Seja bem-vindo. Hoje é

sexta-feira, 2 de março de 2018

Embasa identifica fraudes abastecendo três prédios em Cajazeiras

Em mais uma operação de combate a fraude no consumo de água, técnicos da Embasa, acompanhados de policiais militares e do Departamento de Polícia Técnica, descobriram, na quinta-feira (28), prédios localizados na Rua Luiz Guimarães, no bairro de Cajazeiras, sendo abastecidos por meio de fraude. A empresa identificou um ramal clandestino ligado à rede distribuidora de água, com 110 metros de extensão, sendo utilizado para abastecer dois prédios residenciais com 16 apartamentos cada, além de uma casa de dois andares e uma construção. Na mesma rua, foi encontrado um imóvel com hidrômetro violado que vinha abastecendo com uma mangueira um terceiro prédio, com mais 16 apartamentos.

“Todas as irregularidades encontradas foram desfeitas e os responsáveis notificados. O valor da multa que será aplicada a cada um ainda será calculada”, informou Vany Cunha, gerente comercial da Unidade Regional de Pirajá (UMJ). A operação foi registrada na 13ª Delegacia Territorial, em Cajazeiras 10.

No combate às fraudes no consumo de água, a Embasa identifica casos suspeitos por meio das análises de consumo e do cruzamento de dados em seu sistema comercial. A empresa também conta com o apoio de denúncias, que podem ser feitas pelo 0800 0555 195 e são apuradas com o sigilo da identidade do denunciante assegurado. 


Crime contra o patrimônio 

O furto de água é qualificado como crime contra o patrimônio, de acordo com o artigo 155 do Código Penal Brasileiro, cujo parágrafo 3º, ao tratar de furtos, equipara “à coisa móvel a energia elétrica ou qualquer outra que tenha valor econômico”. A pena prevista na lei é reclusão de um a quatro anos e multa.


Fonte: Ascom/ Embasa

0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑