Seja bem-vindo. Hoje é

sábado, 3 de março de 2018

Escola de Saúde Pública da Bahia é inaugurada em Salvador


Com a proposta de qualificar servidores públicos estaduais e municipais e trabalhadores de saúde que compõem o quadro da Secretaria de Saúde do Estado (Sesab), o governador Rui Costa inaugurou, na manhã desta quinta-feira (1º), a Escola de Saúde Pública da Bahia (ESPBA) Professor Jorge Novis. Com investimento de cerca de R$ 8 milhões, entre obras e equipamentos, o novo espaço, construído no Centro de Atenção à Saúde (CAS), na região do Iguatemi, em Salvador, irá ampliar a articulação entre os diversos níveis de formação de ensino. 

“Aqui é um espaço para formar pessoas e produzir conteúdo que possa ser utilizado não só na rede de saúde, mas nas escolas do Estado que possuem cursos técnicos na área. Já estamos realizando a ampliação de estruturas físicas em todas as regiões da Bahia, mas acredito que a formação é o principal elemento para a estruturação da saúde. A minha expectativa, portanto, é que a Escola de Saúde sirva para melhorar as condições de trabalho e contribua para a formação dos nossos profissionais”, destacou o governador, revelando que a unidade também vai formar profissionais municipais. “O equipamento abrange a formação de secretários e de equipes municipais de saúde”, garantiu.

A nova sede irá aperfeiçoar os conteúdos que eram implementadas nas escolas estaduais de Formação Técnica em Saúde (EFTS) e de Saúde Pública (EESP), que foram unificadas para a criação da nova unidade. Somadas, as antigas escolas capacitaram mais de 135 mil profissionais e residentes, além de ter intermediado 70 mil estágios obrigatórios na área de saúde.

De acordo com o titular da Sesab, Fábio Vilas-Boas, esse é um momento histórico. “Estamos inaugurando um dos mais modernos prédios de educação em saúde pública do País. Com a fusão dessas duas escolas estaduais, estamos criando uma verdadeira universidade corporativa do SUS, que irá alavancar o ensino e a capacitação profissional, para servir à população baiana”.

Estrutura e atuação

A ESPBA conta com auditório, biblioteca, sala de leitura, espaço para atividades letivas, laboratório de informática, núcleo de ensino a distância, salas de reunião, laboratórios de odontologia, enfermagem e biodiagnóstico, além dos setores administrativos. O espaço irá buscar parcerias com universidades e escolas técnicas, com o objetivo de formar profissionais, considerando as especificidades epidemiológicas regionais e implementação do SUS na Bahia. 

O secretário Fábio Vilas-Boas explicou que na unidade serão desenvolvidos cursos de profissionalização e de pós-graduação. “Além disso, aqui é o cérebro que coordena toda a formação em Saúde na Bahia, no âmbito do Governo do Estado. Onde serão coordenados os estágios, programas de residência. A ESPBA reúne toda a parte de gerenciamento, estruturação e acompanhamento da área de ensino do SUS”, afirmou. 

A escola tem como principais objetivos a organização e o financiamento das Residências Médicas e Multiprofissionais, dos programas de estágio não obrigatórios Mais Futuro e Partiu Estágio, regulação de estágios obrigatórios, produção de conteúdos e tecnologias educacionais utilizados por mais de 17 mil usuários em 65 espaços de interação no ambiente virtual EADSUS-Bahia, produção e disseminação de conhecimento, articulação e participação no Comitê de Ética em Pesquisa da Sesab e publicação de produção científica.


Repórter: Tácio Santos

0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑