a partir do acolhimento de artistas e agentes culturais de diversas áreas, linguagens e origens. Mais de 70 residentes já experimentaram esta oportunidade.



Flipelô apresenta “Com a palavra, o escritor”

Com: Max Annas (Alemanha)

Mediação: Moises Alves

Quando: 8 de agosto de 2019 (quinta-feira), 18h

Onde: Museu Eugênio Teixeira Leal

Quanto: Gratuito

Apoio: Goethe-Institut Salvador-Bahia

0 comentários :

 

Paparazzo

Paparazzo
É DO SALVADOR NOTÍCIAS!

Carnaval

Carnaval
Blog do Carnaval

Eventos

Eventos
Revista (Let's Go)

São João

São João
Arraiá do Salvador Notícias é aqui!
SALVADOR NOTÍCIAS
Todos os direitos reservados desde 2000-2023 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com Instagram: @salvador_noticias_oficial
- Topo ↑