Seja bem-vindo. Hoje é

terça-feira, 13 de dezembro de 2022

Gestão de Salvador é destacada em fórum nacional de Administração das capitais

 


Gestão de Salvador é destacada em fórum nacional de Administração das capitais

 

Fotos: Betto Jr./Secom

 

Começou nesta segunda-feira (12) e segue até amanhã (13) o 78º Fonac (Fórum Nacional de Secretarias Municipais de Administração das Capitais). O evento, que reúne profissionais responsáveis pela gestão de 17 capitais brasileiras, além de municípios do interior da Bahia, acontece no Gran Hotel Stella Maris, em Stella Maris, e teve a mesa de abertura composta pelo prefeito Bruno Reis, pela vice-prefeita Ana Paula Matos e pelo secretário municipal de Gestão (Semge), Tiago Dantas, além de representantes de grandes metrópoles brasileiras.

 


O prefeito deu exemplos de ações empreendidas em Salvador e lembrou das dificuldades enfrentadas pela capital há nove anos. "Em 2013 diziam que ser prefeito de Salvador era inviável. As finanças estavam arruinadas. Éramos a pior gestão fiscal do Brasil. A cidade arrecadava menos do que gastava e não conseguia honrar seus compromissos com fornecedores nem serviços à população. Nossos pontos turísticos não tinham manutenção, éramos o pior Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) do Brasil".

 

O chefe do Executivo explicou ainda que foi preciso encontrar soluções para viabilizar uma gestão com condições de mudar essa realidade. "Temos a regra de ouro de qualquer gestão, que é arrecadar mais e gastar menos. Fizemos uma reforma tributária onde o princípio dela era buscar justiça social, ou seja, quem pode mais paga mais, quem pode menos paga menos. A partir dessas mudanças, passamos a ter capacidade de investimento, com prioridade para atacar problemas históricos”, declarou.

 

Como exemplos, o prefeito lembrou que Salvador saltou de 18% para 62% a cobertura de atenção básica. A cidade conseguiu subir 12 posições no Ideb, sempre investindo mais do que os 25% mínimos exigidos para educação, além de universalizar o acesso à educação infantil. “Tivemos a capacidade de nos planejar. Todo início de gestão elaboramos planejamento estratégico que estabelecemos onde queremos chegar ao final de quatro anos, quais projetos e marcos de entrega para serem cumpridos, além de prever os recursos e suas origens para aplicar na cidade", completou Reis.

 

O secretário de Administração e Gestão de Pessoas de Curitiba (PR) e presidente da Fonac, Alexandre Jarschel Oliveira, ressaltou os motivos para a realização do evento na capital baiana. "Insistimos em trazer o evento para Salvador, que já era nossa ideia antes da pandemia, não apenas por ser uma cidade turística e por encantar pela beleza gastronômica e cultural. Salvador é uma cidade resiliente, que tem gestão administrativa impecável, e causa inveja e orgulho nos secretários de gestão de todo o Brasil. É uma cidade que sabe fazer suas políticas públicas e sabe servir seu cidadão. É esse exemplo que nos interessa. Aqui se faz uma gestão de resultados que transformam a vida da população todo dia, e é isso levaremos para nossas cidades".

 

O titular da Semge salientou a importância do fórum para a troca de experiências e informações entre as diversas gestões municipais do país. "É um grande fórum de discussão e aprendizado que atua como um grande polo para debater e apresentar soluções para os grandes problemas que atingem as grandes metrópoles do país. A partir dessas conversas, percebemos que as soluções apresentadas são aplicáveis em nossas cidades. Por isso mesmo, são temas de interesse comum", declarou Dantas. A programação completa do evento pode ser conferida no site www.fonac.org.br


0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003-2019 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑