Seja bem-vindo. Hoje é

quinta-feira, 10 de novembro de 2022

[Bienal Bahia] Gilberto Gil, Lázaro Ramos e programa completo

 


Colgate-Palmolive patrocina a Arena Jovem, um dos espaços da Bienal do Livro Bahia 2022


Com curadoria do jornalista Schneider Carpeggiani, a programação da Arena conta com autores e personalidades renomadas, como Gilberto Gil, Lázaro Ramos, Thalita Rebouças e Tainá Müller          


 


A Arena Jovem, patrocinada pela Colgate-Palmolive, é um dos espaços mais plurais e inclusivos da Bienal do Livro Bahia, que acontece de 10 a 15 de novembro, no Centro de Convenções Salvador. Mais do que oferecer uma programação que transita pelo universo dos jovens, a Arena Jovem debaterá, por meio dos diversos gêneros da literatura, temas presentes e atuais que se mostram fundamentais para a educação dos novos agentes de transformação do futuro e para um melhor convívio em sociedade. É um lugar onde todos têm voz e as ideias se somam, de modo que o diálogo e a escuta são os únicos pré-requisitos para todos os painéis de discussões que foram preparados.


A proposta de pluralidade e de construção coletiva de um porvir promissor tem o objetivo de promover a mais ampla possibilidade de troca de saberes e de estímulo e produção de conhecimento. “Isso ajuda a consolidar o espaço como um grande ponto de encontro, de intercâmbio de opiniões, e onde todos encontram o seu lugar”, pontua Keila Kerber, diretora da Bienal. Com essa filosofia e com o objetivo de permitir a máxima acessibilidade à plateia do festival, inclusive da Arena Jovem, todos os debates terão tradução em libras, para possibilitar a participação dos deficientes auditivos.


Além de patrocinadora da Arena Jovem, a Colgate-Palmolive também é patrocinadora master de toda a Bienal do Livro Bahia. “Esse é um evento muito importante, que valoriza a cultura e a diversidade. Para nós, apoiar a Bienal é uma maneira de construir um futuro melhor para todas as pessoas. Acreditamos no poder da educação para transformar a sociedade”, diz Nelson Malta, Diretor de Marketing da Colgate-Palmolive Brasil.


Vale lembrar que ao mesmo tempo em que a Arena Jovem é esse palco essencial para diálogos, escutas, reflexões e troca de ideias – elementos fundamentais para se criar possibilidades de futuros – ela é igualmente um espaço que promove lazer e entretenimento. O mundo da literatura e as narrativas estão sempre no centro de tal celebração, fazendo com que o aprendizado seja o pano de fundo da diversão, numa constante via de mão dupla. “Depois de nove anos sem termos uma Bienal do Livro na Bahia, as pessoas estão ansiosas para se reencontrarem num ambiente assim”, avalia Kerber. 


Por isso, a programação da arena terá não só os escritores mais aclamados pelo público jovem como, também, influenciadores, personalidades e artistas, que irão se encontrar para bate-papos sobre assuntos como diversidade, criatividade, poesia, cinema, música, educação e cultura pop. Entre os convidados estão Gilberto Gil; Lázaro Ramos; Pedro Rhuas, um dos nomes mais pedidos nas redes sociais; Paula Pimenta, autora de mais de 20 títulos e mais de dois milhões de exemplares vendidos; Gregório Duvivier, sócio fundador do Porta dos Fundos; Lyssa Kay Adams, autora estadunidense de séries românticas; Thalita Rebouças, escritora com 25 títulos publicados; Raphael Montes e Tainá Müller, respectivamente, roteirista e protagonista da série televisiva “Bom dia, Verônica”.


Entusiasmado, o escritor best-seller e cantor Pedro Rhuas observa, entre seus seguidores, que a Bienal Bahia é bastante aguardada. “Não vejo a hora de encontrar meus leitores em Salvador. A ideia é dialogar e consolidar esse público que se apaixonou por livros na pandemia, fortalecendo também o Nordeste em um momento de retomada”, celebra. Nessa mesma toada, o curador do espaço, Schneider Carpeggiani, doutor em Teoria Literária, aponta a importância de “preparar um conteúdo que proponha reflexões sobre como a leitura nos torna cidadãos”. Carpeggiani já foi curador de eventos como a Bienal do Livro de Pernambuco e o Festival de Literatura do Recife. Atualmente, atua como editor do Suplemento Pernambuco, mantendo uma relação próxima com a produção cultural do Nordeste.


 


A Ciência nossa de cada dia


Aquecimento global, novas superbactérias e dúvidas que pareciam extintas como “será mesmo que a Terra é redonda?"


Vivemos um momento em que discutir a ciência se mostra fundamental para lidarmos com as questões do dia a dia. Para debater este tema, a youtuber Rafaela Lima (Canal de YouTube Mais Ciências) e as escritoras Leda Cartum e Sofia Nestrovski (do podcast Vinte Mil Léguas e autoras de As vinte mil léguas de Charles Darwin).


Leda Cartum


Rafaela Lima


Sofia Nestrovski


Pedro Duarte


mediador


10/11


Quinta


13h


E se Harry Potter fosse meu?


Há 25 anos a escritora britânica J.K. Rowling publicava o primeiro volume de Harry Potter, e a história do bruxinho se tornava fenômeno incontestável, mobilizando fãs em todo mundo e influenciando a literatura das décadas seguintes. Para esta mesa, convidamos fãs e escritores para falar não apenas sobre sua relação com o personagem, e as tretas que cercam seu universo, mas sobretudo para responder à pergunta: “o que você reescreveria na saga criada por J.K. Rowling?”  Participações de Rodrigo França, Babi Dewet e Adriel Bispo.

 

 

Data/Hora

Mesa

10/11

Quinta

11h

A Ciência nossa de cada dia

Aquecimento global, novas superbactérias e dúvidas que pareciam extintas como “será mesmo que a Terra é redonda?"

Vivemos um momento em que discutir a ciência se mostra fundamental para lidarmos com as questões do dia a dia. Para debater este tema, a youtuber Rafaela Lima (Canal de YouTube Mais Ciências) e as escritoras Leda Cartum e Sofia Nestrovski (do podcast Vinte Mil Léguas e autoras de As vinte mil léguas de Charles Darwin).

Leda Cartum

Rafaela Lima

Sofia Nestrovski

Pedro Duarte

mediador

10/11

Quinta

13h

E se Harry Potter fosse meu?

Há 25 anos a escritora britânica J.K. Rowling publicava o primeiro volume de Harry Potter, e a história do bruxinho se tornava fenômeno incontestável, mobilizando fãs em todo mundo e influenciando a literatura das décadas seguintes. Para esta mesa, convidamos fãs e escritores para falar não apenas sobre sua relação com o personagem, e as tretas que cercam seu universo, mas sobretudo para responder à pergunta: “o que você reescreveria na saga criada por J.K. Rowling?”  Participações de Rodrigo França, Babi Dewet e Adriel Bispo.

Adriel Bispo

Babi Dewet

Rodrigo França

João Mendes

mediador

10/11

Quinta

15h

E o soneto ataca outra vez…

O escritor, ator do Porta dos fundos e apresentador Gregorio Duvivier fala sobre as influências literárias e o Brasil que inspiraram seu novo livro, a coleção de poemas “Sonetos de amor e sacanagem”.

Gregório Duvivier

Lorena Ribeiro

mediadora

10/11

Quinta

19h

As histórias que contamos

A cantora Ivete Sangalo participa de um bate-papo com a escritora Bárbara Carine para falar sobre a relação entre pais e filhos nos dias de hoje. Serão abordados temas como maternidade, as histórias que contamos para nossos filhos, os desafios que é educar neste mundo onde as crianças e adolescentes têm acesso a tudo muito rápido e como prepará-los para esse futuro que vem pela frente.

Ivete Sangalo

Bárbara Carine

mediadora

11/11

Sexta

11h

Desenhando a Crise

 De como os impasses políticos e sociais têm impactado o trabalho de artistas de HQ? Quais os principais desafios de desenhar o Brasil hoje? Uma conversa com os artistas André Dahmer e Amma.

Amma

André Dahmer

Schneider Carpeggiani

mediador

11/11

Sexta

15h

Brasil e seu difícil livro de histórias

A produção jornalística como a escrita de uma possível biografia do Brasil. É o que fazem as jornalistas Fabiana Moraes e Daniela Arbex em seus trabalhos. Nesta conversa, elas discutem os desafios da reportagem hoje em meio a crises econômicas e o espetáculo das redes sociais.

Fabiana Moraes

Daniela Arbex

Rafael Santana

mediador

12/11

Sábado

12h

Histórias e percalços da vida em cor-de-rosa - Um encontro com Paula Pimenta

A escritora best-seller Paula Pimenta faz um balanço das suas duas décadas de carreira e responde às perguntas do público. Ao seu lado, a atriz Bela Fernandes, que interpreta Fani no longa “Fazendo meu filme”, baseado na obra literária de Pimenta.

Paula Pimenta

Bela Fernandes

Deko Lipe

mediador

12/11

Sábado

15h

Nordeste à meia-luz

Os escritores Cristhiano Aguiar (PB), Ian Fraser (BA) e Márcio Benjamin (RN) conversam sobre as literaturas noir e de terror realizadas hoje no Nordeste, e também no Brasil, e de como esses gêneros literários podem nos ajudar a entender o tempo presente.

Cristhiano Aguiar

Márcio Benjamin

Ian Fraser

Lorena Ribeiro

mediadora

12/11

Sábado

19h

Construindo Verônica

O escritor Raphael Montes conversa sobre o processo de construção do seu romance/série Bom dia, Verônica. Ao seu lado, a atriz Taína Müller fala do processo de viver uma personagem na série homônima adaptada do livro de Montes, a protagonista Verônica.

Tainá Müller

Raphael Montes

Anderson Shon

mediador

13/11

Domingo

11h

Os poemas que salvam o dia

Os poetas Allan Dias Castro, Bráulio Bessa e Ryane Leão debatem sobre como o poema pode ser um aliado para tempos difíceis, e refletem sobre o uso das redes sociais para  ganhar novos leitores e espalhar a palavra.

Allan Dias de Castro

Ryane Leão

Bráulio Bessa

Matheus Rocha

mediador

13/11

Domingo

13h

A vida precisa de manual!

Os autores Mari Fulfaro e Iberê Thenório falam do sucesso dos títulos da grife “Manual do mundo” e lançam o novo volume da série, “O guia de sobrevivência na natureza do Manual do Mundo”.

MANUAL DO MUNDO

Mari Fulfaro

Iberê Thenório

João Mendes

mediador

13/11

Domingo

15h

O mundo inteiro dentro de casa

O ator, diretor e escritor Lázaro Ramos lança seu primeiro livro voltado ao público jovem, “Você não é invisível”, e conversa com a escritora Maria Dolores Rodriguez sobre relações familiares num mundo atravessado pela pandemia e o fascismo.

Lázaro Ramos

Maria Dolores Rodriguez

mediadora

14/11

Segunda

11h

TikTok, Instagram e o velho papel... como a gente se lê hoje?

As redes sociais se tornaram grandes aliadas dos escritores e do mercado editorial. Mas como o TikTok e as outras redes sociais têm transformado as relações entre autor e leitor? Estariam as redes possibilitando, de fato, uma maior circulação das obras e mesmo uma discussão maior de temas antes considerados tabus? Enfim: como a gente se lê em 2022?  Iremos tentar responder a estas perguntas com a ajuda dos escritores Pedro Rhuas, Clara Alves e Elayne Beta.

Pedro Rhuas

Clara Alves

Elayne Baeta

Pedro Duarte

mediador

14/11

Segunda

15h

A literatura entre o sonho e o apocalipse

Três autores de fantasia falam sobre criação literária,  novas formas de pensar a sociedade e os impasses do mercado editorial. Participações: Ale Santos, André Vianco e Lu Ain-Zaila.

Ale Santos

André Vianco

Lu Ain-Zaila

Anderson Shon

mediador

14/11

Segunda

17h

Todas as letras

A obra de Gilberto Gil contribuiu para a transformação do conceito estético da letra de música ao lhe dar status de poesia – cantada e popular. Ex-ministro da Cultura, membro da Academia Brasileira de Letras, Gil é um dos mais sensíveis e inventivos artistas em atividade, reconhecido e admirado no mundo inteiroO jornalista Cláudio Leal media essa conversa entre Gilberto Gil e Carlos Renó

Gilberto Gil

Carlos Renó

Cláudio Leal

mediador

15/11

Terça

11h

Vida: Modos de contar

Os jornalistas Chico Felitti e Carol Pires descrevem o processo político e social de contar vidas (anônimas e famosas) em livros e podcasts. E falam ainda das responsabilidades, e dos riscos, que trazer ao público estas narrativas podem acarretar.

Carol Pires

Chico Felitti

Schneider Carpeggiani

mediador

15/11

Terça

15h

O que faz bater mais rápido seu coração?

O que espera o jovem leitor brasileiro? Como ele tem lidado com temas como bullying e sexualidade? Iremos conversar sobre essas questões com os escritores Thalita Rebouças e Pedro Rhuas.

Thalita Rebouças

Pedro Rhuas

Felipe Cabral

mediador

15/11

Terça

17h

Como um clube de leitura pode melhorar sua vida

Uma conversa com a autora best-seller norte-americana Lisa Kay Adams, autora de Clube do livro dos homens.

Lissa Kay Adams

Frini Georgakopoulos

mediadora | tradutora

 


Os poemas que salvam o dia


Os poetas Allan Dias Castro, Bráulio Bessa e Ryane Leão debatem sobre como o poema pode ser um aliado para tempos difíceis, e refletem sobre o uso das redes sociais para  ganhar novos leitores e espalhar a palavra.


Allan Dias de Castro


Ryane Leão


Bráulio Bessa


Matheus Rocha


mediador


13/11


Domingo


13h


A vida precisa de manual!


Os autores Mari Fulfaro e Iberê Thenório falam do sucesso dos títulos da grife “Manual do mundo” e lançam o novo volume da série, “O guia de sobrevivência na natureza do Manual do Mundo”.


MANUAL DO MUNDO


Mari Fulfaro


Iberê Thenório


João Mendes


mediador


13/11


Domingo


15h


O mundo inteiro dentro de casa


O ator, diretor e escritor Lázaro Ramos lança seu primeiro livro voltado ao público jovem, “Você não é invisível”, e conversa com a escritora Maria Dolores Rodriguez sobre relações familiares num mundo atravessado pela pandemia e o fascismo.


Lázaro Ramos


Maria Dolores Rodriguez


mediadora


 


 


 


14/11


Segunda


11h


TikTok, Instagram e o velho papel... como a gente se lê hoje?


As redes sociais se tornaram grandes aliadas dos escritores e do mercado editorial. Mas como o TikTok e as outras redes sociais têm transformado as relações entre autor e leitor? Estariam as redes possibilitando, de fato, uma maior circulação das obras e mesmo uma discussão maior de temas antes considerados tabus? Enfim: como a gente se lê em 2022?  Iremos tentar responder a estas perguntas com a ajuda dos escritores Pedro Rhuas, Clara Alves e Elayne Beta.


Pedro Rhuas


Clara Alves


Elayne Baeta


Pedro Duarte


mediador


14/11


Segunda


15h


A literatura entre o sonho e o apocalipse


Três autores de fantasia falam sobre criação literária,  novas formas de pensar a sociedade e os impasses do mercado editorial. Participações: Ale Santos, André Vianco e Lu Ain-Zaila.


Ale Santos


André Vianco


Lu Ain-Zaila


Anderson Shon


mediador


14/11


Segunda


17h


Todas as letras


A obra de Gilberto Gil contribuiu para a transformação do conceito estético da letra de música ao lhe dar status de poesia – cantada e popular. Ex-ministro da Cultura, membro da Academia Brasileira de Letras, Gil é um dos mais sensíveis e inventivos artistas em atividade, reconhecido e admirado no mundo inteiro. O jornalista Cláudio Leal media essa conversa entre Gilberto Gil e Carlos Renó


Gilberto Gil


Carlos Renó


Cláudio Leal


mediador


 


 


 


15/11


Terça


11h


Vida: Modos de contar


Os jornalistas Chico Felitti e Carol Pires descrevem o processo político e social de contar vidas (anônimas e famosas) em livros e podcasts. E falam ainda das responsabilidades, e dos riscos, que trazer ao público estas narrativas podem acarretar.


Carol Pires


Chico Felitti


Schneider Carpeggiani


mediador


15/11


Terça


15h


O que faz bater mais rápido seu coração?


O que espera o jovem leitor brasileiro? Como ele tem lidado com temas como bullying e sexualidade? Iremos conversar sobre essas questões com os escritores Thalita Rebouças e Pedro Rhuas.


Thalita Rebouças


Pedro Rhuas


Felipe Cabral


mediador


15/11


Terça


17h


Como um clube de leitura pode melhorar sua vida


Uma conversa com a autora best-seller norte-americana Lisa Kay Adams, autora de Clube do livro dos homens.


Lissa Kay Adams


Frini Georgakopoulos


mediadora | tradutora


 


 


SERVIÇO:


Bienal do Livro Bahia 2022

Período: 10 a 15 de novembro

Horário: das 9h às 21h (quinta, sexta e segunda), das 10h às 22h (sábado e domingo) e das 10h às 21h (terça-feira)

Ingressos: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia)

Espaços: Área de Exposição, Café Literário, Arena Jovem, Espaço Infantil e Praça de Alimentação

Site oficial: www.bienaldolivrobahia.com.br


 


 


Via Press


Assessoria de Comunicação da Bienal do Livro Bahia 2022


Elaine Hazin, Gabriel Monteiro, Mateus Ribeiro e Ana Geisa Lima


bienal@viapress.com.br

Contato Viapress <contato@viapress.com.br>

Colgate-Palmolive patrocina a Arena Jovem, um dos espaços da Bienal do Livro Bahia 2022


Com curadoria do jornalista Schneider Carpeggiani, a programação da Arena conta com autores e personalidades renomadas, como Gilberto Gil, Lázaro Ramos, Thalita Rebouças e Tainá Müller          


 


A Arena Jovem, patrocinada pela Colgate-Palmolive, é um dos espaços mais plurais e inclusivos da Bienal do Livro Bahia, que acontece de 10 a 15 de novembro, no Centro de Convenções Salvador. Mais do que oferecer uma programação que transita pelo universo dos jovens, a Arena Jovem debaterá, por meio dos diversos gêneros da literatura, temas presentes e atuais que se mostram fundamentais para a educação dos novos agentes de transformação do futuro e para um melhor convívio em sociedade. É um lugar onde todos têm voz e as ideias se somam, de modo que o diálogo e a escuta são os únicos pré-requisitos para todos os painéis de discussões que foram preparados.


A proposta de pluralidade e de construção coletiva de um porvir promissor tem o objetivo de promover a mais ampla possibilidade de troca de saberes e de estímulo e produção de conhecimento. “Isso ajuda a consolidar o espaço como um grande ponto de encontro, de intercâmbio de opiniões, e onde todos encontram o seu lugar”, pontua Keila Kerber, diretora da Bienal. Com essa filosofia e com o objetivo de permitir a máxima acessibilidade à plateia do festival, inclusive da Arena Jovem, todos os debates terão tradução em libras, para possibilitar a participação dos deficientes auditivos.


Além de patrocinadora da Arena Jovem, a Colgate-Palmolive também é patrocinadora master de toda a Bienal do Livro Bahia. “Esse é um evento muito importante, que valoriza a cultura e a diversidade. Para nós, apoiar a Bienal é uma maneira de construir um futuro melhor para todas as pessoas. Acreditamos no poder da educação para transformar a sociedade”, diz Nelson Malta, Diretor de Marketing da Colgate-Palmolive Brasil.


Vale lembrar que ao mesmo tempo em que a Arena Jovem é esse palco essencial para diálogos, escutas, reflexões e troca de ideias – elementos fundamentais para se criar possibilidades de futuros – ela é igualmente um espaço que promove lazer e entretenimento. O mundo da literatura e as narrativas estão sempre no centro de tal celebração, fazendo com que o aprendizado seja o pano de fundo da diversão, numa constante via de mão dupla. “Depois de nove anos sem termos uma Bienal do Livro na Bahia, as pessoas estão ansiosas para se reencontrarem num ambiente assim”, avalia Kerber. 


Por isso, a programação da arena terá não só os escritores mais aclamados pelo público jovem como, também, influenciadores, personalidades e artistas, que irão se encontrar para bate-papos sobre assuntos como diversidade, criatividade, poesia, cinema, música, educação e cultura pop. Entre os convidados estão Gilberto Gil; Lázaro Ramos; Pedro Rhuas, um dos nomes mais pedidos nas redes sociais; Paula Pimenta, autora de mais de 20 títulos e mais de dois milhões de exemplares vendidos; Gregório Duvivier, sócio fundador do Porta dos Fundos; Lyssa Kay Adams, autora estadunidense de séries românticas; Thalita Rebouças, escritora com 25 títulos publicados; Raphael Montes e Tainá Müller, respectivamente, roteirista e protagonista da série televisiva “Bom dia, Verônica”.


Entusiasmado, o escritor best-seller e cantor Pedro Rhuas observa, entre seus seguidores, que a Bienal Bahia é bastante aguardada. “Não vejo a hora de encontrar meus leitores em Salvador. A ideia é dialogar e consolidar esse público que se apaixonou por livros na pandemia, fortalecendo também o Nordeste em um momento de retomada”, celebra. Nessa mesma toada, o curador do espaço, Schneider Carpeggiani, doutor em Teoria Literária, aponta a importância de “preparar um conteúdo que proponha reflexões sobre como a leitura nos torna cidadãos”. Carpeggiani já foi curador de eventos como a Bienal do Livro de Pernambuco e o Festival de Literatura do Recife. Atualmente, atua como editor do Suplemento Pernambuco, mantendo uma relação próxima com a produção cultural do Nordeste.


 


Confira a programação completa da Arena Jovem:

(sujeita a alteração)


 


 


Data/Hora


Mesa


 


 


10/11


Quinta


11h


A Ciência nossa de cada dia


Aquecimento global, novas superbactérias e dúvidas que pareciam extintas como “será mesmo que a Terra é redonda?"


Vivemos um momento em que discutir a ciência se mostra fundamental para lidarmos com as questões do dia a dia. Para debater este tema, a youtuber Rafaela Lima (Canal de YouTube Mais Ciências) e as escritoras Leda Cartum e Sofia Nestrovski (do podcast Vinte Mil Léguas e autoras de As vinte mil léguas de Charles Darwin).


Leda Cartum


Rafaela Lima


Sofia Nestrovski


Pedro Duarte


mediador


10/11


Quinta


13h


E se Harry Potter fosse meu?


Há 25 anos a escritora britânica J.K. Rowling publicava o primeiro volume de Harry Potter, e a história do bruxinho se tornava fenômeno incontestável, mobilizando fãs em todo mundo e influenciando a literatura das décadas seguintes. Para esta mesa, convidamos fãs e escritores para falar não apenas sobre sua relação com o personagem, e as tretas que cercam seu universo, mas sobretudo para responder à pergunta: “o que você reescreveria na saga criada por J.K. Rowling?”  Participações de Rodrigo França, Babi Dewet e Adriel Bispo.


Adriel Bispo


Babi Dewet


Rodrigo França


João Mendes


mediador


10/11


Quinta


15h


E o soneto ataca outra vez…


O escritor, ator do Porta dos fundos e apresentador Gregorio Duvivier fala sobre as influências literárias e o Brasil que inspiraram seu novo livro, a coleção de poemas “Sonetos de amor e sacanagem”.


Gregório Duvivier


Lorena Ribeiro


mediadora


10/11


Quinta


19h


As histórias que contamos


A cantora Ivete Sangalo participa de um bate-papo com a escritora Bárbara Carine para falar sobre a relação entre pais e filhos nos dias de hoje. Serão abordados temas como maternidade, as histórias que contamos para nossos filhos, os desafios que é educar neste mundo onde as crianças e adolescentes têm acesso a tudo muito rápido e como prepará-los para esse futuro que vem pela frente.


Ivete Sangalo


Bárbara Carine


mediadora


 


 


 


11/11


Sexta


11h


Desenhando a Crise


 De como os impasses políticos e sociais têm impactado o trabalho de artistas de HQ? Quais os principais desafios de desenhar o Brasil hoje? Uma conversa com os artistas André Dahmer e Amma.


Amma


André Dahmer


Schneider Carpeggiani


mediador


11/11


Sexta


15h


Brasil e seu difícil livro de histórias


A produção jornalística como a escrita de uma possível biografia do Brasil. É o que fazem as jornalistas Fabiana Moraes e Daniela Arbex em seus trabalhos. Nesta conversa, elas discutem os desafios da reportagem hoje em meio a crises econômicas e o espetáculo das redes sociais.


 


Fabiana Moraes


Daniela Arbex


Rafael Santana


mediador


 


 


 


12/11


Sábado


12h


Histórias e percalços da vida em cor-de-rosa - Um encontro com Paula Pimenta


A escritora best-seller Paula Pimenta faz um balanço das suas duas décadas de carreira e responde às perguntas do público. Ao seu lado, a atriz Bela Fernandes, que interpreta Fani no longa “Fazendo meu filme”, baseado na obra literária de Pimenta.


Paula Pimenta


Bela Fernandes


Deko Lipe


mediador


12/11


Sábado


15h


Nordeste à meia-luz


Os escritores Cristhiano Aguiar (PB), Ian Fraser (BA) e Márcio Benjamin (RN) conversam sobre as literaturas noir e de terror realizadas hoje no Nordeste, e também no Brasil, e de como esses gêneros literários podem nos ajudar a entender o tempo presente.


Cristhiano Aguiar


Márcio Benjamin


Ian Fraser


Lorena Ribeiro


mediadora


12/11


Sábado


19h


Construindo Verônica


O escritor Raphael Montes conversa sobre o processo de construção do seu romance/série Bom dia, Verônica. Ao seu lado, a atriz Taína Müller fala do processo de viver uma personagem na série homônima adaptada do livro de Montes, a protagonista Verônica.


Tainá Müller


Raphael Montes


Anderson Shon


mediador


 


 


 


13/11


Domingo


11h


Os poemas que salvam o dia


Os poetas Allan Dias Castro, Bráulio Bessa e Ryane Leão debatem sobre como o poema pode ser um aliado para tempos difíceis, e refletem sobre o uso das redes sociais para  ganhar novos leitores e espalhar a palavra.


Allan Dias de Castro


Ryane Leão


Bráulio Bessa


Matheus Rocha


mediador


13/11


Domingo


13h


A vida precisa de manual!


Os autores Mari Fulfaro e Iberê Thenório falam do sucesso dos títulos da grife “Manual do mundo” e lançam o novo volume da série, “O guia de sobrevivência na natureza do Manual do Mundo”.


MANUAL DO MUNDO


Mari Fulfaro


Iberê Thenório


João Mendes


mediador


13/11


Domingo


15h


O mundo inteiro dentro de casa


O ator, diretor e escritor Lázaro Ramos lança seu primeiro livro voltado ao público jovem, “Você não é invisível”, e conversa com a escritora Maria Dolores Rodriguez sobre relações familiares num mundo atravessado pela pandemia e o fascismo.


Lázaro Ramos


Maria Dolores Rodriguez


mediadora


 


 


 


14/11


Segunda


11h


TikTok, Instagram e o velho papel... como a gente se lê hoje?


As redes sociais se tornaram grandes aliadas dos escritores e do mercado editorial. Mas como o TikTok e as outras redes sociais têm transformado as relações entre autor e leitor? Estariam as redes possibilitando, de fato, uma maior circulação das obras e mesmo uma discussão maior de temas antes considerados tabus? Enfim: como a gente se lê em 2022?  Iremos tentar responder a estas perguntas com a ajuda dos escritores Pedro Rhuas, Clara Alves e Elayne Beta.


Pedro Rhuas


Clara Alves


Elayne Baeta


Pedro Duarte


mediador


14/11


Segunda


15h


A literatura entre o sonho e o apocalipse


Três autores de fantasia falam sobre criação literária,  novas formas de pensar a sociedade e os impasses do mercado editorial. Participações: Ale Santos, André Vianco e Lu Ain-Zaila.


Ale Santos


André Vianco


Lu Ain-Zaila


Anderson Shon


mediador


14/11


Segunda


17h


Todas as letras


A obra de Gilberto Gil contribuiu para a transformação do conceito estético da letra de música ao lhe dar status de poesia – cantada e popular. Ex-ministro da Cultura, membro da Academia Brasileira de Letras, Gil é um dos mais sensíveis e inventivos artistas em atividade, reconhecido e admirado no mundo inteiro. O jornalista Cláudio Leal media essa conversa entre Gilberto Gil e Carlos Renó


Gilberto Gil


Carlos Renó


Cláudio Leal


mediador


 


 


 


15/11


Terça


11h


Vida: Modos de contar


Os jornalistas Chico Felitti e Carol Pires descrevem o processo político e social de contar vidas (anônimas e famosas) em livros e podcasts. E falam ainda das responsabilidades, e dos riscos, que trazer ao público estas narrativas podem acarretar.


Carol Pires


Chico Felitti


Schneider Carpeggiani


mediador


15/11


Terça


15h


O que faz bater mais rápido seu coração?


O que espera o jovem leitor brasileiro? Como ele tem lidado com temas como bullying e sexualidade? Iremos conversar sobre essas questões com os escritores Thalita Rebouças e Pedro Rhuas.


Thalita Rebouças


Pedro Rhuas


Felipe Cabral


mediador


15/11


Terça


17h


Como um clube de leitura pode melhorar sua vida


Uma conversa com a autora best-seller norte-americana Lisa Kay Adams, autora de Clube do livro dos homens.


Lissa Kay Adams


Frini Georgakopoulos


mediadora | tradutora


 


 


SERVIÇO:


Bienal do Livro Bahia 2022

Período: 10 a 15 de novembro

Horário: das 9h às 21h (quinta, sexta e segunda), das 10h às 22h (sábado e domingo) e das 10h às 21h (terça-feira)

Ingressos: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia)

Espaços: Área de Exposição, Café Literário, Arena Jovem, Espaço Infantil e Praça de Alimentação

Site oficial: www.bienaldolivrobahia.com.br


 

0 comentários :

 

Paparazzo

Paparazzo
É DO SALVADOR NOTÍCIAS!

Carnaval

Carnaval
Blog do Carnaval

Eventos

Eventos
Revista (Let's Go)

São João

São João
Arraiá do Salvador Notícias é aqui!
SALVADOR NOTÍCIAS
Todos os direitos reservados desde 2000-2024 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑