Seja bem-vindo. Hoje é

quinta-feira, 7 de setembro de 2023

Guarda Municipal leva Projeto Borboletas a escolas e órgãos públicos


 Guarda Municipal leva Projeto Borboletas a escolas e órgãos públicos de Salvador


Fotos: Bruno Concha/ Secom


O Projeto Borboletas, apoiado pela Coordenadoria de Ações e Prevenção à Violência (Cprev) da Guarda Civil Municipal (GCM), promoveu na manhã desta terça-feira (5), na Escola Municipal Cosme de Farias, em Nazaré, uma roda de conversa voltada para professores da instituição. A iniciativa, realizada em escolas e órgãos públicos, debate temas como violência, questões de gênero e construção de identidade, dentre outros.


De acordo com o psicólogo e instrutor de inteligência emocional da GCM, Antônio Lacerda, antes da criação do Borboletas, essas ações já aconteciam em algumas instituições. “O intuito aqui é começar um processo, primeiro com os professores para que entendam o processo que vai desde a automutilação, da auto sabotagem, para que seja possível fazer um trabalho psicossocial, com troca de experiências e ensinamento, para ajudar a juventude”, disse.


A ideia das rodas de conversa promovidas pelo projeto é iniciar um processo de desconstrução da violência através da comunicação direta com os jovens, para que eles se tornem agentes de mudança desse mesmo processo.


Diretora da unidade há 10 anos, Thaís Ferreira, conta que a parceria é importante no sentido de agregar, como forma de ajudar os alunos e a comunidade da escola. “Nós vemos que, ao longo dos anos, as crianças e as famílias passaram a apresentar questões diversas, então a parceria vai nos ajudar a entender certas ações e contextos da nossa comunidade para trabalhar junto com as famílias e assim melhorar a vida das crianças. Vemos muitas questões de dificuldade de aprendizagem, o índice de violência, então trazemos o projeto para ganhar conhecimento de como auxiliar nessas situações”, afirmou.


A professora Maria Caldas, de 45 anos, trabalha na escola há quatro anos e aprovou a iniciativa. “Esse encontro é fundamental. Na verdade, a gente precisaria ter esse projeto sempre, para que a gente consiga trabalhar bem com as crianças. Como estamos aqui como adultos, como professores, se a gente não está bem, isso ressoa, pois lidamos com diversas situações dentro e fora da sala de aula”, ressaltou.


Projeto Borboletas – Os atendimentos psicológicos oferecidos pelo projeto Borboletas são realizados pela Coordenadoria de Ações de Prevenção à Violência (Cprev), todos os sábados, das 8h às 13h, na Lagoa dos Pássaros, localizada na Primeira Travessa Arnaldo Lopes da Silva, 108, no bairro do Stiep.


As sessões são individuais, com um psicólogo por paciente, e têm duração de 20 a 40 minutos. Em média, 40 pessoas são atendidas durante a manhã, após triagem feita por assistentes sociais da GCM que também colaboram com o projeto. Mais informações podem ser obtidas através do número de Whatsapp (71) 99186-2869.


0 comentários :

 

Paparazzo

Paparazzo
É DO SALVADOR NOTÍCIAS!

Carnaval

Carnaval
Blog do Carnaval

São João

São João
Arraiá do Salvador Notícias é aqui!
SALVADOR NOTÍCIAS
Todos os direitos reservados desde 2000-2023 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com Instagram: @salvador_noticias_oficial
- Topo ↑