Seja bem-vindo. Hoje é

terça-feira, 27 de fevereiro de 2018

Domingo no TCA apresenta “Traga-me a cabeça de Lima Barreto”

Sessão de março celebra o Mês do Teatro e do Circo e o aniversário do Teatro Castro Alves


Com monólogo indicado ao Prêmio Braskem de Teatro 2017, nas categorias Espetáculo, Texto e Ator, Hilton Cobra retorna a Salvador para única apresentação de “Traga-me a cabeça de Lima Barreto” no projeto Domingo no TCA, no dia 4 de março, data do aniversário do Teatro Castro Alves, encerrando o jubileu de seus 50 anos. A sessão se integra à programação do Mês do Teatro e do Circo na Bahia, que se estende nos diversos espaços públicos do Estado. A peça se inicia às 11h e os ingressos custam R$ 1,00 (inteira) e R$ 0,50 (meia), vendidos apenas no dia do evento, a partir das 9h, com acesso imediato ao teatro.

Escrito por Luiz Marfuz especialmente para comemorar os 40 anos de carreira do ator baiano Hilton Cobra, com direção de Fernanda Júlia, do NATA – Núcleo Afrobrasileiro de Teatro de Alagoinhas, a montagem mostra uma imaginária sessão de autópsia na cabeça de Lima Barreto, conduzida por médicos eugenistas, defensores da higienização racial no Brasil, na década de 1930. O propósito seria esclarecer “como um cérebro considerado inferior poderia ter produzido uma obra literária de porte se o privilégio da arte nobre e da boa escrita é das raças tidas como superiores?”. A partir desse embate, a peça expõe as várias facetas da personalidade e da genialidade de Lima Barreto, refletindo sobre loucura, racismo e eugenia, a obra não reconhecida e os enfrentamentos políticos e literários de sua época. 

“A possibilidade de levar o nosso espetáculo ao palco desse magistral palácio das artes na Bahia e a bem-vinda oportunidade de fazer uma apresentação popular de um espetáculo sobre a vida e obra de Lima Barreto nos coloca num estágio de prontidão, responsabilidade total”, afirma Hilton Cobra.



“Traga-me a cabeça de Lima Barreto” cumpriu uma temporada de sucesso em Salvador, no Teatro Vila Velha, onde colheu diversos elogios do público e crítica. Antes, o espetáculo foi encenado na Flip – Festa Literária Internacional de Paraty/RJ, onde o escritor foi o homenageado, no Rio de Janeiro, Teresina e São Paulo.



“Se em vida me submeti às mais sórdidas humilhações, em morte não cederei” – “Traga-me a cabeça de Lima Barreto” marca um reencontro de Cobra com a obra do escritor – em 2008, o ator protagonizou a versão cênica de Luiz Marfuz para o clássico da literatura “O Triste Fim de Policarpo Quaresma”. Desta vez, a peça é inspirada livremente em romances, contos e crônicas de Lima, especialmente “Diário íntimo” e “Cemitério dos vivos”, considerados autobiográficos. Trechos dos livros e da vida breve do escritor – viveu apenas 41 anos – se entrecruzam com uma situação imaginária e se espalham em quatro espaços dramatúrgicos: o colóquio com a plateia; as confissões íntimas; a voz do delírio; e o discurso dos eugenistas. Todos se enredam nos fios nervosos da cabeça encantada de Lima Barreto.



A narrativa ganha força com trechos dos filmes “Homo Sapiens 1900” e “Arquitetura da Destruição”, ambos cedidos gentilmente pelo cineasta sueco Peter Cohen, que mostram fortes imagens da eugenia racial e da arte censurada pelo regime hitlerista. O cenário, de Marcio Meirelles, contribui para a força cênica juntamente com o figurino de Biza Vianna, a luz de Jorginho de Carvalho, a direção de movimento de Zebrinha e a música de Jarbas Bittencourt. Os atores Lázaro Ramos, Frank Menezes, Harildo Déda, Hebe Alves, Rui Manthur e Stephane Bourgade emprestam suas vozes para a leitura em off de textos de apoio à cena. 



Domingo no TCA – O Domingo no TCA é uma iniciativa do Teatro Castro Alves, equipamento vinculado à Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb) e Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA), que se compromete em ampliar e diversificar o seu público frequentador, oferecendo-lhe acesso a espetáculos qualificados, das mais diversas linguagens artísticas. Ao longo de 10 anos e mais de 100 edições, o projeto engloba apresentações de música, teatro, dança, circo, cinema, de variados estilos e proposições estéticas, da Bahia, do Brasil e do mundo.



SERVIÇO
Domingo no TCA apresenta: “Traga-me a cabeça de Lima Barreto”

Onde: Sala Principal do Teatro Castro Alves

Quando: 4 de março (domingo), 11h

Quanto*: R$ 1,00 (inteira) e R$ 0,50 (meia)

* Vendas somente no dia, a partir de 9h, com acesso imediato do público.

0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑