Seja bem-vindo. Hoje é

segunda-feira, 29 de abril de 2024

Trecho 2 do BRT com 8 novas estações inicia operação

 


Prefeitura entrega trecho 2 do BRT com 8 novas estações e inicia operação de nova linha entre Lapa e Pituba

 

 Uma das maiores obras de mobilidade urbana da história de Salvador foi entregue nesta quinta-feira (25): o trecho 2 do BRT, que liga o Parque da Cidade à Estação da Lapa, e completa todo o percurso previsto para o modal, que já alcançava também a Rodoviária e a orla da Pituba. A viagem inaugural pelo novo trajeto foi realizada com a presença do prefeito Bruno Reis, do ministro das Cidades do Governo Federal, Jader Filho, e de outras autoridades nacionais e internacionais na área de transporte público urbano.

 

O trecho 2 vai beneficiar diretamente a população de 15 bairros, com 460 mil habitantes no seu entorno. O percurso possui 7 km e passa pelas avenidas Juracy Magalhães e Vasco da Gama, além do Vale do Tororó. São 8 novas estações: Cidade Jardim, Vale das Pedrinhas, Rio Vermelho, HGE, Ogunjá, Vasco da Gama, Barris e Lapa. A ideia é levar este transporte mais rápido, confortável e seguro a ainda mais pessoas: antes mesmo da entrega deste último trecho, o modal já ultrapassou a marca de 1 milhão de usuários por mês.

 

“Este é um grande legado que estamos deixando para Salvador. O BRT vai chegar junto aos outros modais para melhorar o sistema de transporte. No mês de março, transportamos mais de 1,2 milhão de passageiros no BRT. Com esse novo trecho, essa demanda deve aumentar para quase 3 milhões de passageiros por dia. Num traçado que é diferente do metrô, que corta diversos outros bairros, desde o Centro até a orla da Pituba, chegando à região que é o novo centro comercial da cidade”, disse Bruno Reis.

 

O prefeito lembrou que as obras do BRT contemplaram também diversas intervenções de trânsito, como o Complexo Viário Rei Pelé, que resolveram gargalos históricos da cidade. “Numa região que sofria muito com alguns problemas de mobilidade, numa área por onde passam 7 de cada 10 ônibus de Salvador. Estamos trazendo um modal com mais conforto, segurança e rapidez para o usuário. Além disso, foi uma obra de infraestrutura completa, resolvendo alagamentos graves, pois realizamos toda a macrodrenagem do Rio Camaragibe, um dos maiores que cortam a nossa cidade”, completou.

 

Próximos passos – Com o BRT completo, será possível agregar mais três linhas ao modal. A primeira a entrar em operação é a B4, entre a Estação Pituba e a Lapa, com viagens nos dois sentidos. Em breve, começam a rodar também as linhas B5, entre a Rodoviária e a Lapa, e a B6, ligando a Lapa ao aeroporto pela orla, por meio do BRS que está sendo implementado. Ao final desta fase piloto, o trajeto entre a Rodoviária e a Lapa será feito em cerca de 16 minutos.

 

Ministro das Cidades, Jader Filho disse que o Governo Federal continuará trabalhando em parceria com a Prefeitura de Salvador em obras como esta. “Essa obra teve investimentos oriundos da União e do município, e o que mais sensibiliza e orgulha a gente é a melhora na vida que ela vai proporcionar às pessoas”, disse.

 

“O nosso objetivo é que elas passem menos tempo no trânsito e passem mais tempo com o que é de fato importante, que é ficar com a família, praticar atividades físicas ou ter um momento de lazer. É por isso que a gente investe em obras de infraestrutura”, afirmou. Além dele, Denis Andia, secretário nacional de Mobilidade Urbana, também representou o Governo Federal no evento.

 

Funcionamento e extensão – A B4, primeira linha a utilizar o novo trecho, já está disponível para a população. A operação inicialmente será de maneira assistida, ou seja, em fase de monitoramento e de ajustes. O funcionamento será das 9h às 15h, com intervalo médio de saída dos ônibus a cada 10 minutos. O trajeto circular será entre a Lapa e a Pituba, parando também para embarque e desembarque nas novas estações Cidade Jardim e Rio Vermelho.

 

Agora, o BRT alcança 22 km de vias exclusivas e 14 estações, beneficiando 18 bairros, fora o trecho compartilhado. A infraestrutura conta com ciclovias em todo o seu percurso e mais de 5 mil árvores foram plantadas no paisagismo ao redor. Além disso, foram instaladas mais de 1,3 mil luminárias em LED e 542 postes para reforçar a iluminação pública.

 

Referência – Guillermo Petzhold, coordenador de Transportes da WRI Brasil, consultoria que é focada em ações de desenvolvimento sustentável, destacou que o BRT de Salvador inovou ao incorporar ônibus elétricos e que acertou ao realizar a implementação do sistema de forma faseada. “Com isso, foi vendo como a população respondia, facilitando o aprendizado dos usuários e ampliando a confiança no modal”, disse.

 

“O BRT de Salvador vem sendo um exemplo, uma referência para outros sistemas de mobilidade urbana do Brasil, tendo recebido diversas outras cidades que querem aprender como fazer uma operação de BRT de maneira sustentável. E a gente realmente acredita que, com essa nova ampliação, atendendo a mais pessoas, ele vai melhorar a qualidade de vida delas, devolvendo tempo a essas pessoas”, completou Guillermo Petzhold.

 

Também participaram da entrega do BRT Antonio Cortés, subsecretário de Planejamento da Mobilidade do Governo da Cidade de Buenos Aires; Matías Caldera, assessor em mobilidade e engenharia viária da capital argentina; Miguel Ibarra, responsável pela segurança viária na operadora Transportes 9 de Julio de Buenos Aires; Adriana Jakovcevic, especialista em segurança viária da WRI Brasil; Fernando Coelho, coordenador da iniciativa Bloomberg de segurança viária em Salvador; e Melissando Farinon, gerente de transportes da Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor).

 

Secretário de Mobilidade (Semob) de Salvador, Fabrizzio Müller destacou a grandiosidade da obra. “Um projeto que será, com certeza, reconhecido pela história como algo que mudou a mobilidade da cidade, que trouxe um nível de serviço que a população quer e deseja. O BRT se consolida como um grande modal de transporte integrado ao metrô, que é outro grande modal de transporte, para que a gente possa dar à população o seu direito de se locomover, com qualidade, com segurança e com dignidade”, disse.

 

Benefícios – Hoje, 44 ônibus estão operando no sistema. Para este ano, o BRT terá o acréscimo de mais 58 veículos, incluindo modelos maiores, de 15 metros, e ônibus articulados, de 18 metros. Todos serão equipados com ar-condicionado e terão acessibilidade completa.

 

Para a construção de todo o BRT foram investidos R$795 milhões, sendo R$408 milhões oriundos de programas federais de financiamento, como o Pró-Transporte; R$ 130 milhões do Orçamento-Geral da União; e R$257 milhões de recursos próprios da Prefeitura.

 

O trecho 2 do BRT beneficia diretamente a população de 15 bairros pelos quais ele passa: Santa Cruz, Candeal, Chapada do Rio Vermelho, Vale das Pedrinhas, Brotas, Horto, Engenho Velho da Federação, Acupe de Brotas, Engenho Velho de Brotas, Federação, Garcia, Tororó, Barris, Nazaré e Centro. Além disso, é possível realizar a integração com outros modais por meio do Salvador Card, como o Metrô e os ônibus convencionais.

 

O BRT de Salvador completou um ano de operação em 30 de setembro do ano passado, quando alcançou a marca de 10 milhões de passageiros transportados. O sistema é pioneiro no país no uso de ônibus elétricos e inaugurou em 2023 o maior terminal público de recarga elétrica de veículos do Brasil. Além de um projeto de transporte, a iniciativa contempla ainda intervenções de macrodrenagem, paisagismo, iluminação e abertura de áreas de lazer com quadras, parques infantis e a maior pista de skate da capital baiana.


Fotos: Betto Jr./Secom PMS

Secom PMS

0 comentários :

 

Paparazzo

Paparazzo
É DO SALVADOR NOTÍCIAS!

Carnaval

Carnaval
Blog do Carnaval

Eventos

Eventos
Revista (Let's Go)

São João

São João
Arraiá do Salvador Notícias é aqui!
SALVADOR NOTÍCIAS
Todos os direitos reservados desde 2000-2024 / Salvador-Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com Instagram: @salvador_noticias_oficial
- Topo ↑