Seja bem-vindo. Hoje é

quinta-feira, 18 de janeiro de 2024

Trabalhadores de food truck aprendem manipulação segura de alimentos no Carnaval

 


Trabalhadores de food truck aprendem sobre manipulação segura de alimentos no Carnaval 


 A Vigilância Sanitária (Visa) segue esta semana com a série de capacitações e reuniões técnicas que visam preservar a saúde da população durante o Carnaval 2024. Nesta quarta-feira (17) a Visa recebeu, na sede situada na Avenida Vasco da Gama, profissionais que vão atuar com food trucks para reforçar boas práticas na manipulação de alimentos em eventos de massa e esclarecer dúvidas sobre a temática.   


Antonio Carlos Correia dos Santos, 63 anos, vai atuar com a venda de lanches na Barra durante a folia carnavalesca. “A partir desse curso a gente pode ver a importância de preservar os alimentos e os cuidados necessários para isso. A questão de trabalhar com os produtos na temperatura necessária mesmo foi um bom alerta, porque os microorganismos se reproduzem na temperatura ambiente. Com esse e outros cuidados, a gente cuida da saúde do consumidor e mantém a qualidade dos alimentos”, contou.  


Maria das Graças dos Reis, 66 anos, trabalha com feijoada e lanches há 22 anos e neste ano vai atuar no Campo Grande (Circuito Osmar) durante o Carnaval. A comerciante também participou da atividade e afirmou que aprovou a iniciativa da capacitação dos profissionais.   


“Foi extremamente importante fazer essa atualização. Como tenho experiência, já conheço as normas. É como arrumar a casa: você sabe onde cada coisa precisa estar. Por outro lado, tem muita gente que ainda não conhece os procedimentos, que trabalha com alimentos há pouco tempo e tem muitas dúvidas”, detalhou.  


Nesta quinta-feira (18) a capacitação tem continuidade tendo os trabalhadores dos camarotes como público-alvo. Já na sexta-feira (19) a ação educativa será voltada a empresas prestadoras de serviços de saúde. Ambas as capacitações serão realizadas na sede da Vigilância Sanitária. Já participaram das atividades categorias como baianas e baianos de acarajé e mingau, barraqueiros, serviços de balcão e indústrias de gelo.   


Responsável pela condução das atividades, a gerente de Vigilância e Segurança dos Alimentos, Gilmara Sodré, abordou com o público cuidados sanitários a exemplo de como evitar contaminação cruzada, temperatura adequada para conservação dos alimentos, cuidados com o preparo de bebidas, higiene e saúde do manipulador de alimentos, além das exigências sanitárias para serviços de saúde e de interesse da saúde. Na ocasião, os trabalhadores também receberam um checklist de autoavaliação como forma de orientar o que é imprescindível para o funcionamento dos food trucks e que deverá ser analisado por eles diariamente, para que estejam dentro das normas sanitárias.  


Um dos pontos que geram dúvidas, explicou Gilmara, é como evitar a contaminação cruzada dos alimentos, o que pode acarretar sérios problemas a saúde do consumidor. “É necessário, por exemplo, separar alimentos crus dos cozidos, utilizar diferentes equipamentos e utensílios para estes alimentos e higienizar esses materiais adequadamente. Isso tudo tem que ser observado para garantir as boas práticas de manipulação e resultar em um alimento seguro para ser comercializado em via pública”, contou. 


 



Fotos: Lucas Moura/Secom PMS 


/Secom PMS 


 


0 comentários :

 

Paparazzo

Paparazzo
É DO SALVADOR NOTÍCIAS!

Carnaval

Carnaval
Blog do Carnaval

Eventos

Eventos
Revista (Let's Go)

São João

São João
Arraiá do Salvador Notícias é aqui!
SALVADOR NOTÍCIAS
Todos os direitos reservados desde 2000-2023 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com Instagram: @salvador_noticias_oficial
- Topo ↑