Seja bem-vindo. Hoje é

quarta-feira, 3 de maio de 2023

Guarda Municipal não registra ocorrências no Centro Histórico nas últimas 72h


 Após intensificar atuação preventiva, Guarda Municipal não registra ocorrências no Centro Histórico nas últimas 72h


Fotos: Divulgação/ GCM


Após o primeiro final de semana da instalação da Diretoria de Segurança Urbana e Prevenção à Violência da Guarda Civil Municipal, no Centro Histórico, nenhuma ocorrência foi registrada nas últimas 72h. A operação iniciada às 7h do sábado (29) e finalizada às 18h da última segunda-feira (1º), feriado do Dia do Trabalhador, contou com a presença de 100 agentes, em 10 viaturas e 4 motos que circularam em tempo integral por toda região do Centro Antigo.


Para o diretor de Segurança Urbana e Prevenção à Violência, Maurício Lima, a presença da Guarda Civil teve papel fundamental para garantir a tranquilidade em todo Centro Histórico. “Estivemos em vários trechos do Pelourinho e todo seu entorno. Verificamos relatos dos comerciantes sinalizando que há 20 anos não viam o Pelourinho com um final de semana tão tranquilo e tão leve como foi esse. Estamos com essa marca que há tanto tempo não acontece, são 72 horas sem nenhuma ocorrência no Pelourinho, no Centro Histórico. O que vimos foi uma operação de muito sucesso que vai prosseguir por tempo indeterminado”, garantiu Lima.  


Quem também acompanhou de perto toda a operação foi o jornalista, escritor, compositor e agitador cultural Clarindo Silva, que é liderança comunitária na região e dono da Cantina da Lua, espaço cultural fundado há décadas no Terreiro de Jesus. Na opinião de Clarindo, a ação já teve resultados importantes.  


“Foi o início de um belo trabalho. Todos unidos pelo nosso Pelô. Precisamos de todas as esferas juntas e foi assim que aconteceu neste último final de semana.  Acho que se seguirmos assim, de braços dados, vamos manter a paz. Lembrar que o Pelourinho precisa ser bom para nós, para nosso povo, para quem vive dele e também para os turistas”, frisou.  


O clima de tranquilidade também é comemorado por comerciantes ambulantes e donos de lojas. A aposentada Railda Fonseca, 76 anos, vende vestidos artesanais em um box localizado na Praça da Sé. “É muito boa essa sensação de receber nosso turista, vender nossos artigos e ter a certeza que nada de ruim vai acontecer. Tem sido assim desde a semana passada”, conta.  


Recém-chegado à capital baiana, o casal de turistas paulista caminhava pelas ruas do Centro Histórico, nesta terça-feira (2). Impressionados com a beleza arquitetônica, eles disseram se sentir seguros ao circular pelas ruas. “É tudo muito bonito e estamos encantados”, disse a engenheira Carla Nascimento, 31 anos, enquanto posava para fotos diante da Catedral Basílica.  


Trabalho intenso - A intensificação do trabalho da Guarda se soma às ações do Distrito Cultural do Centro Histórico e Comércio, uma zona administrativa especial que começa a atender desde a Gamboa, passando por Comércio, Barroquinha, Pelourinho e chegando ao Santo Antônio Além do Carmo. Essa área passa a contar com uma gestão própria e mais presente, que é comandada por uma nova Prefeitura-Bairro a ser implantada, a 11ª criada na cidade desde 2013. O pacote de medidas foi apresentado pelo prefeito Bruno Reis na semana passada.


Dentro do pacote de ações apresentado consta, por exemplo, a implantação de instituições para atender pessoas dependentes de substâncias psicoativas, um novo projeto de iluminação antivandalismo, ampliação do horário de funcionamento do Elevador Lacerda, padronização e fardamento do comércio informal, aumento da fiscalização de poluição sonora e de ordenamento e uso do solo.


“Acompanhei de perto as operações e recebi diversos relatos de comerciantes e turistas sobre o quanto o Pelourinho está seguro. Profissionais da área de turismo elogiaram a atuação da instituição e relataram o quanto é importante a permanência dessas atividades”, detalhou Maurício, reforçando que as ações seguirão sendo desenvolvidas pela GCM no Centro Histórico.


“Foi uma operação extraordinária que nos primeiros momentos já sinalizava um resultado muito positivo. Tivemos a participação da Semop, Limpurb, Polícia Militar, uma atuação firme da PM, é importante ressaltar, da Polícia Civil também”, destaca, salientando a importância da parceria.  


Guarda Civil na cidade – De acordo com dados do Núcleo de Estatísticas da GCM, neste final de semana, de sexta à segunda-feira, foram registrados 123 atendimentos da Guarda em toda cidade, o equivalente a uma média de 41 registros por dia. As ações representaram um aumento de cerca de 9,8% em relação ao mesmo período do ano de 2022, quando foram contabilizados 112.  


Segundo a Guarda, a maioria das ocorrências estão relacionadas à proteção do espaço público. Foram 71 registros dessa natureza, seguidos de 16 abordagens preventivas. Só na região do Pelourinho foram contabilizados 24 atendimentos, apresentando um crescimento de 700% em comparação ao mesmo período do ano de 2022.



0 comentários :

 

Paparazzo

Paparazzo
É DO SALVADOR NOTÍCIAS!

Carnaval

Carnaval
Blog do Carnaval

Eventos

Eventos
Revista (Let's Go)

São João

São João
Arraiá do Salvador Notícias é aqui!
SALVADOR NOTÍCIAS
Todos os direitos reservados desde 2000-2024 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑