Seja bem-vindo. Hoje é

quinta-feira, 11 de janeiro de 2024

Caminhada de 8 quilômetros reúne baianos e turistas

 
Caminhada de 8 quilômetros reúne baianos e turistas na Lavagem do Bonfim


Fé, festa e manifestações populares que mostram a diversidade da cultura baiana. Assim é a Lavagem do Bonfim, a festa popular mais famosa da Bahia, que foi realizada nesta quinta-feira (17), em Salvador. A data é comemorada há 259 anos, sempre na segunda quinta-feira após o Dia de Reis (celebrado em 6 de janeiro). A Lavagem é o lado mais profano da festa do Senhor do Bonfim, que, na Bahia, é sincretizado com o orixá Oxalá. É por isso que um verdadeiro tapete branco se forma pelo trajeto de oito quilômetros que liga as ruas da Cidade Baixa, entre os bairros do Comércio e do Bonfim.


Além de autoridades políticas, artistas e devotos, a caminhada até a Igreja do Senhor do Bonfim revela o que é que a Bahia tem e reforça ainda mais a fama do estado como a Terra da Alegria. No cortejo, baianas, água de cheiro, capoeira e muita animação, ao som da Orquestra Xangô, sob regência do maestro Reginaldo, da capoeira e dos grupos Unisamba, Profissão Samba, com Neto Bala, e a irreverência de Fred Mendes e seu “Rixô Elétrico”. 


Para o secretário de Turismo Domingos Leonelli, a Lavagem do Bonfim “é o encontro mais emocionante entre baianos e turistas”. “Sem dúvida, é um dos atos religiosos e da cultura baiana de maior importância para o Estado”, comentou o secretário. Ainda de acordo com Leonelli, “a reunião dos baianos, na Lavagem do Bonfim, é cada vez mais forte e mais bonita, com grande participação também de turistas, que vivem na festa a experiência de ser baiano”.


Quem tem fé vai a pé - 


Por volta do meio-dia, o cortejo formado por baianas e fiéis da igreja católica e adeptos do Candomblé subiu a Colina Sagrada para receber as bênçãos do padre Edson Menezes, da Basílica do Bonfim, e realizar a lavagem das escadarias da igreja. 



Saveiros – 

Durante o cortejo, na enseada da Feira de São Joaquim, o vice-presidente da associação Viva Saveiro, Roberto Carlos Bezerra, aguardava um grupo formado por baianos e turistas para um passeio de saveiro entre a localidade de Água de Meninos e o Porto da Lenha, no Bonfim. “Devo ir com 30 pessoas, mas, na volta, serão 50 passageiros. É que algumas pessoas foram a pé e querem retornar de barco pelas águas da Baía de Todos-os-Santos.


O francês Eric Gouguenheim, que mora na Bahia há 25 anos, era um dos passageiros da embarcação, e fez questão de levar um casal de amigos, também francês, Laurent Gutierrez e Pascale Guillaumat, que está em Salvador há três dias. Laurent fez questão de destacar o caráter interativo da festa. “Isto é uma festa popular muito bonita e que reúne muita gente que vem mostrar sua fé e cultura. É muito diferente da Europa”, afirmou a turista, que também fará passeio de saveiro pelas águas do rio Jaguaripe, no Recôncavo Baiano.



Festa religiosa – 

As celebrações ao Senhor do Bonfim seguem até domingo. Nessa data, às 5h, será realizada a Missa da Aurora, na Basílica do Nosso Senhor do Bonfim. Às 10h, haverá missa solene celebrada pelo arcebispo Dom Murilo Krieger. Já às 16h, a procissão dos Três Pedidos terá partida da Igreja dos Mares.


Fotos: Tatiana Azeviche/Setur

0 comentários :

 

Paparazzo

Paparazzo
É DO SALVADOR NOTÍCIAS!

Carnaval

Carnaval
Blog do Carnaval

Eventos

Eventos
Revista (Let's Go)

São João

São João
Arraiá do Salvador Notícias é aqui!
SALVADOR NOTÍCIAS
Todos os direitos reservados desde 2000-2023 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com Instagram: @salvador_noticias_oficial
- Topo ↑