Seja bem-vindo. Hoje é

quarta-feira, 17 de abril de 2024

Lipedema: o que é e como tratar a doença

 
Lipedema: o que é e como tratar a doença que leva ao acúmulo de gordura em partes do corpo


A cirurgiã vascular Maria Clara Sanjuan explica que a doença afeta principalmente adolescentes e mulheres jovens



O lipedema é uma condição médica caracterizada pelo acúmulo anormal de tecido adiposo nos membros, especialmente nas coxas, culotes, quadris e pernas. É uma doença crônica do sistema vascular que atinge principalmente as mulheres. De acordo com o Instituto Lipedema Brasil, estima-se que cerca de 10% da população feminina em todo o mundo seja afetada por essa condição. Recentemente, a modelo e empresária Yasmin Brunet revelou publicamente que também enfrenta essa doença durante sua participação no programa Big Brother Brasil 24, trazendo visibilidade sobre o lipedema para um público mais amplo.


A médica angiologista, cirurgiã vascular e sócia da Clínica Sanjuan, Maria Clara Sanjuan, explica que o lipedema pode causar não apenas preocupações estéticas, devido ao acúmulo desordenado de gordura nas áreas afetadas, mas também sintomas físicos, como dor, sensibilidade, inchaço, hematomas espontâneos nas pernas e o aparecimento de varizes. Além disso, mesmo com esforços para perder peso, muitas pessoas com lipedema têm dificuldade em emagrecer nas pernas.


“As causas específicas do lipedema ainda não são completamente claras, porém, evidências apontam para a influência de fatores genéticos e hormonais em seu desenvolvimento. Alterações hormonais durante a gravidez, puberdade e menopausa podem desencadear ou aumentar os sintomas. Assim, o lipedema geralmente tem sido diagnosticado em adolescentes e mulheres jovens”, comenta a angiologista.

 

Ainda de acordo com Maria Clara, o lipedema é uma doença frequentemente confundida com outras questões de saúde, como obesidade, linfedema e celulite. “Isso ocorre devido às semelhanças dos sintomas visíveis, como acúmulo de gordura nas pernas, inchaço e alterações na textura da pele. No entanto, caracteriza-se pela distribuição específica de gordura e uma série de sintomas físicos, como dor e sensibilidade aumentadas. Por esse motivo, é crucial buscar a orientação de um especialista para receber um diagnóstico preciso e iniciar o tratamento apropriado”, avalia a médica.

 

Quais são os tratamentos indicados?

 

O diagnóstico precoce e o tratamento adequado do lipedema são essenciais para melhorar a qualidade de vida dos pacientes. A médica explica que, geralmente, isso envolve uma abordagem multidisciplinar, incluindo dieta, exercícios físicos, terapia de compressão e, em alguns casos, cirurgia.


“Uma dieta balanceada e exercícios regulares podem controlar o peso e melhorar a saúde geral, enquanto a terapia de compressão reduz o inchaço e melhora a circulação, e o tratamento de varizes, quando for o caso, para tratar a insuficiência venosa          . Procedimentos complementares, como terapias manuais específicas com a equipe de fisioterapia, também são muito úteis”, conta a especialista.


Em algumas situações, a cirurgia plástica de lipoaspiração pode ser considerada para remover o excesso de gordura em algumas áreas, explica a angiologista. “É fundamental trabalhar em conjunto com uma equipe médica especializada para desenvolver um plano de tratamento personalizado para conseguir o melhor resultado possível, garantindo assim uma vida com mais qualidade e bem-estar para essas pacientes que sofrem com a doença”.

0 comentários :

 

Paparazzo

Paparazzo
É DO SALVADOR NOTÍCIAS!

Carnaval

Carnaval
Blog do Carnaval

Eventos

Eventos
Revista (Let's Go)

São João

São João
Arraiá do Salvador Notícias é aqui!
SALVADOR NOTÍCIAS
Todos os direitos reservados desde 2000-2024 / Salvador-Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com Instagram: @salvador_noticias_oficial
- Topo ↑