Seja bem-vindo. Hoje é

quarta-feira, 23 de novembro de 2022

7 cuidados durante o barbear para quem tem rosácea



Médica dermatologista e consultora da Philips, Dra. Judith Cavalcante explica como evitar que a vermelhidão apareça após a retirada dos pelos





São Paulo, outubro de 2022 - Vermelhidão e grande sensibilidade no rosto são alguns dos sintomas da rosácea, doença inflamatória crônica da pele que afeta principalmente a região da testa, nariz, bochechas e queixo. Mesmo sendo mais comum entre as mulheres de pele clara, com idade entre 30 e 60 anos, a inflamação também acomete os homens, que geralmente desenvolvem as formas mais graves da doença. 




De acordo com a médica dermatologista e consultora da Philips, Dra. Judith Cavalcante, a inflamação pode vir acompanhada de espinhas, irritação nos olhos, sensação de ardor e coceira, além de deixar a pele mais grossa em quadros mais avançados da inflamação. Com esses sintomas na região do rosto, muitos homens deixam de lado o barbear por acreditar que o procedimento também pode desencadear a rosácea. “O ato de eliminar os pelos do rosto não ocasiona a doença, mas pode agravar o quadro se não for utilizado um aparelho de barbear adequado para peles sensíveis. Com isso, o próprio trauma do procedimento pode piorar as lesões, já que a barreira cutânea fica comprometida”, comenta a médica.




A especialista alerta ainda que algumas outras questões também ampliam os sintomas da rosácea, como o consumo de bebida alcoólica, alimentos condimentados, exposição solar, mudanças de temperatura, exercício físico e o estresse. “Apesar da causa da rosácea não ser totalmente conhecida, fatores genéticos, alergia a ácaros e fragilidade dos vasos sanguíneos são alguns dos principais causadores da doença”, explica a dermatologista.




Para evitar a vermelhidão após o barbear, a Dra. Judith Cavalcante traz os principais cuidados que os homens que têm rosácea devem tomar durante o procedimento. Acompanhe:




1. Acompanhamento médico


O primeiro passo é manter a rosácea o máximo possível sob controle por meio do acompanhamento com um dermatologista, que irá recomendar o tratamento adequado para cada caso;




2.  De olho no barbeador


Dê preferência para um método de barbear suave, que não agrida a barreira cutânea. Os aparadores elétricos, neste caso, são uma boa opção, pois apenas cortam o pêlo a uma certa distância da pele, que mesmo que seja pequena, a protege de possíveis lesões. Evite métodos como lâminas descartáveis, cera quente ou fria;




3. Temperatura ideal


Evite o hábito de usar calor local antes de fazer a barba ou lavar o rosto com água quente, optando por água fria ou apenas um pouco morna;




4. Pré e Pós-Barba


Escolha cautelosamente os cosméticos que usa em sua pele, preferindo os desenvolvidos para pele sensível e sem perfume;




5. Proteção solar


Use filtro solar facial FPS 50 de amplo espectro todas as manhãs e sempre que se expuser ao sol;




6.  Cuidado extra


Utilize água termal no rosto no pré e/ou pós-barba, o produto conta com ação calmante ideal para peles sensíveis;




7.  Fique de olho


Conheça e controle os fatores que desencadeiam a piora da rosácea, como consumo de álcool e alimentos condimentados.




“Não há cura para a rosácea, mas existem tratamentos para controlar os sintomas e melhorar a qualidade de vida, mantendo a doença sob controle. Por isso, vale a pena consultar um dermatologista, que indicará o tratamento de acordo com o estágio, localização das lesões e estilo de vida de cada paciente”, comenta a especialista. 


Dra. Judith Cavalcante explica que já estão disponíveis diversas intervenções para estabilizar a rosácea, como remédios em comprimidos ou de uso local, tecnologias a laser e injeções para serem aplicadas diretamente na pele afetada. “Para identificar o tratamento mais adequado, a dermatologista deve avaliar cada caso isoladamente. Entretanto, em todos eles, será sempre necessário cuidados de skincare adaptados à pele com rosácea e o controle dos gatilhos, evitando traumas de métodos de barbear agressivos, como lâminas descartáveis e cera”, finaliza a especialista.




Dra. Judith Cavalcante é consultora de Philips e médica dermatologista credenciada pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) e Associação Médica Brasileira (AMB). 

0 comentários :

 

Paparazzo

Paparazzo
É DO SALVADOR NOTÍCIAS!

Carnaval

Carnaval
Blog do Carnaval

Eventos

Eventos
Revista (Let's Go)

São João

São João
Arraiá do Salvador Notícias é aqui!
SALVADOR NOTÍCIAS
Todos os direitos reservados desde 2000-2024 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑