Seja bem-vindo. Hoje é

quinta-feira, 14 de setembro de 2023

Quer trabalhar com Médicos Sem Fronteiras?

 


Quer trabalhar com Médicos Sem Fronteiras? Palestras na Aliança Francesa e na UNEB trazem informações sobre como atuar com a organização


Recrutadores e profissionais tiram as dúvidas do público e apontam os caminhos para quem quer seguir carreira em MSF


Tem interesse em trabalhar com Médicos Sem Fronteiras (MSF) mas não sabe como participar do processo seletivo? Quer saber mais sobre o dia-a-dia nos projetos diretamente de alguém que vivenciou a experiência? Para responder a essas e a muitas outras perguntas, Médicos Sem Fronteiras (MSF) está organizando duas palestras temáticas com a participação da equipe de recursos humanos e de profissionais que atuaram em projetos.


A atividade Trabalhe com MSF vai acontecer na próxima quarta-feira (13/9), às 19h, na Aliança Francesa, e na próxima quinta-feira (14/9), às 14h, na UNEB. As duas sessões são gratuitas e fazem parte do evento TransformAções, que traz para Salvador uma série de atividades sobre a organização humanitária internacional. 


Um dos palestrantes é Leonardo Picarelli, gestor de carreiras de Médicos Sem Fronteiras. Hoje, ele trabalha no escritório da organização humanitária no Rio de Janeiro, mas já está com MSF desde 2016. “Participei de oito projetos, entre eles República Democrática do Congo, Afeganistão e Líbano. Se me perguntarem qual foi o que mais me identifiquei ou mais gostei, eu não sei responder. Todos os projetos são especiais para mim”, afirma Picarelli.


Derrubando o primeiro mito sobre trabalhar com a organização, Picarelli já explica que nem todos os profissionais das equipes de MSF são da área de saúde. “Sempre atuei na parte administrativa e de gestão de pessoas aqui ou em outros países. Nós também temos muitas outras áreas de interesse para contratação”, conta. Além de pessoas de RH, engenheiros, administradores, advogados e logísticos são alguns dos perfis de interesse. “Precisamos de todos os profissionais que um hospital, por exemplo, necessita. Imagine o quanto é importante buscar pelas pessoas mais capacitadas que vão assegurar as melhores condições na ponta, onde acontecem os atendimentos para quem mais precisa”, explica.


Para se candidatar a uma das vagas em MSF, é preciso estar formado e ter pelo menos dois anos de experiência na sua área. Além de saber inglês e ter disponibilidade mínima de seis meses para trabalhar com a organização. “Também buscamos pessoas que sejam flexíveis e com grande capacidade de adaptação, principalmente em relação a diferentes culturas. Imagine que você estará em outro país e com pessoas do mundo inteiro, isso exige inteligência emocional”, afirma.


Ainda há aqueles que acreditam que a organização só trabalha com voluntários, o que é mais um mito. Na verdade, todas as pessoas são contratadas após um processo seletivo rigoroso e podem ter uma carreira dentro de MSF. “Eu mesmo já estou há bastante tempo e tenho muitas experiências”, explica. Picarelli ainda acrescenta: “Quem tiver interesse pode entrar no nosso site na aba Trabalhe Conosco e buscar por uma das vagas disponíveis. Ou ainda, preencher o cadastro no site. Nós sempre respondemos. Também realizamos buscas no banco de candidatos para encontrar currículos com o perfil para novas oportunidades.”


Além de Picarelli, Bruna Lima Figueira, recrutadora de Recursos Humanos de MSF, e Renata Santos, psicóloga e presidente do Conselho de MSF-Brasil, vão estar na palestra na Aliança Francesa. A dobradinha entre Picarelli e Bruna se repete no evento na UNEB, mas dessa vez com a participação de Luize Silva, que foi coordenadora de Recursos Humanos no Sudão do Sul, e de Laura Milan, arquiteta que também esteve recentemente no Sudão do Sul.    


 


Palestra: Trabalhe com MSF


Data: 13/09


Local: Teatro Moliére, Aliança Francesa (Av. Sete de Setembro, 401 – Ladeira da Barra)


Horário: 19h


Gratuito e limitado ao número de vagas do espaço.


Para se inscrever, clique aqui.


 


2ª Palestra Trabalhe com MSF


Data: 14/09


Local: UNEB (Rua Silveira Martins, 2555 – Cabula. Auditório do DCV I)


Horário: 14h


Gratuito e limitado ao número de vagas do espaço.


Para se inscrever, clique aqui. 


 


Sobre a organização médico-humanitária


Médicos Sem Fronteiras é uma organização humanitária internacional que leva cuidados de saúde a milhões de pessoas afetadas por conflitos armados, desastres naturais e socioambientais, epidemias, desnutrição ou sem nenhum acesso à assistência médica. Oferece ajuda exclusivamente com base na necessidade das populações atendidas, sem discriminação de raça, religião ou convicção política e de forma independente de poderes políticos e econômicos. Também é missão de Médicos Sem Fronteiras chamar a atenção para as dificuldades enfrentadas pelas pessoas atendidas em seus projetos.


 

0 comentários :

 

Paparazzo

Paparazzo
É DO SALVADOR NOTÍCIAS!

Carnaval

Carnaval
Blog do Carnaval

Eventos

Eventos
Revista (Let's Go)

São João

São João
Arraiá do Salvador Notícias é aqui!
SALVADOR NOTÍCIAS
Todos os direitos reservados desde 2000-2024 / Salvador-Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com Instagram: @salvador_noticias_oficial
- Topo ↑