Seja bem-vindo. Hoje é

sexta-feira, 24 de novembro de 2023

“A internet vai parar”, diz vice-presidente institucional da Claro

(Pedro França - Agência Senado)


  “A internet vai parar”, diz vice-presidente institucional da Claro  


Fábio Andrade é um dos líderes do movimento contrário à construção de uma usina na Praia do Futuro que ameaça a internet no Brasil


A construção de uma usina de dessalinização na Praia do Futuro, em Fortaleza, no Ceará, continua gerando polêmicas. Empresas que atuam no setor de internet alegam que a obra pode derrubar a conexão no Brasil. Um dos líderes do movimento contrário ao projeto, Fábio Andrade, vice-presidente institucional da Claro, é categórico: “A internet do país vai parar”.


Impactos para a conexão de internet

Em entrevista à Folha de São Paulo, Fábio Andrade lembrou que a própria Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) já se manifestou e determinou que os dutos da usina fiquem a, no mínimo, 500 metros dos cabos submarinos. Antes, o projeto estabelecia apenas cinco metros.


Com a vibração da água, Andrade afirma que pode haver rompimento dos cabos, derrubando a internet.


Mas segundo ele, o problema vai além. Mesmo que a instalação ocorra a no mínimo 500 metros, a conexão pode ser afetada no futuro. Isso porque o vice-presidente institucional da Claro destaca que o número de cabos deve dobrar em três anos, com o aumento da demanda por internet no país. Nesse sentido, a instalação deveria ser feito em uma distância de, no mínimo, mil metros.


Quase toda a conexão internacional do país com EUA, Europa e África chega na Praia do Futuro, em Fortaleza (CE). Um reparo leva, no mínimo, 50 dias. Isso afetaria a segurança pública, saúde, hospital, a população.


Fábio Andrade, vice-presidente institucional da Claro


Isso porque a região detém quase 100% do tráfego de internet nacional, sendo o segundo maior hub de sistemas ópticos do mundo. Contudo, a obra deve beneficiar milhares de pessoas no que tange o abastecimento de água.


Em resposta à TelComp, entidade que representa empresas de data centers e telecomunicações, durante conversa com Carlos Madeiro, colunista do UOL, o diretor-presidente da Sociedade de Propósito Específico (SPE) Águas de Fortaleza (responsável pela obra), Renan Carvalho, diz que o projeto não tem como afetar os cabos de internet instalados na praia do Futuro.


O diretor-presidente afirma que as empresas de tecnologia de internet estão preocupadas, na verdade, em ter espécie de reserva de mercado da região para os cabos submarinos.


Fonte Olhar Digital

0 comentários :

 

Paparazzo

Paparazzo
É DO SALVADOR NOTÍCIAS!

Carnaval

Carnaval
Blog do Carnaval

Eventos

Eventos
Revista (Let's Go)

São João

São João
Arraiá do Salvador Notícias é aqui!
SALVADOR NOTÍCIAS
Todos os direitos reservados desde 2000-2023 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com Instagram: @salvador_noticias_oficial
- Topo ↑