Seja bem-vindo. Hoje é

quarta-feira, 19 de outubro de 2022

Encontro discute os cuidados às pessoas com doença falciforme

 


Hemoba promove encontro para discutir os cuidados às pessoas com doença falciforme 

Para discutir os cuidados às pessoas com doença falciforme, a equipe multiprofissional do ambulatório da Hemoba reúne-se com os pacientes no dia 19/10 (quarta-feira), das 9 às 12h, no auditório da Fundação, em Salvador. A programação celebrará o Dia Nacional de Luta pelos Direitos das Pessoas com Doenças Falciformes, comemorado em 27/10. A data foi instituída pela Lei nº 12.104/2009 e tem como objetivo incentivar ações de esclarecimento, educação, informação e intensificação do diagnóstico da doença falciforme. 

A Hemoba é referência no atendimento a pacientes com doença falciforme, acompanhando cerca de cinco mil pessoas na capital, além de ser responsável pela assistência transfusional e farmacêutica com a dispensação de medicamentos. Esta patologia genética e hereditária caracteriza-se por uma alteração nos glóbulos vermelhos que adquirem o aspecto de uma foice (falciforme), dificultando a passagem do sangue pelos vasos sanguíneos. A detecção é feita através do exame eletroforese de hemoglobina, como o teste do pezinho, realizado gratuitamente antes do bebê receber alta da maternidade.

 

Segundo dados do Ministério da Saúde, a Bahia tem a maior incidência da doença falciforme no Brasil. De cada 650 nascidos vivos no estado, um possui a enfermidade, enquanto a média nacional é de um bebê a cada 1.000 nascimentos. Estima-se que no país há cerca de 60 mil pessoas atingidas, destas vivem na Bahia cerca de 10.000. Por ser de origem africana, a doença é mais prevalecente (mas não exclusiva) em pardos e negros. 

Sintomas – As principais manifestações da doença falciforme são anemia hemolítica crônica (destruição de glóbulos vermelhos causada pelos próprios anticorpos) e episódios dolorosos recorrentes. Infecções, sequestro esplênico (complicação aguda decorrente da retenção das hemácias no interior do baço), síndrome torácica aguda (lesão pulmonar) e acidente vascular cerebral são sintomas que podem levar à morte em todas faixas etárias. 

Hemoba no CAB – A Hemoba estará na Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), nos dias 18 e 19/10, das 9h às 12h e das 13h às 16h, para o cadastro de medula óssea. O transplante de medula óssea pode ser indicado como alternativa de tratamento para alguns casos de anemia falciforme. Para se tornar um doador é necessário ter entre 18 e 35 anos incompletos, estar em bom estado geral de saúde, não possuir doença infecciosa ou incapacitante e não apresentar doença neoplásica (câncer), hematológica (do sangue) ou do sistema imunológico. Para se cadastrar, o voluntário preencherá um formulário com dados pessoais e realizará a coleta de uma amostra de sangue com 5 ml para testes de compatibilidade.  


0 comentários :

 

Paparazzo

Paparazzo
É DO SALVADOR NOTÍCIAS!

Carnaval

Carnaval
Blog do Carnaval

Eventos

Eventos
Revista (Let's Go)

São João

São João
Arraiá do Salvador Notícias é aqui!
SALVADOR NOTÍCIAS
Todos os direitos reservados desde 2000-2024 / Salvador-Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com Instagram: @salvador_noticias_oficial
- Topo ↑