Seja bem-vindo. Hoje é

sexta-feira, 27 de julho de 2018

2ª Festa Literária Internacional do Pelourinho - FLIPELÔ

Os sinos da Igreja do Rosário dos Pretos e os atabaques do Aganjú Dedê soarão em pleno Largo do Pelourinho, às 19h30 do dia 8.8, anunciando a abertura oficial da  2ª Festa Literária Internacional do Pelourinho – FLIPELÔ, que tem como tema "a amizade é o sal da vida" e vai de 8 a 12 de agosto em pleno Centro Histórico de Salvador. Assim começará o Concerto Afro Barroco “Do Jeito q ue o Rei Mandou”, que tem a frente Mateus Aleluia e um bonde musical repleto de convidados especiais, como Juliana Ribeiro, Lazzo e Duda de Candola. O concerto foi criado especialmente para homenagear João Ubaldo, uma peça  exclusiva para este momento, com música e poesia, para saudar a amizade dele com Jorge. Leva a assinatura de Sergio Siqueira e de Mateus Aleluia e faz releituras de canções que falam desta terra misturada aonde ainda se dorme com os sons dos atabaques e se acorda com os sinos da igreja e os cantos gregorianos, da amizade, do amor, da alegria e da beleza das palavras contidas nas canções, nas poesias, na prosa, nos livros...

  



O AMOR ENTRE JOÃO UBALDO  E JORGE


A 2ª Festa Literária Internacional do Pelourinho é em homenagem ao escritor itaparicano João Ubaldo Ribeiro, grande amigo de Jorge. E para consagrar ainda mais o amor entre estes dois imortais, momentos especiais serão reservados na Festa:

No dia 10, sexta, no Museu Eugênio Teixeira Leal, às 16h, os jornalistas, poetas e acadêmicos Ruy Espinheira e Florisvaldo Mattos, mediados pela escritora Antônia Herrera, participam do “Com a Palavra o Escritor” e discutem a obra de João Ubaldo.

No dia 11, sábado, no Teatro Sesc Senac Pelourinho, às 20h, o poeta, letrista, dramaturgo, roteirista carioca e membro da Academia Brasileira de Letras, Geraldo Carneiro e a escritora e editora Paloma Jorge Amado participam da mesa debate sobre João Ubaldo com a mediação do escritor Henrique Rodrigues.

LITERATURA INDÍGENA NA FLIPELÔ



Um bate-papo entre dois líderes indígenas brasileiros, que são escritores e que lutam pela preservação da cultura de seus povos e pelos direitos dos indígenas no país, irá movimentar o Teatro Sesc-Senac, na quinta, 9.8, às 14h. Daniel Munduruku, da etnia Mundurucu (PA) e Lia Minápoty, do povo Maraguá (AM) se encontram, com a mediação de Suzane Costa para falar de sua literatura e da riqueza cultural de seus povos na mesa debate “De quem são as vozes (e os silêncios) indígenas na literatura brasileira ? 

Lia Minápoty é uma das jovens lideranças do povo Maraguá, do Amazonas. É autora dos livros “Lua Menina e o Menino-Onça”, “A Árvore de Carne” e “Com a Noite veio o Sonho”. Atualmente mora na aldeia Yaguawajar, onde leciona para crianças das primeiras séries e atua como secretária da AMIMA - Associação das Mulheres Maraguás.


Daniel Munduruku é escritor e professor, graduado em Filosofia, História e Psicologia. Tem mestrado em Antropologia Social pela Universidade de São Paulo e é doutor em Educação pela Universidade de São Paulo. É diretor-presidente do Instituto Uk´a – Casa dos Saberes Ancestrais e como escritor se destaca na área da literatura infantil. Já recebeu vários prêmios no Brasil e no exterior: Jabuti, da Academia Brasileira de Letras, Érico Vanucci Mendes (CNPq) e Tolerância pela UNESCO. Autor de 50 livros para crianças, jovens e educadores, é comendador da Ordem do Mérito Cultural da Presid&eci rc;ncia da República.



PARA QUEM AMA POESIA !


Poesia ! Poesia ! Poesia ! A poesia não quer adeptos, quer amantes ! (Frederico Lorca). E é para momentos de pura paixão que o Café Zélia Gattai estará de portas abertas na 2ª FLIPELÔ, nas edições de A VOZEDITA, que tem curadoria de José Inácio Vieira de Melo, e no sarau Atravessamentos de um Homem  Vento, às 17h do dia 11.8, com os poetas Wesley Correia (BA) e Lívia Natália (BA).

Serão seis momentos de A VOZEDITA, reunindo cada um três poetas.  Na quinta-feira, 9.8, às 18h,  os poetas Cosme Rogério (AL), Marcos Peralta (BA) e Rejane Souza (BA) entram em cena; às 19h é a vez dos poetas Elizeu Braga (RO), Vânia Melo (BA) e Quitéria Vanessa (BA).

No dia seguinte, 10.8, às 18h, os poetas Annie de Carvalho (AP), Daniel Farias (BA) e Cacau Noves (BA) se apresentam e logo mais às 19h, tem mais poesia com Salgado Maranhão (MA), Taíssa Cazumbá (BA) e Iolanda Costa (BA).

O sarau do sábado, 11.8, às 18h, fica por conta de Noélia Ribeiro (DF), Michele Saimon (BA) e Edelvito Nascimento (BA). E às 19h, Eliakin Rufino (RR), Semírames Sé (BA) e Jacquinha Nogueira (BA) encerram os saraus.

Os poetas, de várias partes do país, declamam poesias autorais e de outros poetas, trazendo para a 2ª Festa Literária Internacional do Pelourinho a rica diversidade da produção poética brasileira.



FLIPELÔ - DESCONTOS EM SERVIÇOS E COMPRAS


Durante a FLIPELÔ , o público poderá comprar com descontos em 58 lojas da região, sinalizadas com uma flâmula na fachada onde está escrito ESTOU NA FLIPELÔ; Ir e vir utilizando os serviços da Elite Taxi, que dará 20% de desconto para todos os passageiros que se dirigirem à Festa Literária. Para aproveitar o benefício basta usar a senha ESTOU NA FLIPELÔ.

Será possível também estacionar pagando tarifa única nos dois estacionamentos da Delta Parking, da Av. JJ Seabra, 190 - Baixa dos Sapateiros ( Praça das Artes)  e da  Rua Inácio Accioly, 18 ( Largo Pedro Arcanjo), para tanto, solicitar selinho nos locais credenciados – Chocolates Marrom Marfim, loja da Fundação Casa de Jorge Amado, Livraria Oficial da FLIPELÔ, Casa das Editoras Baianas, bilheteria da Arena e do Teatro Sesc-Senac e restaurantes participantes da Rota Gastronômica,  Para quem chega de fora há, descontos nas passagens da LATAM e para locação de veículos na UNIDAS.

E no quesito hospedagem, além do Pestana Convento do Carmo, que será o hotel oficial da  Festa Literária, nove hotéis, pousadas e hostels participam do evento, oferecendo tarifas especiais.

VAI ROLAR A FESTA ! Mesas de debates, bate-papos com crianças, jovens e adultos sobre os mais variados aspectos da literatura, lançamentos de livros, saraus de poesia, slam e uma rica programação infantil com contação de história e diversas atividades lúdicas m arcarão esta edição. Haverá também exposições, apresentações teatrais e musicais e, pela primeira vez, a Rota Gastronômica Amados Sabores, que contará com a participação de 20 restaurantes do Centro Histórico, que produzirão pratos com preços especiais com receitas inspiradas no livro de Paloma Amado, “A Comida Baiana de Jorge Amado”.

A 2ª edição da Festa Literária Internacional do Pelourinho, a FLIPELÔ 2018, conta com o patrocínio do Ministério da Cultura, Instituto CCR, Banco do Nordeste do Brasil e TPC Logística, por meio da Lei Rouanet, e do Estado da Bahia. O evento tem ainda o apoio da CCR Metrô, da BAHIAGÁS, Senac, Sebrae, Prefeitura de Salvador e do Shopping da Bahia, correalização do SESC, produção da Sole Produções e realização da Fundação Casa de Jorge Amado

A Fundação Casa de Jorge Amado é mantida com apoio do Fundo de Cultura do Estado da Bahia e Shopping da Bahia e é considerada um ponto de referência na geografia cultural de Salvador.

0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑