Seja bem-vindo. Hoje é

quinta-feira, 22 de fevereiro de 2024

Vacinação: manter o calendário vacinal atualizado é imprescindível


 Vacinação: manter o calendário vacinal atualizado é imprescindível para evitar propagação de doenças contagiosas


A vacina é o meio mais eficaz de evitar uma série de doenças, principalmente em crianças, que devem ter o esquema vacinal completo, iniciado nas primeiras semanas de vida. Responsabilidade dos pais, a vacinação protege e evita sintomas graves de doença, ou seja, vacinas salvam vidas. Segundo dados preliminares do Ministério da Saúde, divulgados em dezembro de 2023, houve uma reversão da queda dos índices vacinais que o Brasil enfrenta desde 2016. O aumento se deu, também, em oito vacinas recomendadas do calendário infantil, apresentando crescimento nas coberturas vacinais em todo o país. Isso é o reflexo do processo de conscientização da população sobre a importância da vacina.   



As vacinas têm na sua composição vírus e bactérias, que quando são administradas nas pessoas, estimulam a produção de anticorpos, garantindo a imunidade e a proteção contra doenças.


Fabiana Porto, enfermeira do Instituto de Hematologia e Hemoterapia de Feira de Santana (IHEF) destaca que a vacinação é a principal aliada na erradicação de doenças e também na melhoria de qualidade de vida das pessoas.


“Algumas doenças foram erradicadas e foram controladas justamente por conta da vacinação, porque ao vacinar a população suscetível, conseguiu bloquear a evolução dessa doença. Quando a gente começou a vacinar a população mais suscetível, a gente percebeu que teve uma diminuição das complicações e dos internamentos, assim como a da paralisia infantil, e outras doenças como o tétano, HPV, sarampo e rubéola. Então se hoje a gente não ouve falar sobre paralisia infantil, por exemplo, é porque é uma doença que foi erradicada por conta da vacinação", explica. 


A profissional também chama atenção para a necessidade de manter o calendário de vacinação atualizado, independente da faixa etária. “É crucial manter as vacinas em dia para todas as idades, desde crianças até idosos. Às vezes, focamos apenas nas crianças, mas é importante lembrar que adultos, adolescentes e gestantes também precisam atualizar suas vacinas. Por exemplo, se um adulto contrai a rubéola e convive com crianças que ainda não estão em idade de vacinação, ele pode levar a doença para casa. Ao vacinar toda a população, reduzimos a chance de contrair e espalhar doenças", sinaliza. 


  Vacinas disponíveis no calendário de vacinação nas redes pública e privada: 



Vacina meningocócica C (Conjugada): protege contra a doença meningocócica causada pelo sorogrupo C. 


Vacina Hepatite B recombinante (HB): protege contra a hepatite B, que causa infecção no fígado. 


Vacina Tríplice viral: protege contra as doenças como rubéola, caxumba e sarampo. 


Vacina Difteria, Tétano, Pertussis (dTpa – acelular): protege contra doenças como coqueluche e tétano. 


Meningocócica ACWY: protege contra infecções graves causadas pelos meningococos, tipo A, C, W e Y (meningite, meningococcemia). 


  

0 comentários :

 

Paparazzo

Paparazzo
É DO SALVADOR NOTÍCIAS!

Carnaval

Carnaval
Blog do Carnaval

Eventos

Eventos
Revista (Let's Go)

São João

São João
Arraiá do Salvador Notícias é aqui!
SALVADOR NOTÍCIAS
Todos os direitos reservados desde 2000-2023 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com Instagram: @salvador_noticias_oficial
- Topo ↑