Seja bem-vindo. Hoje é

quinta-feira, 4 de maio de 2023

Gás de cozinha fica mais caro e novo preço pesa no bolso dos brasileiros

 


O impacto será sentido no preço final do botijão de gás de 13 kg, utilizado nas residências. 

Desde segunda-feira (1º), o preço médio do gás de cozinha acumula alta de 11,9%. A elevação ocorre devido a uma alteração que estabelece a cobrança de uma alíquota única de ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços), segundo o Sindigás (Sindicato Nacional das Empresas Distribuidoras de Gás Liquefeito de Petróleo).


Com a medida, o valor do tributo deve passar de R$ 14,60 para R$ 16,34, afetando 21 dos 27 estados brasileiros. O impacto será sentido no preço final do botijão de gás de 13 kg, utilizado nas residências.


Antes, cada estado tinha uma alíquota própria do ICMS a ser cobrado pelo botijão de gás de cozinha, o que resultava em valores diferentes em cada região. Agora, a mudança significará a cobrança de R$ 1,2571 por quilo em grande parte do país.


Os brasileiros que moram no Mato Grosso do Sul sentirão a maior alta no preço do gás de cozinha, com impacto de 84,5%. Por outro lado, no Ceará e no Espírito Santo, não haverá mudança de preço. Já nos estados do Acre, Rio Grande do Norte, Minas Gerais e Santa Catarina, o preço do botijão de gás terá queda.


Veja o preço do gás em cada estado e Distrito Federal:


Acre – R$ 120,34

Alagoas – R$ 101,24

Amapá – R$ 115,49

Amazonas – R$ 124,63

Bahia – R$ 111,32

Ceará – R$ 109,44

Distrito Federal – R$ 101,38

Espírito Santo – R$ 101,40

Goiás – R$ 111,06

Maranhão – R$ 103,87

Mato Grosso – R$ 124,90

Mato Grosso Do Sul – R$ 104,04

Minas Gerais – R$ 110,84

Pará – R$ 113,44

Paraíba – R$ 111,20

Paraná – R$ 106,61

Pernambuco – R$ 97,86

Piauí – R$ 109,40

Rio De Janeiro – R$ 95,10

Rio Grande Do Norte – R$ 111,36

Rio Grande Do Sul – R$ 107,61

Rondônia – R$ 124,18

Roraima – R$ 129,91

Santa Catarina – R$ 122,77

São Paulo – R$ 105,22

Sergipe – R$ 100,46

Tocantins – R$ 122,07



Impacto para as famílias de baixa renda

A mudança tem impactado principalmente os trabalhadores e as famílias de baixa renda, que utilizam o gás de cozinha como fonte de energia para cozinhar e aquecer a água. Mesmo que a compra de um novo botijão aconteça em média a cada dois meses, o preço elevado pode pesar no orçamento das famílias.

No ano passado, o governo federal criou o vale-gás para financiar 50% do valor do botijão de gás para famílias vulneráveis. Neste ano, o programa subiu e passou a oferecer 100% do preço do gás para essas famílias. A medida visa minimizar o impacto da alta do preço do gás de cozinha para as famílias de baixa renda.

Fonte informebrasil

F0t0 sindbancarios

0 comentários :

 

Paparazzo

Paparazzo
É DO SALVADOR NOTÍCIAS!

Carnaval

Carnaval
Blog do Carnaval

Eventos

Eventos
Revista (Let's Go)

São João

São João
Arraiá do Salvador Notícias é aqui!
SALVADOR NOTÍCIAS
Todos os direitos reservados desde 2000-2023 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com Instagram: @salvador_noticias_oficial
- Topo ↑