Seja bem-vindo. Hoje é

quinta-feira, 28 de junho de 2018

Samba Junino encerra programação cultural do Pelourinho em Junho

O São João acabou, mas os festejos juninos continuam no Centro Histórico de Salvador. No sábado (30), as praças e ruas do Pelourinho serão tomadas pelo III Festival de Samba Junino da Liga do Samba Junino.

A festa começa nas ruas do Centro Histórico a partir de 19h30 com três arrastões que irão ocupar os becos e ruas do Pelourinho. O primeiro arrastão sairá do Largo do Pelourinho, em frente a Igreja do Rosário dos Pretos com o grupo Comendo Água. No mesmo horário, sai o segundo arrastão do Cruzeiro de São Francisco com o Samba do Morro e o terceiro sai do Terreiro de Jesus com o Zumbaê. Os arrastões irão percorrer as ruas e largos do Centro Histórico em direção ao Largo Pedro Archanjo, onde acontecerá a apresentação do grupo Os Mulatos a partir de 20h.

Mas, os festejos pelo Samba Junino não param por aí.  A partir de 21h, outros três arrastões irão sair dos mesmos locais com os grupos Sambalança, Samba Salamá e Samba Duro VS e Balão de Ouro, respectivamente. Após percorrer as ruas do Pelourinho, estes novos arrastões seguirão para praça Tereza Batista e Largo Quincas Berro D'água onde o público irá conferir os shows da Roda de Samba Mucum'G e Bicho da Cana respectivamente.

O terceiro Festival de Samba Junino da Liga do Samba Junino conta com o apoio do Governo do Estado através da Bahiatursa e terá uma ação solidária.

"Além do fortalecimento da cultura, nós da Liga do Samba Junino temos uma grande preocupação com ações de responsabilidade social e, estamos pedindo a doação de dois quilos de alimentos não perecíveis pela troca das camisas. Os alimentos poderão ser trocados na sede da Liga que fica na Rua Prediliano Pita, 30, Garcia, em frente ao Colégio Edgard Santos. Os alimentos arrecadados, serão doados para as Voluntárias Sociais que irão repassar para instuições carentes", afirmou o diretor de relações institucionais da Liga do Samba Junino, Nonato Sanskey.

Os soteropolitanos e turistas que chegarem mais tarde poderão assistir ao show do Sambão da Liga às 23h na praça Tereza Batista.

"Em virtude da reforma das praças, no ano passado o festival aconteceu no Garcia. Este ano estamos voltando para o Centro Histórico para encerrar os festejos juninos do Pelourinho com muito samba", continuou Sanskey.

2 de Julho

Após o festival do dia 30 de Junho, a Liga do Samba Junino irá participar do Cortejo do dia 2 de Julho. Durante o cortejo, o Sambão da Liga irá desfilar e apresentar a importância da valorização da cultura do Samba Junino para o público presente. 

Sobre o Samba Junino:

O samba junino representa uma expressão cultural genuinamente soteropolitana, marcado pela rítmica do samba duro, disseminada há pelo menos 40 anos em diversos bairros de Salvador. Os bairros tradicionais que realizam os festejos são Engenho Velho de Brotas, Engenho Velho da Federação, Federação, Fazenda Garcia, Tororó, Nordeste de Amaralina, Canabrava, Uruguai, Liberdade, dentre outros. Em fevereiro deste ano o Samba Junino foi reconhecido como Patrimônio Imaterial de Salvador. 

Sobre a Liga do Samba Junino:

A Liga do Samba Junino é uma associação que foi criada em 2013 com o objetivo de fortalecer os grupos de Samba Junino em nosso estado e, incentivar o reconhecimento desta manifestação cultural. A Liga é composta pelos grupos Jorge Junino, Samba do Morro, Mucum'g, Os Mulatos, Zumbaê, Samba Salamá, Samba Duro VS, Balão de Ouro, Sambalança, Bicho da Cana e Comendo Água.

Serviço:

III Festival de Samba Junino da Liga de Samba Junino

Quando: 30 de junho de 2018 a partir de 19h30

Local: Ruas e praças do Centro Histórico


0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑