Seja bem-vindo. Hoje é

terça-feira, 1 de novembro de 2022

Flipelô inicia programação em espaços municipais a partir desta terça (1º)

 


Fotos: Jefferson Peixoto/Secom e Valter Pontes/Secom

O mês de novembro começa com uma rica programação cultural em Salvador, promovida pela Festa Literária Internacional do Pelourinho (Flipelô) 2022, a partir desta terça-feira (1º) até o próximo domingo (6). A Prefeitura apoiará o evento realizando um circuito de atividades em diversos espaços municipais.

A Casa do Carnaval, no Pelourinho, e a Casa do Rio Vermelho, no bairro de mesmo nome, estarão com entradas gratuitas durante todo o horário de funcionamento, das 10h às 18h. No primeiro local, o público terá acesso a um amplo acervo que conta a história da folia em uma viagem visual e sensorial, com diversos recortes temáticos da festa do Momo. No outro, os visitantes poderão conhecer a última residência onde viveram os escritores Jorge Amado e sua companheira Zélia Gattai, num memorial sobre a vida e a obra do casal, que levou a literatura da Bahia para o mundo.

A grade de atrações da Flipelô também chegará à Casa do Benin e na Casa Amarela, com realizações de mesas de debates, bate-papos literários, lançamentos de livros, saraus de poesia, slams (competição de poesia), contação de história e muito mais.

Benin – Na Casa do Benin, a programação do espaço cultural na Flipelô 2022 começa na quarta-feira (2), às 13h, com a abertura do espaço para visitação e a realização da Olojá – Feira de Livros, Artesanias e Afetos. Às 14h, acontece uma visita guiada à exposição permanente do espaço e à ocupação Arvorecer, da artista visual Lívia Passos.


A partir de 14h30, o grupo de Percussão da Ufba, comandado por Aquim Sacramento, apresenta o espetáculo “Bahia, Sim!”. Na sequência, a partir de 16h, acontece a Pré-Balada Literária da Bahia, capitaneada por Nelson Maca, com uma roda de conversa sobre sambas de blocos afro. Por fim, ocorrerá o Sarau Free Pelô.

De quinta (3) a domingo (6), a Casa do Benin e a Feira Olojá abrirão sempre às 10h, e as visitas orientadas acontecem sempre às 10h30. No mesmo dia, a Editora Organismo realiza duas rodas de conversa, sendo a primeira às 15h sobre o tema “Frantz Fanor, crítica e violência entre tempos”, com Cássia Maciel, Jesiel Oliveira e César Sobrinho.

A segunda será às 17h, com o tema “O falo ainda é importante? - Homens e masculinidades na contemporaneidade” com Tedson da Silva, Paulo Marcos Barros e Daniel Silva, na mediação.

Na sexta-feira (4), a partir das 14h, a programação será dedicada às crianças. A primeira atração é o lançamento do livro “Do Lado de Fora da Minha Caixola: Luto, de Seo Zé Ricardo”. O evento é acompanhado de uma roda de conversa com Maurício Anunciação e Donminique Azevedo. Às 15h30, escritores da editora Mostarda promovem a roda de conversa “A Importância da Apresentação de Personalidades Pretas para Criança”.

Às 17h, a autora Lívia Passos lança seu livro “O dia dos Caretas”, com a oficina de máscaras de Mabel Fontes e a roda de conversa e contação de histórias com Helena Nascimento e Karla Carvalho. Por fim, às 18h30, a programação infantil se encerra e dá espaço para a estreia do sarau Mulheres do Vento, Mulheres do Tempo, promovido pelo instituto A Mulherada e convidadas.

No sábado (5), acontece uma homenagem à saudosa chef e escritora Angélica Moreira, idealizadora do Ajeum da Diáspora, projeto etnogastronômico que marcou presença nas edições anteriores da Flipelô. Na sequência, o afrochef Jorge Washington convida a chef Lourence Alves para uma aula-show de gastronomia, com intervenções musicais de Udy Santos.

A partir das 17h, acontece a roda de conversa “Literatura e ancestralidade africana”, com Vagner Amaro e Marcos Cajé, promovida pela Editora Malê. Já às 18h30, a Ocupação Arvorecer lança o livro “Cotas Raciais”, da autora Livia Sant’Anna Vaz, seguida de uma roda de conversa com Lívia Passos.

Por fim, no domingo (6), às 12h, a programação da Casa do Benin na Flipelô se encerra com a Culinária Musical, em que o afrochef Jorge Washington prepara Maxixada para Tereza, e convida a cantora Lari Lima. Além dela marcam presença o grupo de escritoras negras para lançamento de livros das autoras Anajara Tavares, Carmen Faustino, Alessandra Sampaio, Analu Silva e Fabricia de Jesus. Haverá ainda o lançamento da nova coleção de Negra Lua e Cacau Crioula no Cantinho do Empreendedor.

Casa Amarela – Espaço provisório da Fundação Gregório de Mattos (FGM) para ações do Flipelô, situado ao lado da Fundação Casa de Jorge Amado, no Pelourinho, a Casa Amarela terá no primeiro dia de atividades, na terça (1º), às 10h, atividades de leitura das três coleções do Selo João Ubaldo Ribeiro e livros infantis de diversas temáticas.

 Às 15h, a Oficina Amigo Bola, com a artista plástica, professora e historiadora Débora Duarte, promove a importância do amigo e organiza uma atividade lúdica com bolas de assoprar, no qual as crianças utilizarão areia, lã e tintas para criar seu próprio amigo e levar para casa.

Na quarta-feira (2), às 10h, acontece a contação de história “Menina Bonita do Laço de Fitas”. Às 15h, será realizada uma oficina de reciclagem baseada no livro “Eu Produzo Menos Lixo'', com a moradora e professora aposentada do bairro de Valéria, Dona Claudete. Na ocasião, as crianças e os adolescentes terão a oportunidade de aprender sobre a reciclagem, requalificando peças que seriam descartadas.

Na quinta-feira (3), às 10h30 e às 15h, acontece o projeto de produção textual “Mentes Criativas”. Nessa ação, crianças e adolescentes de 8 a 16 anos terão a oportunidade de criar uma história com capa a partir do tema proposto pelo bibliotecário José Antônio Nascimento. No mesmo dia, no espaço Ordem 3º de São Francisco, às 15h, a ação o Palhaço das Letras ensina de maneira lúdica o ABC para crianças menores de 8 anos.

Na sexta-feira (4), às 10h e às 15h, ocorre a contação de história “O Mistério da Risada no Chão”, com Letícia Paulina, cuja animação convoca o espectador a desvendar onde está a risada. No sábado (5), às 10h e às 15h, o espaço recebe a contação de história “A Bailarina que Chupava Dedo”, com Catarina Assis, pedagoga e escritora. Finalizando a programação, domingo, às 15h, acontece o Sarau de Poesia.

Realização – Com o tema “Os 110 anos do nascimento de Jorge Amado", a Flipelô 2022 é apresentada pelo Ministério do Turismo, pela Secretaria Especial da Cultura e pelo Instituto CCR, com patrocínio da Prefeitura de Salvador e do Governo da Bahia. O evento é uma realização da Fundação Casa de Jorge Amado, em correalização com o Sesc e uma produção da Sole Produções.

0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003-2019 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑