Seja bem-vindo. Hoje é

quinta-feira, 23 de março de 2023

Vigilância Sanitária intensifica ações com aumento da procura de alimentos tradicionais para Semana Santa


Vigilância Sanitária intensifica ações com aumento da procura de alimentos tradicionais para Semana Santa



Com a proximidade da Semana Santa, a Vigilânia Sanitária de Salvador (Visa) realiza fiscalizações rotineiras, a fim de assegurar os cuidados sanitários e as boas condições de armazenamento e conservação dos produtos, que serão consumidos na primeira semana de abril. Na última sexta-feira (17), as ações foram realizadas na região de Cajazeiras.


Por tradição, neste período é adotada uma alimentação mais restrita, com menor consumo de carne bovina, suína e aves. Grande parte da população passa a consumir mais peixes, frutos do mar, azeites, oleaginosas, cocos e derivados. Na capital baiana, são inúmeras as opções em feiras e mercados, que comercializam esses produtos, em sua maioria perecíveis, o que torna necessária a atenção na hora da compra. 


A ação da Vigilância é principalmente educativa, tanto para os comerciantes, com orientação para que eles consigam fornecer o alimento o mais seguro possível, como também para o consumidor, para que ele saiba reconhecer o alimento seguro, tanto no comércio como na própria casa”, diz a fiscal de Controle Sanitário do distrito de Cajazeiras, Mariana Freitas.


Mariana também comentou sobre critérios que devem ser adotados para a escolha da mercadoria. “É extremamente importante as pessoas se conscientizarem e busquem lugares que tenham alvará, pois é a garantia de que a vigilância sanitária atua naquele lugar. Sobre os produtos perecíveis como pescados, camarão e similares, devem ser avaliadas as condições de higiene do local, se tem presença de insetos, se as mercadorias estão cobertas. Se for um pescado, averiguar se está bem refrigerado e com aspecto bem fresco. Em caso de peixes, a dica é averiguar se o olho está brilhante e saltado, a musculatura deve estar firme e elástica e o odor deve ser próprio da espécie. Pescados diferentes não devem estar acondicionados juntos, para não acontecer contaminação cruzada, e sempre devem estar cobertos com gelo de qualidade", elenca. 


No caso do amendoim, que também é muito comum na Semana Santa, ele não deve ser armazenado em local úmido ou muito quente. "Às vezes as pessoas não entendem que o amendoim é um produto que tem que ser bem armazenado, porque nele acontece a proliferação de fungos que produzem toxinas. Ele deve estar armazenado em local fresco livre de umidade, para evitar esses fungos", completa a fiscal.


O auxiliar administrativo Arnaldo dos Santos, que trabalha em uma loja de produtos para acarajé, comenta sobre os cuidados adotados pelo estabelecimento, para manter o padrão sanitário. “Tentamos estocar a menor quantidade de produtos possível, para que cheguem novos com mais qualidade. Em termos de limpeza, seguimos o que foi pedido, como colocar saboneteira para lavagem das mãos, além do cuidado redobrado com a qualidade dos produtos, desde seu armazenamento até sua manipulação, colocando etiquetas de validade e verificando sempre o estado e a temperatura dos freezers, a fim de manter a conservação”, explica.


Fotos: Jefferson Peixoto/Secom


Fonte /Secom


 




0 comentários :

 

Paparazzo

Paparazzo
É DO SALVADOR NOTÍCIAS!

Carnaval

Carnaval
Blog do Carnaval

Eventos

Eventos
Revista (Let's Go)

São João

São João
Arraiá do Salvador Notícias é aqui!
SALVADOR NOTÍCIAS
Todos os direitos reservados desde 2000-2023 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com Instagram: @salvador_noticias_oficial
- Topo ↑