Seja bem-vindo. Hoje é

quarta-feira, 21 de fevereiro de 2018

SJDHDS entrega instrumentos para fanfarra em colégio na Mata Escura

As escolas públicas da Rede Estadual de Salvador e região metropolitana estão ganhando mais cidadania, arte, cultura e música no início do ano letivo 2018. O Secretário de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS), Carlos Martins, retomou na manhã de hoje (20), a entrega de instrumentos musicais para as fanfarras escolares, ação que vai beneficiar um total de 35 unidades escolares. As escolas serão diretamente beneficiadas com a entrega de 660 instrumentos de sopro, distribuídos de maneira igualitária.


"Música é arte que resgata a juventude que precisa brilhar. A entrega desses instrumentos dá oportunidade aos jovens para terem um futuro melhor com uma profissionalização, e até mesmo, melhoram os rendimentos nas notas escolares. Portanto, aproveitem e façam um bom uso desses recursos", afirmou o secretário, ressaltando ainda que além da doação, os jovens também recebem orientação e capacitação para uso.


O Colégio Estadual Marilene da Silva, antigo Márcia Merccia, localizado no final de linha da Mata Escura, foi a primeira unidade escolar beneficiada em 2018. Com 15 instrumentos de sopro (7 trompetes, 6 trombones e 2 trompas), o material vai atender cerca de 70 alunos dos ensinos fundamental e médio que fazem parte do grupo “Fanfarra Interativa”. Para Tassio Yuri, 16 anos, aluno da instituição, “a chegada desses instrumentos motiva não somente os alunos da casa, como também, os novos que estão por vir, pois é uma forma de evitar que muitos possam cair no mundo das drogas, por exemplo”, disse o jovem, que há seis anos faz parte do grupo musical, tocando instrumentos de caixa e de efeito.


A Fanfarra Interativa é bicampeã baiana e, ao longo dos anos, vem resgatando vidas de jovens da periferia, oferecendo a estes, oportunidade socioeducativa para um futuro melhor. "Desde 2009 lutamos para resgatar vidas através da música. É com muita satisfação que recebemos esses instrumentos fornecidos pela Secretaria de Justiça, que teve a sensibilidade de nos ajudar a transformar a escola para uma melhor juventude. Fico emociono em saber que a fanfarra agora passa ter melhor estrutura para nossa comunidade”, relatou o mestre da fanfarra, Téo Melo.


Além disso, o projeto também prevê que alguns alunos das fanfarras escolares sejam selecionados para integrar o NEOJIBA ou encaminhados a outras orquestras, como a do Teatro Castro Alves, para qualificação e formação profissional. Nas próximas semanas, outras entregas estão previstas para acontecer em colégios de Salvador e região.




Foto: Aline Valadares / Ascom-SJDHDS


0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑