Seja bem-vindo. Hoje é

quarta-feira, 31 de janeiro de 2018

Docente do curso de Nutrição dá dicas de como cuidar da alimentação durante o verão

Neste período de calor excessivo, é importante uma alimentação saudável e hidratação adequada.

O verão é uma das estações do ano mais esperada, tempo de descanso e maior lazer ao ar livre, fundamentais para redução do stress e melhora da qualidade de vida. Entretanto, alguns cuidados extras são importantes devido a exposição aos raios ultravioletas, elevação da temperatura do ambiente e consumo de alimentos potencialmente causadores de intoxicação. Alice Ferreira Mesquita, professora do curso de Nutrição do Centro Universitário Estácio da Bahia, dá dicas de como curtir esse período com alimentação saudável e adequada. 

Inicialmente não se descuide quanto ao uso de óculos escuros, roupas com proteção UV, protetor solar, e boné, esses são cuidados externos fundamentais na manutenção da hidratação e temperatura normais do nosso corpo. É imprescindível a ingestão de líquido (água, água de coco e sucos naturais) que deve ser realizada durante todo o dia, preferencialmente antes de sentir sede, pois, esse é um sintoma de desidratação. 

Para Alice Ferreira, aínda que a rotina do verão exija maior praticidade, não devemos nos descuidar da alimentação. “O ideal é consumir frutas, legumes e alimentos naturais diariamente, montar principalmente saladas coloridas, assim estará garantindo a ingestão de antioxidantes (vitaminas e minerais) que protegem o corpo de diversas doenças. O ideal seria levar os alimentos de casa, e caso isso não seja possível, existem opções de produtos como: sucos naturais sem conservantes, biscoitos integrais, oleaginosas (nozes, castanhas, castanha-do-Pará, castanha de caju, amendoim, etc.), frutas desidratadas, água de coco, dentre outros”, completa Alice. 

Na hora de escolher sua bebida lembre-se que nem todo liquido é saudável, refrigerantes e sucos artificiais são ricos em conservantes químicos, aromas, corantes artificiais, sódio e principalmente açúcar. “Quanto as bebidas alcoólicas, devem ser consumidas com moderação, o álcool inibe a libertação do hormônio antidiurético (ADH), consequentemente ocorre maior eliminação de urina, aumentando assim o risco de desidratação”, afirma a docente. Para amenizar efeitos indesejáveis, inclusive a ressaca do dia seguinte, recomenda-se o seu consumo sempre intercalado com água, água de coco ou sucos naturais de sua preferência.  

Caso não exista a possibilidade dessa programação, esteja atento, a elevada temperatura do ambiente, o preparo e/ou conservação inadequado contribuem para que os alimentos estraguem de forma mais rápida, pois os micro-organismos causadores de intoxicação alimentar se multiplicam rapidamente.  Tenha cuidado principalmente com alimentos crus e/ ou  preparados com leite, ovos e carnes, esses são muito perecíveis. 

Embora crianças e idosos sejam mais susceptíveis e mereçam redobrada atenção nessa época do ano, evitar o excesso de sol, manter a hidratação adequada e uma alimentação saudável deve ser uma meta de todos.



0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑