Seja bem-vindo. Hoje é

quarta-feira, 20 de março de 2024

Altas temperaturas podem intensificar crises de enxaqueca


Essa doença neurológica, cuja principal característica é a dor de cabeça, pode ser tratada com botox

 

 

A onda de calor que se iniciou no mês de dezembro aumentou a possibilidade para que este verão esteja entre os mais quentes da história. Por conta disso, quem possui doenças crônicas, como a enxaqueca, pode sofrer com maior intensidade, pois ao estar mais propenso à desidratação nesta época do ano, as crises podem ser mais frequentes. O botox é um aliado no tratamento deste problema.

 

A toxina botulínica, conhecida principalmente por seus efeitos estéticos, também é aprovada no tratamento de enxaquecas crônicas, que persistem por pelo menos 15 dias ao mês, ao longo de três meses. O tratamento consiste na aplicação de pequenas injeções de botox em pontos específicos da cabeça, face, pescoço e trapézios. Ao todo, mais de um bilhão de pessoas sofrem de enxaqueca em todo o mundo, de acordo com dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), sendo 30 milhões no Brasil. De acordo com o Ministério da Saúde, a doença se manifesta entre 10% a 20% da população e principalmente nas mulheres, devido à oscilação hormonal.

 

De acordo com a neurologista Dra. Roberta Kauark, que atua na Clínica Neuroliv, os pontos de aplicação estão associados a terminações nervosas que levam a informação de dor ao cérebro e não ao relaxamento dos músculos. "A toxina botulínica bloqueia a mensagem de dor nas terminações nervosas do nervo trigêmeo, reduzindo a frequência e a gravidade das crises de enxaqueca crônica", explica.

 

Ao ter enxaqueca, o corpo libera substâncias chamadas neurotransmissores e também outras moléculas associadas à dor. Com isso, o uso da toxina botulínica vai interferir na transmissão dessa informação de dor para o cérebro, que seria conduzida através do nervo

 

"Ela bloqueia os neurotransmissores que levam a informação da dor, trazendo um efeito analgésico, diminuindo a intensidade e a frequência das crises de enxaqueca. De certa forma ela 'engana' nosso organismo".

 

Geralmente, a indicação do botox para enxaqueca ocorre em pacientes que não obtiveram alívio adequado com outras terapias ou que não toleram bem os medicamentos convencionais.

 

"A aplicação do botox para tratar enxaquecas é recomendada a cada três meses. Existem outras opções de tratamento, desde medicamentos orais preventivos como anticonvulsivantes, antidepressivos e remédios de pressão, até terapias não medicamentosas, como acupuntura, nutracêuticos e hábitos de vida", aponta a Dra. Roberta.

 

Assim, encontrar o tratamento mais adequado para cada pessoa é fundamental, sempre com a orientação médica. "Além disso, no cotidiano, é possível adotar algumas precauções para prevenir ou aliviar as crises de enxaqueca, como manter uma rotina regular de sono, evitar alimentos e bebidas que possam ser gatilho de crises, praticar atividades físicas regularmente, evitar situações estressantes, manter-se hidratado e seguir uma alimentação equilibrada, evitar luzes fortes e ruídos altos, conhecidos gatilhos para a enxaqueca".

 

Também é importante salientar que o uso excessivo de analgésicos pode agravar as crises de enxaqueca. "Portanto, ao apresentar dor de cabeça por pelo menos três dias no mês ao longo de três meses, é recomendado buscar tratamento médico adequado", finaliza.

 

Em Salvador, o procedimento é realizado na Clínica Neuroliv, localizada no Mundo Plaza Empresarial - Sala 1513, na Av. Tancredo Neves, 620, no Caminho das Árvores.


Imagem clinicaspedrochoy

0 comentários :

 

Paparazzo

Paparazzo
É DO SALVADOR NOTÍCIAS!

Carnaval

Carnaval
Blog do Carnaval

Eventos

Eventos
Revista (Let's Go)

São João

São João
Arraiá do Salvador Notícias é aqui!
SALVADOR NOTÍCIAS
Todos os direitos reservados desde 2000-2023 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com Instagram: @salvador_noticias_oficial
- Topo ↑