Seja bem-vindo. Hoje é

terça-feira, 27 de fevereiro de 2018

Estudantes de Serra Preta (BA) distribuem bonecas negras entre alunas e fomentam o diálogo sobre questões étnico raciais

A partir da confecção dos brinquedos, adolescentes valorizam a identidade negra e usam a educação como um caminho para o combate ao racismo

O Brasil possui leis, como a Lei Federal 10.639, que apontam a necessidade do ensino da história e da cultura africana e afro-brasileira. No entanto, não é raro que as referências apresentadas dentro e fora das escolas retratem, majoritariamente, figuras de personalidades brancas. Pensando em aumentar a representatividade negra e combater o racismo na infância na Escola Municipal Flávio Mercês de Oliveira, de Serra Preta (BA), um grupo de alunas confeccionou e distribuiu bonecas negras de pano entre as crianças do colégio. O projeto ‘Bonecas negras, cadê?’, foi um dos finalistas da 3ª edição do Desafio Criativos da Escola.

A ideia surgiu após um episódio de discriminação contra o padre da paróquia da cidade, em junho de 2017. O caso, que teve repercussão nacional, também fez com que discussões sobre preconceito racial entrassem em pauta na escola, dando origem ao projeto. Em poucos meses, a iniciativa cresceu e ganhou o reforço de mais oito estudantes – incluindo um menino – do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental. Mobilizando a comunidade, a iniciativa também recebeu o apoio de algumas costureiras que participaram de oficinas para a confecção de 80 bonecas, posteriormente distribuídas para alunas de outro colégio da cidade.

Além de unir a turma, a ação, que envolveu cerca de 80 alunos no total, contribuiu com o despertar de diversos talentos entre esses jovens, que planejam continuar e ampliar o projeto: os próximos passos incluem a produção de bonecos negros e super-heróis, com a intenção de elevar a autoestima dos meninos negros do município e, ainda, trazer à tona a discussão de gênero a partir das brincadeiras de bonecas e bonecos. 

Em breve - Desafio 2018
O regulamento para a 4ª edição do Desafio Criativos da Escola será divulgado no próximo mês de abril. Em 2017, a premiação recebeu 1492 projetos de todas as regiões do Brasil. Enquanto as inscrições não começam, é possível conhecer a história de projetos nas redes sociais do programa e em seu site, que possui, entre outras coisas, textos, vídeos e reflexões que podem contribuir com a prática pedagógica dentro e fora da sala de aula.

Sobre o Alana
O Alana é uma organização da sociedade civil, sem fins lucrativos, que aposta em programas que buscam a garantia de condições para a vivência plena da infância. Criado em 1994, o Alana é mantido pelos rendimentos de um fundo patrimonial desde 2013. Tem como missão “honrar a criança”. 

0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑